Uma Liga Metálica Sai Do Forno

Reza August 29, 2021
Uma Liga Metálica Sai Do Forno EDUCA

Quando se fala em liga metálica, estamos nos referindo a um material que é composto por dois ou mais elementos químicos metálicos, e que apresenta propriedades distintas das dos elementos que o compõem individualmente.

O que é uma liga metálica?

As ligas metálicas são obtidas a partir da fusão dos metais que as compõem, e podem ser formadas por metais puros ou por metais e elementos não metálicos, como carbono, silício, fósforo, entre outros.

Desde a Antiguidade, o homem utiliza o processo de mistura de metais para obter materiais mais resistentes e duráveis. Um exemplo disso é a utilização do bronze, uma liga metálica composta por cobre e estanho, na confecção de armas e ferramentas.

Como é feita a fusão dos metais?

A fusão dos metais pode ser realizada em fornos elétricos, a gás ou a carvão. O processo consiste em aquecer os metais até que eles atinjam uma temperatura elevada o suficiente para se fundirem e se misturarem.

Essa mistura é então moldada de acordo com a finalidade desejada, podendo ser transformada em barras, chapas, tubos, entre outros formatos.

Quais são as propriedades das ligas metálicas?

As propriedades das ligas metálicas podem variar de acordo com a composição da liga, mas de modo geral, esses materiais apresentam características como:

For more information, please click the button below.
  • Maior resistência mecânica;
  • Maior resistência à corrosão;
  • Maior ductilidade;
  • Maior maleabilidade;
  • Maior dureza;
  • Maior tenacidade;
  • Maior condutividade térmica e elétrica.

Para que são utilizadas as ligas metálicas?

As ligas metálicas são utilizadas em diversas áreas, como na indústria automotiva, aeronáutica, naval, eletrônica, construção civil, entre outras.

Na indústria automotiva, por exemplo, as ligas metálicas são utilizadas na fabricação de peças que precisam ser resistentes e leves, como as rodas, o motor, o chassi, entre outros componentes.

Já na indústria aeronáutica, as ligas metálicas são utilizadas na fabricação de peças que precisam suportar altas temperaturas e pressões, como as turbinas e os motores dos aviões.

Uma liga metálica sai do forno

Quando uma liga metálica sai do forno, ela está em seu estado bruto, ou seja, ainda não foi moldada e nem recebeu tratamentos térmicos ou mecânicos para modificar suas propriedades.

Nesse estado, a liga metálica é geralmente transformada em lingotes, que são blocos de metal com uma forma retangular ou cilíndrica. Esses lingotes são então utilizados como matéria-prima para a fabricação de peças e componentes.

Como as ligas metálicas são moldadas?

As ligas metálicas podem ser moldadas de diversas formas, como por exemplo:

  • Fundição: processo no qual a liga é derretida e despejada em um molde para solidificar e adquirir a forma desejada;
  • Laminação: processo no qual a liga é passada entre dois cilindros para se obter uma chapa ou folha com espessura e formato desejados;
  • Trefilação: processo no qual a liga é puxada através de uma matriz para se obter um fio ou tubo com diâmetro e formato desejados;
  • Forjamento: processo no qual a liga é submetida a altas pressões para se obter uma peça com formato desejado;
  • Usinagem: processo no qual a liga é cortada, perfurada ou torneada para se obter uma peça com formato e dimensões desejados.

Conclusão

As ligas metálicas são materiais muito importantes para a indústria, pois apresentam propriedades que os metais puros não possuem, como maior resistência mecânica, maior resistência à corrosão, entre outras.

Para obter uma liga metálica, é necessário realizar a fusão dos metais que a compõem. Essa fusão pode ser realizada em fornos elétricos, a gás ou a carvão.

Uma vez que a liga metálica sai do forno, ela está em seu estado bruto e pode ser transformada em lingotes para ser utilizada como matéria-prima na fabricação de peças e componentes.

FAQs

1. Quais são os elementos mais comuns utilizados na fabricação de ligas metálicas?

Os elementos mais comuns utilizados na fabricação de ligas metálicas são o ferro, o cobre, o alumínio, o níquel, o zinco, o chumbo e o estanho.

2. Como é realizada a análise química das ligas metálicas?

A análise química das ligas metálicas pode ser realizada por meio de técnicas como espectroscopia de emissão óptica, espectrometria de massa e análise por raio-X.

3. Quais são as principais vantagens das ligas metálicas em relação aos metais puros?

As principais vantagens das ligas metálicas em relação aos metais puros são a maior resistência mecânica, a maior resistência à corrosão, a maior ductilidade, a maior maleabilidade, a maior dureza, a maior tenacidade e a maior condutividade térmica e elétrica.

Related video of uma liga metálica sai do forno

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait