Um Isótopo De Iodo Usado No Tratamento

Reza June 14, 2021
Radionuclides Do Iodo 131 E Do Césio 137 Ilustração do Vetor

O iodo é um elemento químico muito importante para o funcionamento do corpo humano. Ele é essencial para a produção de hormônios da tireoide, que regulam o metabolismo e o crescimento. No entanto, em excesso, o iodo pode ser prejudicial à saúde. Por isso, um isotopo de iodo é utilizado no tratamento de doenças da tireoide.

O que é um isótopo?

Um isótopo é um átomo que tem o mesmo número de prótons, mas um número diferente de nêutrons em seu núcleo. Isso significa que ele tem as mesmas propriedades químicas que o elemento original, mas pode ter uma massa diferente. Por exemplo, o iodo tem 53 prótons e vários isótopos, como o iodo-127 e o iodo-131, que têm 74 e 78 nêutrons, respectivamente.

Como o iodo é usado no tratamento?

O iodo é usado no tratamento de doenças da tireoide, como hipertireoidismo, hipotireoidismo e câncer de tireoide. O tratamento é baseado na administração de uma dose de iodo radioativo, conhecido como iodo-131.

O iodo-131 é um isótopo radioativo que emite radiação beta e gama. Ele é absorvido pelas células da tireoide, onde a radiação destrói as células doentes. O iodo-131 é administrado por via oral, em forma de cápsulas ou líquido, e é rapidamente absorvido pelo trato gastrointestinal.

O iodo-131 é seguro para ser usado em doses terapêuticas. A dose é calculada com base no tamanho da tireoide e na quantidade de iodo que é necessária para destruir as células doentes. O tratamento é geralmente feito em um hospital ou clínica especializada em medicina nuclear, onde o paciente é monitorado para garantir que ele receba a dose correta e que a radiação seja controlada adequadamente.

Como o iodo-131 afeta o corpo?

O iodo-131 é um isótopo radioativo que emite radiação beta e gama. Quando é administrado em doses terapêuticas, o iodo-131 é rapidamente absorvido pelas células da tireoide, onde a radiação destrói as células doentes.

For more information, please click the button below.

A radiação emitida pelo iodo-131 pode afetar outras células do corpo, mas isso é geralmente limitado e temporário. A radiação não afeta as células saudáveis ​​de forma significativa, pois elas têm uma capacidade maior de se reparar do que as células doentes.

O iodo-131 é eliminado do corpo principalmente pela urina e pelas fezes. Depois do tratamento, o paciente deve seguir algumas precauções para evitar a exposição à radiação. Isso inclui limitar o contato próximo com outras pessoas, especialmente crianças e mulheres grávidas, e evitar compartilhar objetos pessoais, como copos e talheres.

Quais são os efeitos colaterais do tratamento com iodo-131?

O tratamento com iodo-131 é geralmente seguro e eficaz, mas pode causar alguns efeitos colaterais. Os efeitos colaterais mais comuns incluem:

  • Náusea e vômito
  • Dor de garganta
  • Boca seca
  • Alterações no paladar e no olfato
  • Fadiga
  • Queda de cabelo

Esses efeitos colaterais geralmente desaparecem dentro de algumas semanas após o tratamento. No entanto, em casos raros, o tratamento com iodo-131 pode causar efeitos colaterais mais graves, como danos à medula óssea e ao sistema imunológico.

Conclusão

O iodo é um elemento químico essencial para o funcionamento do corpo humano, mas em excesso pode ser prejudicial à saúde. O iodo-131 é um isótopo radioativo usado no tratamento de doenças da tireoide. Ele é absorvido pelas células da tireoide, onde a radiação destrói as células doentes. O tratamento é geralmente seguro e eficaz, mas pode causar alguns efeitos colaterais. É importante seguir as precauções para evitar a exposição à radiação.

FAQs

1. O tratamento com iodo-131 é doloroso?

Não, o tratamento com iodo-131 é geralmente indolor. O isótopo é administrado por via oral, em forma de cápsulas ou líquido, e é rapidamente absorvido pelo trato gastrointestinal.

2. Quantas sessões de tratamento com iodo-131 são necessárias?

O número de sessões de tratamento com iodo-131 depende do tipo e da gravidade da doença da tireoide. Em geral, apenas uma sessão é necessária para tratar a doença.

3. O tratamento com iodo-131 é perigoso para outras pessoas?

O tratamento com iodo-131 pode ser perigoso para outras pessoas se o paciente não seguir as precauções adequadas para evitar a exposição à radiação. É importante limitar o contato próximo com outras pessoas, especialmente crianças e mulheres grávidas, e evitar compartilhar objetos pessoais, como copos e talheres.

Related video of um isotopo de iodo usado no tratamento

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait