Trecho De Dom Quixote

Reza December 8, 2022
Quadro Dom Quixote Mercado Livre

“Enfim, ele se entregou a tal grau ao estudo das histórias de cavalaria que chegou a perder o juízo. Gastou todo o seu patrimônio com a compra de livros e passava noites inteiras lendo e relendo as histórias que tanto o encantavam. Tanto se envolveu nesse mundo de fantasia que, enfim, tornou-se cavaleiro andante.”

O trecho acima é um fragmento do livro “Dom Quixote”, escrito pelo espanhol Miguel de Cervantes em 1605. A obra é considerada um dos principais clássicos da literatura mundial, tendo sido traduzida para diversos idiomas e influenciando inúmeros escritores ao longo dos séculos.

A história de “Dom Quixote” gira em torno de um fidalgo pobre da região de La Mancha, na Espanha, que se dedica tanto à leitura de romances de cavalaria que acaba enlouquecendo e tomando para si a missão de se tornar um cavaleiro andante, defender a justiça e proteger as donzelas em perigo.

O trecho selecionado para análise demonstra a obsessão do personagem principal pelo mundo das histórias de cavalaria, que o leva à ruína financeira e à insanidade mental. A partir daí, a narrativa se desenvolve em torno das aventuras e desventuras de Dom Quixote e seu fiel escudeiro Sancho Pança, que juntos enfrentam diversos desafios e situações cômicas.

Contexto histórico e literário

Para entender melhor o significado do trecho de “Dom Quixote”, é preciso contextualizá-lo no período histórico e literário em que foi escrito.

No século XVI, a Espanha vivia um período de grande expansão territorial e econômica, graças às conquistas na América e às rotas comerciais estabelecidas com a Ásia. Esse contexto de prosperidade e poderio influenciou a literatura da época, que exaltava os valores da nobreza, da coragem e da honra.

Nesse cenário surgiram os romances de cavalaria, que se tornaram extremamente populares entre a aristocracia e a classe média. Essas obras eram narrativas fictícias que retratavam as aventuras de cavaleiros andantes em busca de justiça e glória, lutando contra inimigos poderosos e salvando donzelas em perigo.

For more information, please click the button below.

Porém, com o passar do tempo, os romances de cavalaria foram perdendo sua popularidade e caindo em desuso. Ainda assim, persistiam alguns aficionados, como Dom Quixote, que não conseguiam se desligar do mundo das histórias fantásticas.

Foi nesse contexto que Miguel de Cervantes escreveu “Dom Quixote”, como uma crítica irônica aos valores ultrapassados dos romances de cavalaria e ao fanatismo dos leitores que não conseguiam distinguir a realidade da ficção.

Análise do trecho

O trecho selecionado para análise é um exemplo claro do grau de obsessão a que Dom Quixote chegou em relação às histórias de cavalaria. Segundo a narrativa, ele gastou todo o seu patrimônio com a compra de livros e passava noites inteiras lendo e relendo as histórias que tanto o encantavam.

Essa atitude revela a falta de discernimento do personagem em relação à realidade, já que ele se deixou levar pelo mundo fantasioso dos romances de cavalaria e perdeu contato com o mundo real. Esse comportamento é típico de uma pessoa que sofre de algum distúrbio psicológico ou emocional, o que reforça a tese de que Dom Quixote estava enlouquecendo aos poucos.

Além disso, o trecho também mostra como a obsessão de Dom Quixote afetou sua vida financeira, já que ele gastou todo o seu patrimônio com a compra de livros. Essa atitude demonstra uma falta de equilíbrio emocional e financeiro, o que é um problema comum em pessoas que sofrem de transtornos psicológicos ou emocionais.

Porém, a narrativa de “Dom Quixote” não se limita a criticar o fanatismo dos leitores de romances de cavalaria. A obra também é uma reflexão sobre a natureza da loucura e sobre os limites da razão humana. Dom Quixote é um personagem complexo, que oscila entre a lucidez e a loucura, e que desperta empatia e compaixão no leitor.

Por isso, o trecho selecionado deve ser entendido como uma peça importante do quebra-cabeça que é a obra completa de “Dom Quixote”. Ele representa a fase inicial da obsessão do personagem principal, que culminará em sua transformação em cavaleiro andante e em suas aventuras malucas ao lado de Sancho Pança.

Conclusão

O trecho de “Dom Quixote” selecionado para análise é um exemplo da obsessão do personagem principal pelos romances de cavalaria, que o leva à ruína financeira e à insanidade mental. A obra de Miguel de Cervantes é uma crítica irônica aos valores ultrapassados desses romances e ao fanatismo dos leitores que não conseguiam distinguir a realidade da ficção.

Porém, “Dom Quixote” também é uma reflexão sobre a natureza da loucura e sobre os limites da razão humana. O personagem principal é complexo e oscila entre a lucidez e a loucura, despertando empatia e compaixão no leitor.

FAQs

1. Qual é a importância de “Dom Quixote” na literatura mundial?

“Dom Quixote” é considerado um dos principais clássicos da literatura mundial, tendo sido traduzido para diversos idiomas e influenciando inúmeros escritores ao longo dos séculos. A obra é uma crítica irônica aos valores ultrapassados dos romances de cavalaria e ao fanatismo dos leitores que não conseguiam distinguir a realidade da ficção, além de ser uma reflexão sobre a natureza da loucura e sobre os limites da razão humana.

2. Qual é o contexto histórico e literário de “Dom Quixote”?

“Dom Quixote” foi escrito no século XVI, período em que a Espanha vivia um momento de grande expansão territorial e econômica, graças às conquistas na América e às rotas comerciais estabelecidas com a Ásia. Esse contexto de prosperidade e poderio influenciou a literatura da época, que exaltava os valores da nobreza, da coragem e da honra. Nesse cenário surgiram os romances de cavalaria, que se tornaram extremamente populares entre a aristocracia e a classe média.

3. Qual é a mensagem principal de “Dom Quixote”?

A mensagem principal de “Dom Quixote” é a crítica irônica aos valores ultrapassados dos romances de cavalaria e ao fanatismo dos leitores que não conseguiam distinguir a realidade da ficção. A obra também é uma reflexão sobre a natureza da loucura e sobre os limites da razão humana, apresentando um personagem complexo que oscila entre a lucidez e a loucura.

Related video of tomemos o trecho abaixo tirado de dom quixote

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait