Resumo Do Filme "O Mínimo Para Viver"

Reza September 11, 2022
Crítica (2) O Mínimo Para Viver Woo! Magazine

Introdução

“O Mínimo para Viver” é um filme original da Netflix lançado em 2017 que aborda a temática da anorexia nervosa. O filme é dirigido por Marti Noxon e tem como protagonista Ellen, interpretada por Lily Collins, uma jovem que luta contra a doença e busca encontrar uma maneira de se recuperar.

Enredo

Ellen é uma jovem de 20 anos que sofre de anorexia nervosa, uma doença psiquiátrica que a faz ter uma preocupação excessiva com o peso e uma distorção da imagem corporal. Ela vive sob o controle da madrasta, Susan, que a interna em diversos hospitais psiquiátricos e clínicas de reabilitação sem sucesso. Após uma nova internação, Ellen conhece o Dr. William Beckham, interpretado por Keanu Reeves, um médico especializado em transtornos alimentares que promete ajudá-la a superar sua doença. O tratamento proposto pelo médico é baseado em uma abordagem não convencional, que envolve a criação de um grupo de terapia composto por outros jovens que também lutam contra transtornos alimentares. Ao longo do filme, Ellen e os outros integrantes do grupo de terapia vão enfrentar diversos desafios e descobrir que a recuperação não é um processo fácil. Além disso, o filme também aborda a relação de Ellen com sua família e os conflitos que surgem em virtude da doença.

Análise

“O Mínimo para Viver” é um filme que aborda de maneira sensível e realista a temática da anorexia nervosa. Através da história de Ellen, o filme mostra como a doença afeta não só o indivíduo, mas também sua família e amigos. Além disso, o filme também destaca a importância do tratamento adequado e do suporte emocional na recuperação dos pacientes. Uma das principais mensagens do filme é a necessidade de se tratar a anorexia nervosa como uma doença psiquiátrica, e não apenas como um distúrbio alimentar. Isso porque a doença é causada por uma série de fatores psicológicos e emocionais, e não apenas por questões relacionadas à alimentação. Outro ponto importante abordado pelo filme é a importância da empatia e do diálogo na recuperação dos pacientes. O grupo de terapia criado pelo Dr. Beckham é um exemplo disso, pois permite que os pacientes compartilhem suas experiências e se apoiem mutuamente ao longo do tratamento.

Conclusão

“O Mínimo para Viver” é um filme emocionante e inspirador que aborda de maneira sensível e realista a temática da anorexia nervosa. Através da história de Ellen e dos outros integrantes do grupo de terapia, o filme mostra como a recuperação da doença é um processo difícil, mas possível quando há o tratamento adequado e o suporte emocional necessário.

FAQs

1. A anorexia nervosa é uma doença comum?

Não, a anorexia nervosa é uma doença rara, que afeta cerca de 1% da população. Ela é mais comum em mulheres jovens e pode ter graves consequências para a saúde física e mental dos pacientes.

2. Qual é a importância do tratamento psicológico na recuperação da anorexia nervosa?

O tratamento psicológico é fundamental na recuperação da anorexia nervosa, pois a doença é causada por uma série de fatores psicológicos e emocionais. O acompanhamento psicológico permite que o paciente identifique e trabalhe esses fatores, o que é essencial para a recuperação.

For more information, please click the button below.

3. Como as famílias podem ajudar no tratamento da anorexia nervosa?

As famílias podem ajudar no tratamento da anorexia nervosa oferecendo suporte emocional e participando ativamente do tratamento. Além disso, é importante que as famílias entendam que a anorexia nervosa é uma doença psiquiátrica e que o tratamento adequado envolve não só a questão alimentar, mas também o acompanhamento psicológico.

Related video of resumo do filme o minimo para viver

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait