Relacione As Colunas Quanto À Classificação Das Orações Subordinadas

Reza April 29, 2022
Orações subordinadas Mundo Educação em 2021 Orações subordinadas

Para entender a classificação das orações subordinadas, primeiro é necessário entender o que são orações subordinadas. As orações subordinadas são aquelas que dependem de outra oração para ter sentido completo. Elas são divididas em três tipos: subordinadas substantivas, subordinadas adjetivas e subordinadas adverbiais.

Subordinadas Substantivas

As orações subordinadas substantivas são aquelas que exercem a função de substantivo na oração principal. Elas podem ser classificadas em:

  • Subjetivas: quando exercem a função de sujeito da oração principal. Exemplo: Que você tenha sucesso é o meu desejo.
  • Objetivas diretas: quando exercem a função de objeto direto da oração principal. Exemplo: Eu quero que você venha.
  • Objetivas indiretas: quando exercem a função de objeto indireto da oração principal. Exemplo: Eu duvido que ele tenha dinheiro.
  • Predicativas: quando exercem a função de predicativo do sujeito da oração principal. Exemplo: A verdade é que ele não vem.
  • Apositivas: quando exercem a função de aposto da oração principal. Exemplo: O problema, que é difícil de resolver, ainda não foi solucionado.

Subordinadas Adjetivas

As orações subordinadas adjetivas são aquelas que exercem a função de adjetivo na oração principal. Elas podem ser classificadas em:

  • Explicativas: quando dão uma explicação ou esclarecimento sobre o termo a que se referem. Exemplo: A mãe, que é médica, cuidou do filho doente.
  • Restritivas: quando restringem ou delimitam o sentido do termo a que se referem. Exemplo: O livro que eu li era muito interessante.

Subordinadas Adverbiais

As orações subordinadas adverbiais são aquelas que exercem a função de advérbio na oração principal. Elas podem ser classificadas em:

  • Causais: quando indicam a causa da ação expressa na oração principal. Exemplo: Como estava chovendo, não fui à praia.
  • Concessivas: quando indicam uma concessão em relação à ação expressa na oração principal. Exemplo: Embora estivesse cansado, continuou estudando.
  • Condicionais: quando indicam uma condição para que a ação expressa na oração principal ocorra. Exemplo: Se você estudar, passará no vestibular.
  • Conformativas: quando indicam a conformidade da ação expressa na oração subordinada com a ação expressa na oração principal. Exemplo: Ele saiu cedo, conforme havia combinado.
  • Comparativas: quando estabelecem uma comparação entre ação expressa na oração principal e a ação expressa na oração subordinada. Exemplo: Ele é mais alto do que eu pensava.
  • Consecutivas: quando indicam uma consequência da ação expressa na oração principal. Exemplo: Estudou tanto que passou no concurso.
  • Finais: quando indicam a finalidade da ação expressa na oração principal. Exemplo: Estudou para passar no vestibular.
  • Temporais: quando indicam o tempo em que a ação expressa na oração principal ocorreu. Exemplo: Quando cheguei em casa, ela já havia saído.

Conclusão

As orações subordinadas podem ser classificadas em três tipos: substantivas, adjetivas e adverbiais. Cada tipo tem suas próprias subclasses e funções na oração. É importante conhecer essas classificações para entender melhor o sentido das orações e construir textos mais claros e coesos.

FAQs

1. Qual é a diferença entre orações subordinadas e orações coordenadas?

As orações subordinadas dependem de outra oração para ter sentido completo, enquanto as orações coordenadas são independentes e podem ter sentido completo sozinhas. As orações coordenadas podem ser ligadas por conjunções coordenativas, enquanto as orações subordinadas são ligadas por conjunções subordinativas.

For more information, please click the button below.

2. O que é uma oração principal?

A oração principal é a oração que contém a informação principal da frase. Ela pode ser composta ou simples e pode ser acompanhada por uma ou mais orações subordinadas.

3. Como identificar as orações subordinadas em um texto?

As orações subordinadas podem ser identificadas por conjunções subordinativas, que ligam as orações e indicam a relação de dependência entre elas. Algumas conjunções subordinativas são: que, se, como, embora, quando, porque, para que, conforme, entre outras.

Related video of relacione as colunas quanto à classificação das orações subordinadas

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait