Questões De Equilíbrio Químico Enem

Reza May 24, 2021
Simplesmente Química!! Química Equilíbrio químico no Enem

O Enem, Exame Nacional do Ensino Médio, é uma prova aplicada anualmente pelo Ministério da Educação (MEC) que tem como objetivo avaliar o desempenho dos estudantes do ensino médio. Uma das áreas que é abordada na prova é a química, e dentro dessa área, um dos tópicos que pode ser cobrado são as questões de equilíbrio químico. Neste artigo, vamos explicar em detalhes o que são questões de equilíbrio químico no Enem e como resolvê-las.

O que é equilíbrio químico?

Equilíbrio químico é a situação em que as concentrações das espécies químicas em uma reação química não sofrem variação ao longo do tempo. Isso acontece porque a velocidade das reações direta e inversa se igualam e, dessa forma, as concentrações das substâncias envolvidas na reação permanecem constantes.

Em outras palavras, quando uma reação química atinge o equilíbrio, a proporção das substâncias envolvidas na reação é constante e não há mais mudanças significativas nas concentrações das espécies químicas. Essa situação pode ser representada pela equação química:

aA + bB ⇌ cC + dD

Em que A e B são os reagentes, C e D são os produtos, e a, b, c e d são os coeficientes estequiométricos da reação. O símbolo ⇌ indica que a reação ocorre nos dois sentidos, ou seja, A e B podem reagir para formar C e D, mas C e D também podem reagir para formar A e B.

Como resolver questões de equilíbrio químico no Enem?

As questões de equilíbrio químico no Enem podem ser resolvidas a partir da aplicação dos princípios de Le Chatelier e do cálculo das constantes de equilíbrio. Para facilitar o entendimento, vamos explicar cada um desses conceitos a seguir.

For more information, please click the button below.

Princípio de Le Chatelier

O princípio de Le Chatelier estabelece que, quando uma perturbação é aplicada a um sistema em equilíbrio, o sistema se ajusta de forma a minimizar o efeito da perturbação e restabelecer o equilíbrio. Em outras palavras, quando uma reação química atinge o equilíbrio e uma das variáveis que afetam o equilíbrio é alterada (como a concentração das espécies químicas, a pressão ou a temperatura), o sistema reage de forma a compensar essa alteração e manter a constância do equilíbrio.

Por exemplo, se aumentarmos a concentração de um dos reagentes em uma reação em equilíbrio, o sistema responderá produzindo mais produtos para consumir o excesso do reagente adicionado. Se diminuirmos a concentração de um dos produtos em uma reação em equilíbrio, o sistema responderá produzindo mais produto para compensar a diminuição.

Constantes de equilíbrio

A constante de equilíbrio é uma medida da proporção das concentrações dos reagentes e dos produtos em uma reação química em equilíbrio. É representada pela letra K e pode ser calculada a partir da expressão:

K = [C]^c[D]^d/[A]^a[B]^b

Em que [C], [D], [A] e [B] representam as concentrações das espécies químicas em mol/L e c, d, a e b são os coeficientes estequiométricos da reação. O valor de K indica a direção em que a reação ocorre no equilíbrio:

  • Se K > 1, a reação ocorre predominantemente no sentido direto, ou seja, para a direita.
  • Se K < 1, a reação ocorre predominantemente no sentido inverso, ou seja, para a esquerda.
  • Se K = 1, a reação está em equilíbrio e as concentrações dos reagentes e dos produtos são iguais.

Exemplo de questão de equilíbrio químico no Enem

Vamos agora resolver um exemplo de questão de equilíbrio químico no Enem para entender na prática como aplicar os conceitos de Le Chatelier e constante de equilíbrio.

A questão é a seguinte:

Uma mistura contendo 0,1 mol de H2 e 0,1 mol de I2 é colocada em um recipiente de 1 L a 448°C. A reação H2(g) + I2(g) ⇌ 2HI(g) é estabelecida e atinge o equilíbrio. Sabe-se que a constante de equilíbrio para essa reação a 448°C é Kc = 54. Calcule a concentração de HI no equilíbrio.

Para resolver essa questão, vamos seguir os seguintes passos:

  1. Escrever a expressão para a constante de equilíbrio:
  2. Kc = [HI]^2/[H2][I2]

  3. Substituir as concentrações iniciais na expressão:
  4. Kc = [x]^2/[0,1 – x][0,1 – x]

  5. Resolver a equação do segundo grau para encontrar o valor de x:
  6. 54 = x^2/(0,1 – x)^2

    54(0,1 – x)^2 = x^2

    5,4 – 5,4x + x^2 = x^2

    x = 0,05

  7. Calcular a concentração de HI no equilíbrio:
  8. [HI] = 2x = 0,1 mol/L

Portanto, a concentração de HI no equilíbrio é 0,1 mol/L.

Conclusão

As questões de equilíbrio químico no Enem podem ser resolvidas a partir da aplicação dos princípios de Le Chatelier e do cálculo das constantes de equilíbrio. É importante lembrar que, para resolver essas questões, é necessário ter um bom conhecimento dos conceitos de equilíbrio químico e saber como aplicá-los de forma correta.

FAQs

1. O que é equilíbrio químico?

Equilíbrio químico é a situação em que as concentrações das espécies químicas em uma reação química não sofrem variação ao longo do tempo.

2. O que é constante de equilíbrio?

A constante de equilíbrio é uma medida da proporção das concentrações dos reagentes e dos produtos em uma reação química em equilíbrio.

3. Como resolver questões de equilíbrio químico no Enem?

As questões de equilíbrio químico no Enem podem ser resolvidas a partir da aplicação dos princípios de Le Chatelier e do cálculo das constantes de equilíbrio.

Related video of questões de equilíbrio químico enem

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait