Quem Vê Corre Não Vê Close

Reza November 9, 2021
QUEM VÊ CLOSE NÃO VÊ CORRE Nathan Dias YouTube

A expressão “quem vê corre não vê close” é um ditado popular que faz referência à pressa e à falta de atenção em detalhes. Essa frase pode ser aplicada em diversas situações da vida, desde a rotina diária até questões mais complexas.

Origem da expressão

A origem exata da expressão “quem vê corre não vê close” é desconhecida. No entanto, o ditado popular é muito utilizado no Brasil e em alguns países de língua portuguesa.

É possível que a origem da expressão esteja relacionada à produção cinematográfica. No cinema, o close-up é uma técnica utilizada para dar destaque a determinados detalhes de uma cena, como o rosto de um personagem ou um objeto importante. Por outro lado, a corrida pode representar a pressa e a falta de tempo para prestar atenção em pequenos detalhes.

Significado da expressão

O ditado popular “quem vê corre não vê close” significa que a pressa e a falta de atenção podem fazer com que as pessoas deixem passar detalhes importantes. Quando estamos com pressa, tendemos a focar apenas no objetivo final e ignorar o caminho percorrido para chegar lá.

A expressão pode ser aplicada em diversas situações da vida, tanto pessoais quanto profissionais. Por exemplo, em um ambiente de trabalho, um profissional que está sempre com pressa pode deixar passar erros em documentos importantes ou deixar de prestar atenção em detalhes que seriam relevantes para a resolução de um problema.

Exemplos de aplicação da expressão

A seguir, são apresentados alguns exemplos de situações em que a expressão “quem vê corre não vê close” pode ser aplicada:

For more information, please click the button below.

Na rotina diária

Ao realizar tarefas do dia a dia, como cozinhar, limpar a casa ou cuidar dos filhos, é comum que as pessoas sejam pressionadas pelo tempo e pela quantidade de atividades a serem realizadas. No entanto, essa pressa pode fazer com que detalhes importantes sejam ignorados. Por exemplo, uma pessoa que está com pressa para sair de casa pode se esquecer de desligar o fogão ou deixar as chaves do carro dentro de casa.

No ambiente de trabalho

No ambiente de trabalho, a pressa pode fazer com que os profissionais deixem passar erros em documentos importantes ou deixem de prestar atenção em detalhes que seriam relevantes para a resolução de um problema. Por exemplo, um advogado que está com muitos processos para analisar pode deixar passar um detalhe importante em um contrato ou uma petição.

Na tomada de decisão

Quando tomamos decisões importantes, é fundamental avaliar todas as informações disponíveis e considerar os detalhes relevantes para a situação. No entanto, a pressa e a falta de atenção podem fazer com que as pessoas tomem decisões precipitadas e deixem passar detalhes importantes. Por exemplo, um empresário que está com pressa para fechar um negócio pode deixar de avaliar detalhes importantes no contrato ou nas condições de pagamento.

Conclusão

Em resumo, a expressão “quem vê corre não vê close” faz referência à pressa e à falta de atenção em detalhes. Essa frase pode ser aplicada em diversas situações da vida, desde a rotina diária até questões mais complexas. É importante lembrar que, ao realizar tarefas ou tomar decisões, é fundamental avaliar todas as informações disponíveis e considerar os detalhes relevantes para a situação.

FAQs

1. Qual é a origem da expressão “quem vê corre não vê close”?

A origem exata da expressão é desconhecida, mas é possível que esteja relacionada à produção cinematográfica.

2. Em quais situações a expressão pode ser aplicada?

A expressão pode ser aplicada em diversas situações da vida, desde a rotina diária até questões mais complexas, como no ambiente de trabalho ou na tomada de decisão.

3. Qual é o significado da expressão “quem vê corre não vê close”?

O ditado popular significa que a pressa e a falta de atenção podem fazer com que as pessoas deixem passar detalhes importantes.

Related video of quem vê corre não vê close

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait