Quem Participava Do Processo De Leitura E Escrita Dos Astecas

Reza August 10, 2022
PUBLICADOS BRASIL Cientistas descobrem o que dizimou astecas

Introdução

Os astecas foram uma das civilizações mais importantes da Mesoamérica. Eles desenvolveram uma complexa sociedade, com avançados sistemas de escrita e leitura. A escrita asteca, também conhecida como “escrita pictográfica”, era composta por uma série de símbolos e desenhos que representavam palavras e ideias. Mas quem era responsável por participar desse processo de leitura e escrita? Neste artigo, vamos explorar os principais grupos que faziam parte desse sistema.

1. Sacerdotes

Os sacerdotes eram considerados os principais leitores e escritores da sociedade asteca. Eles eram responsáveis por manter registros de eventos importantes, como cerimônias religiosas e oferendas aos deuses. Eles também registravam informações sobre o calendário asteca, que era extremamente preciso e complexo. Os sacerdotes aprendiam a ler e escrever em escolas especiais, conhecidas como “calmécac”. Essas escolas estavam localizadas em templos religiosos e eram frequentadas apenas por filhos de nobres e membros da elite asteca.

2. Nobres

Os nobres também eram considerados importantes leitores e escritores na sociedade asteca. Eles frequentavam as mesmas escolas que os sacerdotes e aprendiam a ler e escrever em náuatle, a língua principal dos astecas. Os nobres eram responsáveis por manter registros de suas próprias genealogias e das histórias de suas famílias. Eles também registravam informações sobre o comércio e a política asteca.

3. Comerciantes

Os comerciantes eram outro grupo importante que participava do processo de leitura e escrita na sociedade asteca. Eles precisavam ler e escrever para fazer negócios com outras cidades e civilizações. Os comerciantes tinham seus próprios registros de comércio, que incluíam informações sobre preços, mercadorias e rotas comerciais. Eles também registravam informações sobre tributos e impostos que precisavam pagar ao governo asteca.

4. Governantes

Os governantes astecas, conhecidos como “tlatoani”, também eram leitores e escritores. Eles precisavam ler e escrever para governar o império asteca e manter registros de tributos, impostos e outras informações importantes. Os governantes tinham seus próprios escribas, que registravam tudo o que era dito nas reuniões de governo e nos tribunais. Esses registros eram usados para tomar decisões importantes e resolver disputas legais.

Conclusão

Em resumo, os sacerdotes, nobres, comerciantes e governantes eram os principais grupos que participavam do processo de leitura e escrita dos astecas. Cada grupo tinha suas próprias necessidades e responsabilidades em relação à escrita asteca, e todos eram considerados importantes para a sociedade asteca como um todo.

For more information, please click the button below.

FAQs

1. Todos os astecas sabiam ler e escrever?

Não, nem todos os astecas sabiam ler e escrever. Apenas os membros da elite asteca, como sacerdotes, nobres, comerciantes e governantes, tinham acesso à educação e aprendiam a ler e escrever em náuatle.

2. Os astecas tinham um sistema de escrita alfabético?

Não, o sistema de escrita asteca não era alfabético. Era composto por uma série de símbolos e desenhos que representavam palavras e ideias, conhecido como “escrita pictográfica”.

3. Como a escrita asteca foi preservada ao longo do tempo?

A escrita asteca foi preservada ao longo do tempo principalmente por meio de manuscritos, conhecidos como “códices”. Esses manuscritos foram criados pelos próprios astecas e contêm informações sobre a cultura, religião e história asteca. Hoje em dia, muitos desses códices estão em museus e instituições de pesquisa em todo o mundo.

Related video of quem participava do processo de leitura e escrita dos astecas

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait