Que Sentidos O Fragmento Evidencia Quanto À Representação Da Natureza?

Reza September 28, 2021
Que Sentidos O Fragmento Evidencia Quanto à Representação Da Natureza

Introdução

O estudo da literatura é uma forma de entender como a sociedade se relaciona com o mundo natural e como as pessoas veem a natureza. A natureza tem sido uma fonte de inspiração para escritores de diferentes épocas e culturas, e é um tema recorrente em muitas obras literárias. Neste ensaio, vamos analisar um fragmento de um texto literário a fim de identificar os sentidos que se evidenciam na representação da natureza.

Descrição do Fragmento

O fragmento em questão é extraído do romance “Grande Sertão: Veredas”, de João Guimarães Rosa, publicado em 1956. O trecho selecionado é o seguinte: “Mas o senhor saiba: Deus, ao criar o mundo, pôs no barro o sono. E foi assim que ficou a sesta. E o sol, caindo em gotas de ouro pelos buracos das folhas, fazia um choveiro de luz sobre a minha cabeça. Quando havia vento, as folhas se tocavam, e era como se o mundo estivesse todo cheio de cachoeiras. A gente se sentia cair para dentro das árvores. Mas a sesta, a sesta era uma coisa que a gente não podia comparar. Tudo parado, tudo silente, só o coração batendo devagarinho, uma vontade de não pensar em coisa nenhuma.”

Análise do Fragmento

O fragmento evidencia alguns sentidos em relação à representação da natureza. Vamos analisá-los a seguir:

Sentido de tranquilidade e descanso

O fragmento sugere uma sensação de tranquilidade e descanso por meio da descrição da sesta, um momento de pausa durante o dia para descansar. A imagem do sol caindo em gotas de ouro pelos buracos das folhas, fazendo um choveiro de luz sobre a cabeça do narrador, transmite uma sensação de calma e paz. A descrição do vento, que faz as folhas se tocarem, como se fossem cachoeiras, sugere uma imagem de movimento suave e tranquilo, em contraste com a agitação das cachoeiras, que costumam ser representadas como fortes e barulhentas. O coração batendo devagarinho e a vontade de não pensar em coisa nenhuma reforçam a ideia de um momento de descanso e tranquilidade em meio à natureza.

Sentido de conexão com a natureza

O fragmento também sugere uma sensação de conexão com a natureza por meio da descrição da luz do sol e das folhas das árvores. A imagem do sol caindo em gotas de ouro pelos buracos das folhas sugere uma relação íntima entre o narrador e a natureza, como se ele estivesse imerso nela. A descrição das folhas se tocando e da sensação de cair para dentro das árvores sugere que o narrador se sente parte da natureza, como se estivesse integrado a ela. Essa sensação de conexão com a natureza é reforçada pela descrição da sesta, um momento em que a pessoa se entrega ao repouso em meio à natureza.

Sentido de encantamento e beleza

O fragmento evidencia ainda uma sensação de encantamento e beleza por meio da descrição da luz do sol e das folhas das árvores. A imagem das gotas de ouro caindo pelos buracos das folhas sugere uma cena encantadora e bonita. A descrição do vento, que faz as folhas se tocarem, como se fossem cachoeiras, sugere uma imagem de movimento suave e bonito. A sensação de queda para dentro das árvores também sugere um encantamento com a natureza. Essa sensação de beleza e encantamento é reforçada pela descrição da luz do sol e das folhas, que são elementos naturais que costumam ser associados à beleza e à poesia.

For more information, please click the button below.

Conclusão

O fragmento analisado evidencia sentidos diversos em relação à representação da natureza. A descrição da sesta sugere uma sensação de tranquilidade e descanso, enquanto a descrição da luz do sol e das folhas sugere uma sensação de conexão com a natureza. Além disso, a descrição da beleza e do encantamento da natureza reforça a importância de se valorizar a relação com o mundo natural.

FAQs

1. Qual é a importância da natureza na literatura?

A natureza tem sido uma fonte de inspiração para escritores de diferentes épocas e culturas, e é um tema recorrente em muitas obras literárias. A literatura pode ser uma forma de entender como a sociedade se relaciona com o mundo natural e como as pessoas veem a natureza. Além disso, a literatura pode ajudar a conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação da natureza e dos recursos naturais.

2. Como a literatura pode ajudar a conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação da natureza?

A literatura pode ajudar a conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação da natureza por meio da representação da natureza como um elemento fundamental para a vida humana. Ao mostrar como a natureza pode ser fonte de inspiração e de beleza, a literatura pode sensibilizar as pessoas para a importância de se preservar os recursos naturais e de se respeitar a vida animal e vegetal.

3. Como a literatura pode contribuir para a formação de uma consciência ambiental?

A literatura pode contribuir para a formação de uma consciência ambiental por meio da representação da natureza como um elemento fundamental para a vida humana. A literatura pode ajudar a conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação da natureza e dos recursos naturais, estimulando a reflexão sobre a relação do ser humano com o meio ambiente. Além disso, a literatura pode inspirar a criação de novas formas de pensar e de agir em relação ao meio ambiente, contribuindo para a formação de uma consciência ambiental crítica e reflexiva.

Related video of que sentidos o fragmento evidencia quanto à representação da natureza

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait