Quantas Vezes João Negou Jesus?

Reza July 6, 2022
Quantas vezes já deixou de expressar alguma emoção por ser...

João, um dos doze apóstolos de Jesus, tem um papel importante nos relatos bíblicos do Novo Testamento. Durante a Última Ceia, Jesus predisse que um de seus discípulos o trairia e outro negaria conhecê-lo três vezes antes do amanhecer.

João negou Jesus? A resposta curta é não. João foi um dos poucos discípulos que permaneceram com Jesus durante sua crucificação, e ele foi o único apóstolo a testemunhar a cena da cruz ao lado da mãe de Jesus. Mas, para entender completamente o papel de João nos eventos que cercaram a prisão e crucificação de Jesus, é importante examinar a história completa.

Contexto Bíblico

Os relatos bíblicos da negação de Jesus por Pedro e Judas são bem conhecidos. No entanto, a história de João é frequentemente esquecida ou mal compreendida. A história começa na noite em que Jesus foi preso. Depois de compartilhar a Última Ceia com seus discípulos, Jesus foi ao Jardim do Getsêmani para orar. Lá, ele foi abordado por uma multidão armada enviada pelos líderes religiosos judaicos para prendê-lo.

João, assim como Pedro, acompanhou Jesus até o pátio do palácio do sumo sacerdote. Enquanto Pedro ficou do lado de fora, João foi autorizado a entrar no pátio porque ele era conhecido pelo sumo sacerdote. Lá dentro, João assistiu enquanto Pedro negou conhecê-lo três vezes.

No entanto, a história de João é um pouco mais complicada. Em vez de negar Jesus, João teve um papel ativo na defesa de seu mestre. Quando uma serva perguntou a João se ele era um dos discípulos de Jesus, ele respondeu honestamente que sim. Quando um dos soldados que prendeu Jesus golpeou um servo do sumo sacerdote, João interveio e cortou a orelha do homem com uma espada.

Mas, ao mesmo tempo, João não era completamente fiel a Jesus. Ele fugiu do pátio do palácio do sumo sacerdote quando Jesus foi preso e não foi visto novamente até que Jesus foi levado para a cruz.

For more information, please click the button below.

João é frequentemente lembrado como o discípulo amado de Jesus, o único que permaneceu com ele até o fim. Mas sua história nos lembra que mesmo aqueles mais próximos a Jesus não eram perfeitos.

Por que a negação de João é muitas vezes esquecida?

Enquanto a negação de Pedro e a traição de Judas são bem conhecidas, a história de João é muitas vezes esquecida ou mal compreendida. Existem várias razões para isso:

  • João não negou Jesus três vezes, como Pedro. Isso torna sua história menos dramática e menos memorável para muitas pessoas.
  • João foi o único apóstolo a testemunhar a crucificação de Jesus ao lado da mãe de Jesus. Isso torna sua história mais lembrada como uma história de amor e compaixão do que de negação.
  • As ações de João no pátio do palácio do sumo sacerdote não são tão amplamente conhecidas como a negação de Pedro. Enquanto Pedro negou Jesus três vezes em voz alta, João foi mais discreto em sua defesa de Jesus.

Conclusão

Então, quantas vezes João negou Jesus? A resposta é zero. Embora João não tenha sido completamente fiel a Jesus, ele não o negou como Pedro e Judas fizeram. Em vez disso, João teve um papel ativo na defesa de Jesus antes de fugir e, posteriormente, testemunhar sua crucificação ao lado da mãe de Jesus.

A história de João nos lembra que mesmo aqueles que eram mais próximos a Jesus não eram perfeitos. Mas também nos lembra que a compaixão e o amor estavam presentes mesmo nos momentos mais difíceis da vida de Jesus.

FAQs

1. João era o discípulo mais próximo de Jesus?

João é frequentemente referido como o discípulo amado de Jesus e era um dos mais próximos a ele. No entanto, é difícil dizer se ele era o discípulo mais próximo, pois todos os doze apóstolos eram próximos a Jesus de maneiras diferentes.

2. Como a história de João se relaciona com a mensagem central do Evangelho?

A história de João é importante porque mostra que mesmo aqueles que eram mais próximos a Jesus não eram perfeitos. Isso é uma parte crucial da mensagem central do Evangelho, que é que todos nós somos pecadores e precisamos da graça de Deus para sermos salvos.

3. Qual é o significado da história de João para os cristãos hoje?

A história de João tem vários significados para os cristãos hoje. Ele nos lembra que a compaixão e o amor estavam presentes mesmo nos momentos mais difíceis da vida de Jesus. Também nos lembra que, embora sejamos imperfeitos, Deus ainda pode nos usar para cumprir sua vontade. Por fim, a história de João nos lembra que todos nós precisamos da graça de Deus para sermos salvos e que essa graça está disponível para todos nós, independentemente de nossas falhas e imperfeições.

Related video of quantas vezes joao negou jesus

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait