Qual A Diferença Entre Lixão E Aterro Sanitário

Reza August 22, 2022
BIBOCA AMBIENTAL LIXÃO E ATERRO

Os resíduos sólidos gerados pela população precisam ser descartados de forma adequada para evitar danos ao meio ambiente e à saúde pública. Existem duas formas de disposição final de resíduos sólidos: o lixão e o aterro sanitário. Apesar de parecerem semelhantes, existem diferenças significativas entre os dois.

Lixão

O lixão é uma forma inadequada de disposição final de resíduos sólidos. Nele, os resíduos são despejados em um terreno baldio, sem nenhum tipo de tratamento ou controle ambiental. Geralmente, os lixões são formados por montanhas de lixo que são expostas ao sol e à chuva, o que gera uma série de problemas ambientais e de saúde pública.

Entre os principais problemas causados pelos lixões, podemos destacar:

  • Contaminação do solo, do ar e da água;
  • Atração de animais como ratos, moscas e urubus;
  • Produção de gases tóxicos que podem causar explosões;
  • Propagação de doenças como dengue, zika e chikungunya;
  • Impactos negativos na paisagem urbana.

Aterro sanitário

O aterro sanitário é uma forma adequada de disposição final de resíduos sólidos. Nele, os resíduos são depositados em células que recebem impermeabilização no fundo e nas laterais. Além disso, são instalados sistemas de drenagem de líquidos e de gases gerados pela decomposição dos resíduos.

Entre as principais características de um aterro sanitário, podemos destacar:

  • Células com impermeabilização no fundo e nas laterais;
  • Sistema de drenagem de líquidos e gases;
  • Controle de acesso;
  • Controle de resíduos recebidos;
  • Controle de emissão de gases;
  • Monitoramento da qualidade do ar e do solo;
  • Recuperação ambiental da área após o encerramento.

Principais diferenças entre lixão e aterro sanitário

Apesar de parecerem semelhantes, existem diferenças significativas entre lixão e aterro sanitário. Algumas das principais diferenças são:

For more information, please click the button below.
  • No lixão, não há nenhum tipo de tratamento ou controle ambiental, enquanto no aterro sanitário há uma série de medidas para evitar impactos ambientais e de saúde pública;
  • O lixão é formado por montanhas de lixo que são expostas ao sol e à chuva, enquanto no aterro sanitário os resíduos são depositados em células com impermeabilização no fundo e nas laterais;
  • No lixão, os resíduos são depositados de forma desordenada, enquanto no aterro sanitário há um controle de resíduos recebidos;
  • No lixão, não há controle de emissão de gases, enquanto no aterro sanitário há um sistema de drenagem de gases gerados pela decomposição dos resíduos;
  • No lixão, não há recuperação ambiental da área após o encerramento, enquanto no aterro sanitário há uma obrigação legal de recuperar a área degradada.

Conclusão

Em resumo, o lixão é uma forma inadequada de disposição final de resíduos sólidos que gera uma série de problemas ambientais e de saúde pública. Já o aterro sanitário é uma forma adequada de disposição final de resíduos sólidos que conta com uma série de medidas para evitar impactos ambientais e de saúde pública. É importante que a população esteja consciente sobre a importância de descartar os resíduos de forma adequada e cobre das autoridades responsáveis a implantação de aterros sanitários em suas cidades.

FAQs

1. O que é um aterro controlado?

O aterro controlado é uma forma intermediária de disposição final de resíduos sólidos entre o lixão e o aterro sanitário. Nele, os resíduos são depositados em células sem impermeabilização no fundo e nas laterais. Apesar de contar com algum tipo de controle ambiental, ainda é uma forma inadequada de disposição final de resíduos sólidos.

2. Como funciona a impermeabilização no aterro sanitário?

A impermeabilização no aterro sanitário consiste na colocação de camadas de argila ou geomembranas no fundo e nas laterais das células onde os resíduos serão depositados. Isso evita a contaminação do solo e da água por líquidos percolados gerados pela decomposição dos resíduos.

3. Quais são as principais leis que regulamentam a disposição final de resíduos sólidos no Brasil?

No Brasil, a disposição final de resíduos sólidos é regulamentada pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei nº 12.305/2010) e pela Resolução CONAMA nº landfill.png (2015), que estabelece critérios para o licenciamento ambiental de aterros sanitários.

Related video of qual a diferença entre lixão e aterro sanitário

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait