Passe As Frases Para O Plural

Reza May 7, 2021
Passe As Frases Para O Plural EDUCA

Quando falamos em passar as frases para o plural, estamos nos referindo a uma das regras de concordância verbal e nominal da língua portuguesa. Essa regra determina que o sujeito da frase e seus complementos devem concordar em gênero e número com o verbo e o substantivo, respectivamente.

Concordância Nominal

A concordância nominal se refere à concordância entre o substantivo e seus complementos (artigos, adjetivos, pronomes). Em português, os substantivos têm gênero (masculino ou feminino) e número (singular ou plural). Portanto, os complementos devem concordar em gênero e número com o substantivo.

Exemplo:

  • O carro vermelho (singular masculino) → Os carros vermelhos (plural masculino)
  • A casa grande (singular feminino) → As casas grandes (plural feminino)

Concordância Verbal

A concordância verbal se refere à concordância entre o sujeito da frase e o verbo. Em português, os verbos também têm gênero (masculino ou feminino) e número (singular ou plural). Portanto, o verbo deve concordar em gênero e número com o sujeito da frase.

Exemplo:

  • O menino corre (singular masculino) → Os meninos correm (plural masculino)
  • A menina canta (singular feminino) → As meninas cantam (plural feminino)

Exceções à Regra

Existem algumas exceções à regra de concordância verbal e nominal em português. Vejamos alguns exemplos:

For more information, please click the button below.
  • Substantivos coletivos: São palavras que indicam um conjunto de seres da mesma espécie. Exemplo: turma, equipe, multidão, entre outros. Esses substantivos podem ser usados tanto no singular quanto no plural, e o verbo pode concordar com o substantivo no singular ou no plural, dependendo do sentido da frase. Exemplo: A turma chegou cedo / As turmas chegaram cedo.
  • Verbos impessoais: São verbos que não têm sujeito, como chover, nevar, fazer calor, fazer frio, entre outros. Nesses casos, o verbo fica sempre no singular, independentemente do complemento da frase. Exemplo: Está chovendo muito forte.
  • Expressões numéricas: Quando uma expressão numérica é seguida de um substantivo, o verbo concorda com o substantivo, e não com o numeral. Exemplo: Dois dias foram suficientes para resolver o problema.

Passando Frases para o Plural

Para passar as frases para o plural, é preciso identificar o sujeito da frase e seus complementos, e fazer a concordância nominal e verbal de acordo com as regras explicadas anteriormente.

Exemplo:

Frase no singular: O cachorro late à noite.

Frase no plural: Os cachorros latem à noite.

Exemplo:

Frase no singular: A menina comprou uma boneca nova.

Frase no plural: As meninas compraram bonecas novas.

Conclusão

A regra de concordância verbal e nominal é fundamental para a construção de frases corretas em português. Passar as frases para o plural requer atenção aos gêneros e números dos substantivos, adjetivos e verbos, além de conhecer as exceções à regra. Praticar a escrita de frases no plural ajuda a fixar a regra e a melhorar a fluência na língua portuguesa.

FAQs

1. Qual a importância da concordância verbal e nominal na língua portuguesa?

A concordância verbal e nominal é fundamental para que as frases estejam corretas e sejam compreendidas com clareza pelos leitores ou ouvintes. Além disso, a falta de concordância pode prejudicar a comunicação e passar uma imagem negativa do emissor da mensagem.

2. Como identificar o sujeito da frase?

O sujeito da frase é o termo que pratica a ação ou sobre o qual se faz uma afirmação. Ele pode ser identificado através da pergunta “Quem?” ou “O que?” antes do verbo. Por exemplo, na frase “O cachorro late à noite”, o sujeito é “o cachorro”.

3. Quais são as principais exceções à regra de concordância verbal e nominal em português?

Algumas das principais exceções são os substantivos coletivos, verbos impessoais e as expressões numéricas. É importante conhecer essas exceções para evitar erros na escrita e na fala.

Related video of passe as frase para o plural

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait