Para O Desenvolvimento Da Tolerância Periférica

Reza July 2, 2022
Como nosso sistema imunológico nos tolera? Deviante

A tolerância periférica é um processo pelo qual o sistema imunológico aprende a não atacar as próprias células do corpo. É um mecanismo importante para evitar doenças autoimunes, como artrite reumatoide, esclerose múltipla e diabetes tipo 1.

O que é tolerância periférica?

A tolerância periférica é um processo pelo qual o sistema imunológico aprende a reconhecer e não atacar as próprias células do corpo. É um mecanismo importante para evitar doenças autoimunes, nas quais o sistema imunológico ataca erroneamente as células saudáveis do corpo.

A tolerância periférica é alcançada através de vários mecanismos, incluindo a seleção negativa, a anergia e a supressão imunológica. Cada um desses mecanismos ajuda a prevenir a ativação de células T e B que poderiam reconhecer e atacar as próprias células do corpo.

Como funciona a seleção negativa?

A seleção negativa é um dos mecanismos pelos quais o sistema imunológico desenvolve tolerância periférica. Durante a seleção negativa, as células T e B são expostas a antígenos próprios no timo e na medula óssea, respectivamente.

Se uma célula T ou B reconhecer um antígeno próprio, ela é eliminada ou inativada. Isso ajuda a prevenir a ativação de células que poderiam atacar as próprias células do corpo.

O que é anergia?

A anergia é outro mecanismo pelo qual o sistema imunológico desenvolve tolerância periférica. Durante a anergia, as células T e B são expostas a antígenos próprios em ausência de sinais de coestimulação.

For more information, please click the button below.

Os sinais de coestimulação são necessários para ativar as células T e B. Se esses sinais não estiverem presentes, a célula T ou B se torna inativa e não é capaz de atacar as próprias células do corpo.

O que é supressão imunológica?

A supressão imunológica é outro mecanismo pelo qual o sistema imunológico desenvolve tolerância periférica. Durante a supressão imunológica, as células imunológicas são suprimidas por outras células imunológicas, chamadas células T reguladoras.

As células T reguladoras são importantes para manter a homeostase imunológica e prevenir respostas imunológicas excessivas. Elas podem suprimir a ativação de células T e B que poderiam atacar as próprias células do corpo.

Como a tolerância periférica é importante para prevenir doenças autoimunes?

A tolerância periférica é importante para prevenir doenças autoimunes, nas quais o sistema imunológico ataca erroneamente as células saudáveis do corpo. Sem tolerância periférica, as células T e B poderiam atacar as próprias células do corpo, levando a doenças autoimunes.

Por exemplo, na artrite reumatoide, as células T e B atacam as articulações, causando inflamação e danos nas articulações. Na esclerose múltipla, as células T e B atacam as células nervosas, levando a problemas neurológicos. Na diabetes tipo 1, as células T e B atacam as células produtoras de insulina no pâncreas, levando a altos níveis de açúcar no sangue.

A tolerância periférica é importante para prevenir essas doenças autoimunes, garantindo que as células T e B não ataquem as próprias células do corpo.

Como a tolerância periférica pode ser desenvolvida?

A tolerância periférica pode ser desenvolvida de várias maneiras, incluindo:

  • Seleção negativa no timo e na medula óssea
  • Anergia em células T e B
  • Supressão imunológica por células T reguladoras
  • Terapia de indução de tolerância

A terapia de indução de tolerância é uma abordagem promissora para o tratamento de doenças autoimunes. A terapia de indução de tolerância envolve a administração de antígenos próprios para induzir tolerância periférica.

Conclusão

A tolerância periférica é um processo importante pelo qual o sistema imunológico aprende a não atacar as próprias células do corpo. A tolerância periférica é alcançada através de vários mecanismos, incluindo a seleção negativa, a anergia e a supressão imunológica. A tolerância periférica é importante para prevenir doenças autoimunes, como artrite reumatoide, esclerose múltipla e diabetes tipo 1. A terapia de indução de tolerância é uma abordagem promissora para o tratamento de doenças autoimunes.

FAQs

1. A tolerância periférica pode ser desenvolvida em pessoas com doenças autoimunes?

Sim, a tolerância periférica pode ser desenvolvida em pessoas com doenças autoimunes através de terapia de indução de tolerância.

2. Quais são as vantagens da terapia de indução de tolerância em comparação com outros tratamentos para doenças autoimunes?

A terapia de indução de tolerância tem a vantagem de ser um tratamento específico para a doença, enquanto muitos outros tratamentos são imunossupressores não específicos.

3. A tolerância periférica pode ser desenvolvida em pessoas saudáveis?

Sim, a tolerância periférica é desenvolvida em pessoas saudáveis para prevenir doenças autoimunes.

Related video of para o desenvolvimento da tolerância periférica

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait