O Que Os Autores Dessas Épocas Pensavam Sobre A Matéria

Reza December 16, 2021
Estudantes de Pedagogia Resumo Jean PIAGET

A matéria sempre foi um tema de grande interesse para a humanidade, desde os tempos antigos até os dias atuais. Em diferentes épocas da história, os filósofos e cientistas tiveram diferentes ideias sobre a natureza da matéria e como ela se relaciona com o mundo ao nosso redor. Neste artigo, vamos explorar o que os autores dessas épocas pensavam sobre a matéria, desde a Grécia Antiga até a Idade Moderna.

Grécia Antiga

Na Grécia Antiga, a filosofia natural era uma das principais áreas de estudo. Os filósofos pré-socráticos, como Tales de Mileto, Anaximandro e Anaxímenes, acreditavam que a matéria era a substância fundamental do universo e que tudo o que existe é composto de um elemento básico. Tales, por exemplo, acreditava que essa substância era a água, enquanto Anaximandro acreditava que era o ápeiron, uma substância indefinida e ilimitada.

Por outro lado, os filósofos atomistas, como Demócrito e Leucipo, acreditavam que a matéria era composta de pequenas partículas indivisíveis chamadas átomos. Esses átomos eram considerados a unidade básica da matéria e eram infinitamente pequenos e indestrutíveis.

Idade Média

Durante a Idade Média, a filosofia natural foi influenciada pelo pensamento cristão e pelos ensinamentos da Igreja Católica. O filósofo e teólogo Tomás de Aquino, por exemplo, acreditava que a matéria era criada por Deus e que tudo o que existe é composto de matéria e forma. A forma é o que dá às coisas suas características distintivas, enquanto a matéria é a substância subjacente que compõe essas coisas.

Além disso, o pensamento alquímico também teve um grande impacto na compreensão da matéria durante a Idade Média. Os alquimistas acreditavam que a matéria era composta de quatro elementos básicos: terra, ar, fogo e água. Eles acreditavam que esses elementos podiam ser combinados e transformados em outras substâncias através de processos químicos.

Renascimento

No Renascimento, houve um renascimento do interesse pela filosofia natural e pela ciência. O filósofo e cientista Galileu Galilei, por exemplo, acreditava que a matéria era composta de partículas minúsculas que se moviam em um espaço vazio. Ele também acreditava que a matéria tinha propriedades como massa, densidade e volume.

For more information, please click the button below.

O filósofo e cientista inglês Francis Bacon acreditava que a natureza da matéria podia ser descoberta através da observação e experimentação. Ele acreditava que a ciência deveria se concentrar em descobrir as leis que governam o comportamento da matéria e do universo em geral.

Idade Moderna

Durante a Idade Moderna, a compreensão da matéria se tornou cada vez mais científica. O filósofo e cientista francês René Descartes acreditava que a matéria era composta de partículas infinitamente pequenas chamadas corpúsculos, que se moviam em um espaço vazio. Ele também acreditava que a matéria tinha propriedades como massa, velocidade e direção.

O cientista inglês Isaac Newton desenvolveu a teoria da gravitação universal, que explicava como as partículas de matéria se atraem mutuamente. Ele também desenvolveu as três leis do movimento, que descrevem como a matéria se move e interage com outras partículas.

Conclusão

A compreensão da matéria evoluiu ao longo da história, desde as ideias dos filósofos pré-socráticos até as teorias científicas modernas. Embora as ideias tenham mudado, a questão da natureza da matéria continua sendo um tema importante na filosofia e na ciência.

FAQs

1. Qual a importância de entender a natureza da matéria?

A compreensão da natureza da matéria é importante porque nos ajuda a entender como o universo funciona. Isso nos permite desenvolver tecnologias e avanços científicos que melhoram a vida humana e nos permitem explorar o mundo ao nosso redor.

2. Como as teorias modernas da matéria diferem das teorias antigas?

As teorias modernas da matéria são baseadas em evidências científicas e são mais precisas e detalhadas do que as teorias antigas. Elas descrevem a matéria em termos de partículas subatômicas, como elétrons, prótons e nêutrons, e explicam como essas partículas interagem umas com as outras.

3. Como as teorias da matéria afetam a vida cotidiana?

As teorias da matéria afetam a vida cotidiana de várias maneiras. Elas nos permitem desenvolver tecnologias avançadas, como computadores, telefones celulares e medicamentos, que melhoram a qualidade de vida. Elas também nos ajudam a entender o mundo ao nosso redor e a tomar decisões informadas sobre questões como saúde, meio ambiente e mudanças climáticas.

Related video of o que os autores dessas épocas pensavam sobre a matéria

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait