O Que Lutero Critica Nas Duas Teses?

Reza April 24, 2021
As 95 Teses de Lutero Curso Bíblico Online

Introdução

Martinho Lutero foi um teólogo e monge alemão do século XVI, conhecido por liderar a Reforma Protestante e por suas críticas à Igreja Católica. Em 1517, ele escreveu as 95 Teses, uma lista de argumentos contra as práticas e doutrinas da Igreja Católica, que se tornou um marco na história da Reforma. Neste artigo, vamos analisar as duas primeiras teses e entender quais foram as principais críticas de Lutero.

As duas primeiras teses

As duas primeiras teses de Lutero são as seguintes: 1. “Ao dizer: Fazei penitência (Mt 4.17), etc., o nosso Senhor e Mestre Jesus Cristo quis que toda a vida dos fiéis fosse penitência.” 2. “Esta palavra não pode ser entendida como referindo-se ao sacramento da penitência, isto é, da confissão e satisfação celebrada pelo ministério dos sacerdotes.”

O que significa a primeira tese?

Na primeira tese, Lutero está criticando a ideia de que a penitência é uma prática restrita a certos momentos da vida dos fiéis, como quando cometem um pecado grave e precisam se confessar ao padre. Ele argumenta que a penitência deve ser uma atitude constante na vida cristã, uma vez que todos os fiéis são pecadores e precisam se arrepender de seus pecados. Lutero baseia sua argumentação na passagem bíblica de Mateus 4.17, em que Jesus começa seu ministério público dizendo: “Fazei penitência, porque o Reino dos céus está próximo”. Segundo Lutero, essa frase não se refere apenas a um momento específico da vida dos fiéis, mas a toda a sua existência.

O que significa a segunda tese?

Na segunda tese, Lutero está criticando a ideia de que a penitência só pode ser realizada por meio do sacramento da confissão e satisfação, ou seja, por meio da mediação dos sacerdotes. Ele argumenta que essa prática não tem base bíblica e que os fiéis podem se arrepender diretamente a Deus, sem precisar da intermediação de um padre. Lutero se apoia em outras passagens bíblicas para sustentar sua argumentação, como 1 Timóteo 2.5, que diz: “Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem”. Segundo Lutero, Jesus é o único mediador entre Deus e os homens, e não há necessidade de um intermediário humano para a penitência.

Conclusão

Em resumo, as duas primeiras teses de Lutero criticam a ideia de que a penitência é uma prática restrita a certos momentos da vida dos fiéis e que só pode ser realizada por meio do sacramento da confissão e satisfação, mediado pelos sacerdotes. Lutero argumenta que a penitência deve ser uma atitude constante na vida cristã e que os fiéis podem se arrepender diretamente a Deus, sem precisar da intermediação de um padre.

FAQs

1. Por que as duas primeiras teses são consideradas tão importantes na Reforma Protestante?

As duas primeiras teses são importantes porque representam uma mudança fundamental na forma como os fiéis entendem a penitência e a salvação. Antes da Reforma, a penitência era vista como uma prática que só podia ser realizada por meio do sacramento da confissão e satisfação, mediado pelos sacerdotes. Lutero questiona essa prática e argumenta que os fiéis podem se arrepender diretamente a Deus, sem precisar da intermediação de um padre. Isso representa uma mudança radical na forma como os fiéis entendem sua relação com Deus e sua salvação.

For more information, please click the button below.

2. Como as teses de Lutero foram recebidas pela Igreja Católica?

As teses de Lutero foram inicialmente ignoradas pela Igreja Católica, mas logo se tornaram uma fonte de controvérsia e conflito. Lutero foi acusado de heresia e convocado a se retratar, mas ele se recusou e continuou a defender suas ideias. A disputa entre Lutero e a Igreja Católica acabou levando à Reforma Protestante e à criação de novas denominações cristãs.

3. Como as teses de Lutero ainda são relevantes hoje em dia?

As teses de Lutero continuam sendo relevantes hoje em dia porque representam uma crítica fundamental à ideia de que a salvação só pode ser alcançada por meio da mediação da igreja. Lutero argumenta que os fiéis têm acesso direto a Deus e que não precisam da intermediação de um padre ou de

Related video of o'que lutero critica nas duas teses

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait