O Que Era A Venda De Indulgências?

Reza August 11, 2022
A confissão auricular e a venda de indulgências INRI CRISTO O

A venda de indulgências foi uma prática comum na Igreja Católica Romana durante a Idade Média e o Renascimento. A ideia por trás da venda de indulgências era que as pessoas poderiam comprar o perdão pelos seus pecados e reduzir o tempo que teriam que passar no purgatório depois de morrer.

Como funcionava a venda de indulgências?

A venda de indulgências funcionava de várias maneiras. Às vezes, as pessoas podiam pagar para obter uma indulgência que lhes permitiria cometer um pecado em particular sem sofrer as consequências dele. Por exemplo, uma pessoa poderia pagar para obter uma indulgência que lhe permitiria ter um caso extraconjugal sem ser punida por Deus.

Outras vezes, as pessoas podiam pagar para obter uma indulgência que lhes permitiria reduzir o tempo que teriam que passar no purgatório depois de morrer. Por exemplo, uma pessoa poderia pagar para obter uma indulgência que reduziria o tempo que ela teria que passar no purgatório de 100 anos para 10 anos.

Alguns líderes da igreja também usavam a venda de indulgências como uma forma de arrecadar dinheiro para projetos de construção da igreja ou para financiar campanhas militares.

Por que a venda de indulgências era controversa?

Embora a venda de indulgências fosse uma prática comum na Igreja Católica Romana durante a Idade Média e o Renascimento, ela também era extremamente controversa, especialmente entre os reformadores protestantes. Os reformadores protestantes, como Martinho Lutero, argumentaram que a venda de indulgências era uma corrupção da doutrina cristã e uma forma de extorsão dos pobres.

Os reformadores protestantes também argumentaram que a venda de indulgências sugeria que o perdão de Deus podia ser comprado com dinheiro, o que era contrário aos ensinamentos da Bíblia. Eles acreditavam que o perdão de Deus era um presente gratuito que não podia ser comprado ou vendido.

For more information, please click the button below.

A venda de indulgências também foi criticada por muitos membros da igreja que acreditavam que ela minava a autoridade da igreja ao permitir que as pessoas comprassem o perdão pelos seus pecados em vez de se arrependerem genuinamente e mudarem seu comportamento.

A venda de indulgências ainda é praticada hoje em dia?

A venda de indulgências foi oficialmente abolida pela Igreja Católica Romana no Concílio de Trento em 1567. No entanto, algumas pessoas ainda acreditam que podem comprar o perdão pelos seus pecados ou reduzir o tempo que terão que passar no purgatório através de doações para a igreja ou outras formas de caridade.

Embora a Igreja Católica Romana não venda mais indulgências, ela ainda ensina que a oração, o jejum, a caridade e outras formas de penitência podem ajudar as pessoas a obter o perdão pelos seus pecados.

A venda de indulgências foi uma prática controversa na Igreja Católica Romana durante a Idade Média e o Renascimento. Embora tenha sido oficialmente abolida pela igreja em 1567, ainda existe a crença de que a doação de dinheiro ou outras formas de caridade podem ajudar as pessoas a obter o perdão pelos seus pecados. No entanto, a maioria dos cristãos acredita que o perdão de Deus é um presente gratuito que não pode ser comprado ou vendido.

FAQs

1. A venda de indulgências foi exclusiva da Igreja Católica Romana?

Não, outras igrejas cristãs também praticavam a venda de indulgências durante a Idade Média e o Renascimento. No entanto, a prática foi mais comum na Igreja Católica Romana.

2. Quais foram as consequências da venda de indulgências?

A venda de indulgências contribuiu para a corrupção da igreja durante a Idade Média e o Renascimento e foi um dos fatores que levaram à Reforma Protestante. A Reforma Protestante resultou na criação de várias novas denominações cristãs, incluindo luteranismo, calvinismo e anglicanismo.

3. Como a Igreja Católica Romana vê a venda de indulgências hoje em dia?

A Igreja Católica Romana reconhece que a venda de indulgências foi uma prática problemática no passado e a condena. A igreja enfatiza que o perdão de Deus é um presente gratuito que não pode ser comprado ou vendido e ensina que a oração, o jejum, a caridade e outras formas de penitência podem ajudar as pessoas a obter o perdão pelos seus pecados.

Related video of o que era a venda de indulgências

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait