O Que É Ética Deontológica?

Reza December 9, 2021
PPT ÉTICA DEONTOLÓGICA ÉTICA DO DEVER PowerPoint Presentation, free

A ética deontológica é uma corrente da ética que se preocupa com o cumprimento do dever moral. Ela parte do princípio de que existem regras morais que devem ser seguidas independentemente das consequências que possam advir da ação. Em outras palavras, a ética deontológica coloca o dever em primeiro lugar, antes mesmo do resultado da ação.

Origem da ética deontológica

A ética deontológica tem suas origens na filosofia grega, mais especificamente nas ideias de Platão e Aristóteles. Para esses filósofos, a moralidade era algo absoluto, ou seja, existiam princípios morais que eram universais e imutáveis. Esse pensamento foi aprimorado por Immanuel Kant, filósofo alemão que é considerado o principal representante da ética deontológica.

Kant acreditava que a moralidade não poderia ser baseada em consequências, pois isso tornaria a moralidade relativa e subjetiva. Para ele, a moralidade deveria ser baseada em princípios racionais que fossem universais e incondicionais. Dessa forma, ele desenvolveu uma teoria ética que colocava o dever moral acima de tudo, independentemente das consequências da ação.

Princípios da ética deontológica

Os princípios da ética deontológica são baseados no cumprimento do dever moral, independentemente das consequências da ação. Dessa forma, existem algumas regras que devem ser seguidas para que uma ação seja considerada moralmente correta:

1. Imperativo categórico

O imperativo categórico é o principal princípio da ética deontológica. Ele estabelece que as ações devem ser realizadas com base em princípios universais e incondicionais, ou seja, que valem para todas as pessoas em todas as situações. Segundo Kant, o imperativo categórico pode ser resumido na frase: “Age apenas segundo a máxima pela qual possas ao mesmo tempo querer que ela se torne lei universal”. Em outras palavras, as ações devem ser realizadas de forma que, se todos as realizassem, o mundo seria um lugar melhor.

2. Respeito à dignidade humana

Outro princípio importante da ética deontológica é o respeito à dignidade humana. Isso significa que as pessoas devem ser tratadas como seres autônomos, capazes de tomar suas próprias decisões e responsáveis por suas próprias ações. Além disso, todas as pessoas devem ser tratadas com igualdade e respeito, sem discriminação de qualquer tipo.

For more information, please click the button below.

3. Não causar dano aos outros

Um terceiro princípio da ética deontológica é o de não causar dano aos outros. Isso significa que as ações devem ser realizadas de forma a não prejudicar outras pessoas. Esse princípio é conhecido como princípio da não maleficência e está presente em várias áreas da ética, como na bioética e na ética médica.

Ética deontológica e ética consequencialista

Uma das principais críticas à ética deontológica é que ela não leva em consideração as consequências das ações. Para os críticos da ética deontológica, o importante não é seguir regras universais, mas sim realizar ações que produzam as melhores consequências para o maior número de pessoas. Essa corrente é conhecida como ética consequencialista.

Para os consequencialistas, a moralidade deve ser baseada no bem-estar e na felicidade das pessoas. Dessa forma, as ações devem ser realizadas de forma a maximizar o bem-estar e a felicidade, mesmo que isso signifique quebrar algumas regras morais. Em outras palavras, para os consequencialistas, o fim justifica os meios.

Apesar das críticas, a ética deontológica continua sendo uma corrente importante da ética, especialmente na área da bioética e da ética médica. Isso porque essas áreas lidam com questões que envolvem a vida e a morte, e é importante ter regras claras e universais para orientar as decisões.

Exemplos de ética deontológica

Existem vários exemplos de ética deontológica na vida cotidiana, como:

  • Um médico que se recusa a realizar um procedimento que vá contra seus princípios morais, mesmo que isso possa salvar a vida do paciente;
  • Um jornalista que se recusa a publicar uma notícia falsa, mesmo que isso possa aumentar a audiência do veículo;
  • Um policial que se recusa a aceitar um suborno, mesmo que isso possa trazer benefícios pessoais;
  • Um advogado que se recusa a defender um criminoso sabendo que ele é culpado, mesmo que isso possa trazer benefícios financeiros.

Conclusão

A ética deontológica é uma corrente da ética que se preocupa com o cumprimento do dever moral. Ela parte do princípio de que existem regras morais que devem ser seguidas independentemente das consequências que possam advir da ação. Os princípios da ética deontológica são baseados no cumprimento do dever moral, independentemente das consequências da ação. Apesar das críticas, a ética deontológica continua sendo uma corrente importante da ética, especialmente na área da bioética e da ética médica.

FAQs

1. Qual é a diferença entre ética deontológica e ética consequencialista?

A ética deontológica se preocupa com o cumprimento do dever moral, independentemente das consequências da ação. Já a ética consequencialista se preocupa com as consequências das ações, buscando maximizar o bem-estar e a felicidade das pessoas.

2. A ética deontológica é absoluta?

Sim, a ética deontológica é baseada em princípios morais universais e incondicionais, ou seja, que valem para todas as pessoas em todas as situações.

3. Qual é a importância da ética deontológica na área da bioética?

A ética deontológica é importante na área da bioética porque lida com questões que envolvem a vida e a morte, e é importante ter regras claras e universais para orientar as decisões. Além disso, a ética deontológica coloca o respeito à dignidade humana em primeiro lugar, o que é fundamental para garantir a proteção dos direitos das pessoas.

Related video of o que é ética deontológica

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait