O Poema Apresenta Em Sua Composição Vários Elementos Antitéticos

Reza June 9, 2022
O Poema Apresenta Duas Partes Representadas Pelas Duas Estrofes

Um poema pode ser definido como uma manifestação artística que utiliza a linguagem como meio de expressão. Ele pode ser composto por diversos elementos, como palavras, versos, estrofes, ritmo, métrica, entre outros. Um desses elementos, que pode ser bastante presente em diversos poemas, é a antítese.

O que é a antítese?

A antítese é uma figura de linguagem que consiste na aproximação de termos ou ideias opostas, com o objetivo de criar um contraste ou uma contraposição. Ela pode ser utilizada para destacar a diferença entre duas coisas, enfatizar a importância de uma delas, criar um efeito de surpresa ou, simplesmente, para tornar o texto mais interessante e expressivo.

Por exemplo, em um poema sobre o amor, o poeta pode utilizar a antítese para destacar a diferença entre os sentimentos de amor e ódio. Ele pode escrever algo como:

“Amor é luz, ódio é escuridão”

Nesse caso, a antítese é utilizada para criar um contraste entre duas ideias opostas, mostrando que o amor e o ódio são sentimentos completamente diferentes e que não podem coexistir.

Como a antítese pode ser utilizada em um poema?

A antítese pode ser utilizada em um poema de diversas formas, seja para criar um contraste entre duas ideias, para enfatizar a importância de uma delas, para criar um efeito de surpresa ou para tornar o texto mais expressivo. Ela pode ser utilizada em versos isolados ou em toda a composição do poema.

For more information, please click the button below.

Por exemplo, em um poema sobre a vida, o poeta pode utilizar a antítese para mostrar a dualidade de sentimentos que a vida pode trazer. Ele pode escrever algo como:

“A vida é um mar de alegrias e tristezas, de luz e escuridão, de amor e ódio”

Nesse caso, a antítese é utilizada para criar um contraste entre duas ideias opostas, mostrando que a vida é composta por momentos felizes e tristes, de luz e escuridão, de amor e ódio.

Exemplo de poema com elementos antitéticos

Um exemplo de poema que apresenta em sua composição vários elementos antitéticos é “A Máquina do Mundo”, de Carlos Drummond de Andrade. Nesse poema, o autor utiliza a antítese para mostrar a dualidade da vida, a complexidade do mundo e a relação do homem com a natureza.

Um trecho do poema exemplifica o uso da antítese:

“A máquina do mundo se entreabriu

Para quem de a romper já se esquivava

E só de o ter pensado se carpia.

Abriu-se majestosa e circunspecta,

Com seus eixos em cruz e suas correias

E suas placas de bronze reluzentes.

Eu a vi na oficina do universo,

Com clarões e estampidos e fúria,

Nas mãos do artífice, que a martelava,

Inflava, retificava e lubrificava.

Como um coração que se abre e fecha,

A máquina do mundo, em sua marcha, ora me ofusca, ora me acalma,

Porque ser máquina é ser inconstante

E nunca ter repouso nem sono.

Como um coração que pulsa e vive,

A máquina do mundo, vasta e múltipla,

Nunca será por nós plenamente compreendida,

Porque ser máquina é ser estar sempre

NO SER SENDO E NO ESTAR SENDO SEMPRE.”

Nesse trecho, podemos ver a utilização da antítese em diversas partes do poema. O autor utiliza termos opostos, como “romper” e “esquivar”, “ofuscar” e “acalmar”, “ser máquina” e “ser inconstante”, para mostrar a dualidade da vida e do mundo. Ele também utiliza a antítese para mostrar a relação do homem com a natureza, ao comparar a máquina do mundo com um coração que pulsa e vive.

Conclusão

Em resumo, a antítese é um elemento bastante presente em diversos poemas, que pode ser utilizado para criar um contraste entre ideias opostas, enfatizar a importância de uma delas, criar um efeito de surpresa ou para tornar o texto mais expressivo. Um exemplo de poema que apresenta em sua composição vários elementos antitéticos é “A Máquina do Mundo”, de Carlos Drummond de Andrade, que utiliza a antítese para mostrar a dualidade da vida e do mundo, além da relação do homem com a natureza.

FAQs

1. A antítese é utilizada apenas em poemas?

Não, a antítese pode ser utilizada em diversos tipos de textos, como prosas, discursos, músicas, entre outros. Ela é uma figura de linguagem bastante comum e pode ser utilizada em diferentes contextos.

2. A antítese sempre utiliza termos opostos?

Sim, a antítese é uma figura de linguagem que utiliza termos ou ideias opostas para criar um contraste ou uma contraposição. Ela pode ser utilizada de diferentes formas, mas sempre com a aproximação de termos opostos.

3. Qual é o efeito da antítese em um poema?

O efeito da antítese pode variar de acordo com o contexto e a intenção do autor. Ela pode ser utilizada para criar um contraste entre ideias, enfatizar a importância de uma delas, criar um efeito de surpresa ou para tornar o texto mais expressivo. Em um poema, a antítese pode ajudar a criar um ritmo e uma sonoridade diferentes, além de enfatizar a mensagem que o poeta pretende transmitir.

Related video of o poema apresenta em sua composição vários elementos antitéticos

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait