O Homem Que Sabia Javanês

Reza August 15, 2022
O Homem Que Sabia Javanês B2 Leituras Graduadas Ple Livro Impresso

“O Homem que Sabia Javanês” é um conto do escritor brasileiro Lima Barreto, publicado em 1911. O conto apresenta a história de dois amigos, Raimundo Silva e Policarpo Quaresma, que se encontram em uma casa de chá no Rio de Janeiro e travam uma conversa sobre a língua javanesa e a cultura da Indonésia.

Enredo

Raimundo Silva é um jovem mulato que trabalha como caixeiro-viajante e está sempre em contato com diferentes culturas e línguas. Em uma tarde, ele entra em uma casa de chá e encontra Policarpo Quaresma, um velho amigo que é funcionário público e tem grande interesse pela cultura brasileira.

Os dois amigos começam a conversar sobre a língua javanesa, que Raimundo Silva afirma saber. Policarpo Quaresma fica surpreso, pois a língua é muito rara no Brasil. Raimundo Silva começa a falar algumas palavras em javanês e, em seguida, conta a história de um javanês que conheceu em sua jornada como caixeiro-viajante.

O javanês, chamado Si Jagur, era um homem muito sábio e culto, que sabia tudo sobre a cultura e a história da Indonésia. Raimundo Silva e Si Jagur se tornaram amigos e passaram horas conversando sobre a língua e a cultura javanesa. Si Jagur ensinou Raimundo Silva a falar a língua e lhe deu um livro em javanês, que Raimundo Silva guarda como um tesouro.

Policarpo Quaresma fica impressionado com a história e pede para Raimundo Silva ensiná-lo a falar javanês. Raimundo Silva concorda e começa a ensinar Policarpo Quaresma, mas percebe que ele não tem muita facilidade com a língua. Mesmo assim, Policarpo Quaresma insiste em aprender e passa dias estudando o livro de Raimundo Silva.

Algum tempo depois, Raimundo Silva recebe uma carta de Si Jagur, que está voltando para a Indonésia. Si Jagur agradece a amizade de Raimundo Silva e diz que gostaria de voltar ao Brasil um dia. Raimundo Silva se emociona ao ler a carta e guarda-a junto com o livro em javanês.

For more information, please click the button below.

Temas

O conto “O Homem que Sabia Javanês” aborda diversos temas, como a amizade, a cultura, a língua e a identidade. A seguir, serão explorados os principais temas do conto:

Amizade

Um dos temas centrais do conto é a amizade entre Raimundo Silva e Si Jagur. Apesar das diferenças culturais e linguísticas, os dois homens se tornam amigos e passam horas conversando sobre a cultura javanesa. A amizade entre os dois é tão forte que Si Jagur escreve uma carta emocionada para Raimundo Silva ao se despedir dele. Além disso, a amizade entre Raimundo Silva e Policarpo Quaresma também é explorada no conto. Mesmo com dificuldades para aprender a língua javanesa, Policarpo Quaresma insiste em aprender com Raimundo Silva, o que demonstra sua admiração pelo amigo.

Cultura

O conto “O Homem que Sabia Javanês” também aborda a cultura javanesa e a cultura brasileira. Raimundo Silva é um personagem que está em contato com diferentes culturas e línguas em sua profissão de caixeiro-viajante, o que lhe permite conhecer a cultura javanesa. Ele conta para Policarpo Quaresma sobre sua amizade com Si Jagur e sobre a cultura e a história da Indonésia, o que desperta o interesse de Policarpo Quaresma pela cultura javanesa. Além disso, o conto também apresenta uma crítica à cultura brasileira, que é vista como inferior à cultura javanesa. Raimundo Silva afirma que a cultura brasileira não tem nada de interessante e que os brasileiros não se preocupam com a cultura e a educação.

Língua

A língua javanesa é um elemento importante no conto “O Homem que Sabia Javanês”. Raimundo Silva afirma saber falar a língua e ensina Policarpo Quaresma a falar também. A língua javanesa é vista como uma língua rara e difícil de ser aprendida, o que desperta o interesse de Policarpo Quaresma. Além disso, a língua também é vista como um elemento que une os povos, já que a amizade entre Raimundo Silva e Si Jagur é construída a partir da língua.

Identidade

O conto “O Homem que Sabia Javanês” também aborda a questão da identidade. Raimundo Silva é um personagem que não se encaixa nos padrões da sociedade brasileira da época, já que é mulato e trabalha como caixeiro-viajante. Ele encontra na cultura javanesa uma identidade que não encontra na cultura brasileira, o que é evidenciado quando ele afirma que a cultura brasileira não tem nada de interessante. Além disso, o conto também apresenta uma crítica à identidade brasileira, que é vista como inferior à identidade javanesa.

Conclusão

O conto “O Homem que Sabia Javanês” é uma obra que apresenta diversos temas importantes, como a amizade, a cultura, a língua e a identidade. A história de Raimundo Silva e Si Jagur mostra como a amizade pode unir pessoas de diferentes culturas e línguas e como a língua pode ser um elemento que une os povos. Além disso, o conto apresenta uma crítica à cultura e à identidade brasileiras, o que mostra a importância da valorização da cultura e da identidade de um povo.

FAQs

1. Qual é a importância da língua javanesa no conto “O Homem que Sabia Javanês”?

A língua javanesa é um elemento importante no conto, já que é vista como uma língua rara e difícil de ser aprendida. Além disso, a língua também é vista como um elemento que une os povos, já que a amizade entre Raimundo Silva e Si Jagur é construída a partir da língua.

2. Qual é a crítica à cultura brasileira presente no conto?

O conto apresenta uma crítica à cultura brasileira, que é vista como inferior à cultura javanesa. Raimundo Silva afirma que a cultura brasileira não tem nada de interessante e que os brasileiros não se preocupam com a cultura e a educação.

3. Qual é a importância da amizade no conto “O Homem que Sabia Javanês”?

A amizade é um tema central no conto, já que a amizade entre Raimundo Silva e Si Jagur mostra como a amizade pode unir pessoas de diferentes culturas e línguas. Além disso, a amizade entre Raimundo Silva e Policarpo Quaresma também é explorada no conto, o que demonstra a importância da amizade na construção de relações interpessoais.

Related video of o homem que sabia javanês

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait