O Homem Que Não Parava De Crescer

Reza December 13, 2022
O homem que não parava de crescer Marina Colasanti

Esta é a história de Robert Wadlow, o homem que não parava de crescer. Robert Wadlow nasceu em 22 de fevereiro de 1918 em Alton, Illinois, nos Estados Unidos. Ele era o mais velho de cinco irmãos e desde o nascimento já apresentava um tamanho acima da média.

A infância de Robert Wadlow

Aos seis meses de idade, Robert já pesava 10 kg e media 76 cm. Aos dois anos, ele já era mais alto que a mãe e aos quatro anos, já tinha uma altura de 1,63 m. Na escola, ele era visto como um garoto estranho e desajeitado, pois não conseguia acompanhar os outros alunos em atividades físicas e esportes.

Os médicos que examinaram Robert na época acreditavam que ele sofria de uma doença chamada gigantismo, que é uma condição médica rara em que a glândula pituitária produz um excesso de hormônio do crescimento. Isso resulta em um crescimento excessivo dos ossos e dos tecidos do corpo.

Em 1936, aos 18 anos, Robert foi reconhecido pelo Guinness Book como o homem mais alto do mundo, com uma altura de 2,72 m. Ele ainda continuaria a crescer nos próximos anos.

A vida adulta de Robert Wadlow

Robert Wadlow era uma pessoa gentil e educada, e gostava de participar de eventos públicos para promover a cidade de Alton e ajudar a arrecadar fundos para instituições de caridade. Ele era um bom aluno e tinha um QI acima da média.

No entanto, sua altura o tornava incapaz de levar uma vida normal. Ele precisava de ajuda para realizar tarefas simples, como se vestir e se alimentar. Ele não conseguia andar por longas distâncias e precisava de uma bengala para se locomover. Ele também sofria de problemas de saúde relacionados à sua condição, como má circulação sanguínea e infecções frequentes.

For more information, please click the button below.

Em 1940, Robert Wadlow foi hospitalizado devido a uma infecção no pé que não cicatrizava. Infelizmente, ele contraiu uma infecção secundária e morreu em 15 de julho de 1940, aos 22 anos de idade.

O legado de Robert Wadlow

Apesar de sua curta vida, Robert Wadlow deixou um grande legado. Ele é lembrado como uma pessoa gentil e generosa, que usou sua condição para inspirar outros e ajudar a arrecadar fundos para instituições de caridade. Ele também foi uma inspiração para muitos outros que sofrem de condições médicas raras e para aqueles que lutam para superar obstáculos na vida.

Robert Wadlow também ajudou a aumentar a conscientização sobre o gigantismo e outras condições médicas raras, e inspirou pesquisas sobre essas condições e possíveis tratamentos.

Conclusão

A história de Robert Wadlow, o homem que não parava de crescer, é uma história de superação e inspiração. Ele enfrentou muitos desafios ao longo de sua vida, mas sempre manteve uma atitude positiva e generosa. Seu legado continua a inspirar muitas pessoas hoje em dia.

FAQs

1. O que causou o crescimento excessivo de Robert Wadlow?

Robert Wadlow sofria de gigantismo, uma condição médica rara em que a glândula pituitária produz um excesso de hormônio do crescimento. Isso resulta em um crescimento excessivo dos ossos e dos tecidos do corpo.

2. Qual foi a altura máxima de Robert Wadlow?

Robert Wadlow foi reconhecido pelo Guinness Book como o homem mais alto do mundo, com uma altura de 2,72 m.

3. Como Robert Wadlow ajudou a aumentar a conscientização sobre condições médicas raras?

Robert Wadlow ajudou a aumentar a conscientização sobre condições médicas raras ao participar de eventos públicos e promover a conscientização sobre o gigantismo e outras condições médicas raras. Ele também inspirou pesquisas sobre essas condições e possíveis tratamentos.

Related video of o homem que não parava de crescer

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait