O Bêbado E O Equilibrista Análise

Reza December 16, 2022
O Bêbado e a Equilibrista Análise Prof. Zé Bonner YouTube

Contexto Histórico

“O Bêbado e o Equilibrista” é uma música que foi gravada pela primeira vez em 1979 por João Bosco, com letra escrita por Aldir Blanc. A canção se tornou um hino da resistência à ditadura militar no Brasil e um símbolo da luta pela democracia. Na época em que a música foi lançada, o Brasil estava sob o comando dos militares desde 1964. O país vivia sob censura e repressão, com muitas pessoas sendo presas, torturadas e mortas pelo regime. A música de João Bosco e Aldir Blanc se tornou um sucesso imediato entre os brasileiros que buscavam uma forma de se expressar contra a ditadura.

Letra da Música

A letra de “O Bêbado e o Equilibrista” é cheia de metáforas e analogias que falam sobre a luta pela liberdade e a resistência à opressão. A música começa com os versos: “Caía a tarde feito um viaduto E um bêbado trajando luto Me lembrou Carlitos” Nesses versos, a tarde é comparada a um viaduto que está caindo, como se fosse o fim do mundo. O bêbado vestido de preto é uma referência ao personagem Carlitos, interpretado por Charlie Chaplin, que lutava contra a injustiça e a opressão nos seus filmes. A música continua com os versos: “Cheguei a tempo de ouvir o doutor dizer Que o Carlitos que ainda vive na lembrança É como a luz que se apaga Mas a gente não quer que ele se vá” Nesses versos, o “doutor” é uma referência ao regime militar, que tentava apagar a memória das pessoas sobre a luta pela liberdade. O Carlitos que “ainda vive na lembrança” é uma referência à resistência contra a ditadura. A música fala sobre a importância de manter a memória e a luta pela liberdade viva, mesmo em tempos difíceis. A música também faz referência a outros personagens e situações que simbolizam a luta pela liberdade. Por exemplo, os versos: “Era o relógio da Matriz Que dizia que eu estava atrasado Pros carnavais que ainda não aconteceram” Nesses versos, o relógio da igreja matriz é uma referência à contagem regressiva para a liberdade. Os “carnavais que ainda não aconteceram” são uma referência à esperança de que um dia o Brasil seria livre novamente.

Significado da Música

“O Bêbado e o Equilibrista” se tornou um hino da resistência à ditadura militar no Brasil por causa do seu significado profundo e da forma como a música fala sobre a luta pela liberdade. A música fala sobre a importância de manter a memória viva da luta pela liberdade, mesmo em tempos difíceis. Ela também fala sobre a esperança de que um dia o Brasil seria livre novamente, mesmo que isso parecesse impossível na época em que a música foi lançada. Além disso, a música usa metáforas e analogias para falar sobre a resistência contra a opressão. O bêbado que se equilibra na corda bamba é uma referência à luta pela liberdade, que é difícil e perigosa, mas que precisa ser feita mesmo assim.

Conclusão

“O Bêbado e o Equilibrista” é uma música que se tornou um símbolo da luta pela democracia no Brasil. A letra da música fala sobre a importância de manter a memória viva da luta pela liberdade, mesmo em tempos difíceis, e sobre a esperança de que um dia o Brasil seria livre novamente. A música usa metáforas e analogias para falar sobre a resistência contra a opressão, e se tornou um hino da resistência à ditadura militar no Brasil. Mesmo hoje, muitos anos depois, a música ainda é lembrada e cantada como uma forma de se expressar contra a opressão e a injustiça.

FAQs

Qual é o contexto histórico da música “O Bêbado e o Equilibrista”?

A música foi lançada em 1979, durante a ditadura militar no Brasil. Na época, o país vivia sob censura e repressão, com muitas pessoas sendo presas, torturadas e mortas pelo regime. A música se tornou um hino da resistência à ditadura militar no Brasil e um símbolo da luta pela democracia.

Por que “O Bêbado e o Equilibrista” se tornou um símbolo da luta pela democracia no Brasil?

A música se tornou um símbolo da luta pela democracia no Brasil por causa do seu significado profundo e da forma como a música fala sobre a luta pela liberdade. A letra da música fala sobre a importância de manter a memória viva da luta pela liberdade, mesmo em tempos difíceis, e sobre a esperança de que um dia o Brasil seria livre novamente.

For more information, please click the button below.

Por que “O Bêbado e o Equilibrista” ainda é lembrada e cantada hoje em dia?

Mesmo hoje, muitos anos depois, a música ainda é lembrada e cantada como uma forma de se expressar contra a opressão e a injustiça. A música se tornou um hino da resistência à ditadura militar no Brasil e um símbolo da luta pela democracia, e continua sendo uma forma de lembrar a importância da liberdade e da justiça.

Related video of o bêbado e o equilibrista análise

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait