Existência De Regulamento Para Irradiação De Alimentos No Brasil

Reza July 9, 2022
Nutrição Escolástica Rosa ARTIGO IRRADIAÇÃO DE ALIMENTOS

A irradiação de alimentos é uma técnica que utiliza radiações ionizantes para reduzir a quantidade de microrganismos presentes nos alimentos, aumentando sua vida útil e segurança para o consumo humano. Essa técnica pode ser utilizada em diversas categorias de alimentos, como frutas, vegetais, carnes, especiarias, entre outros.

No Brasil, a irradiação de alimentos é regulamentada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), que estabelece os requisitos e limites para a utilização dessa técnica.

Regulamentação da ANVISA

A ANVISA é a responsável pela regulamentação e fiscalização da irradiação de alimentos no Brasil. A agência estabelece os requisitos e limites para a utilização da técnica, garantindo a segurança alimentar e a proteção da saúde dos consumidores.

Os principais regulamentos da ANVISA relacionados à irradiação de alimentos são:

  • RDC nº 21, de 26 de janeiro de 2001 – Regulamento Técnico para a Irradiação de Alimentos;
  • RDC nº 42, de 29 de agosto de 2013 – Regulamento Técnico para Aditivos Aromatizantes e suas Misturas em Alimentos;
  • RDC nº 43, de 29 de agosto de 2013 – Regulamento Técnico para Aditivos Alimentares e suas Misturas em Alimentos.

Requisitos para a irradiação de alimentos

Para que um alimento possa ser irradiado, é necessário que ele atenda aos requisitos estabelecidos pela ANVISA. Dentre os principais requisitos estão:

  • O alimento deve ser seguro e próprio para consumo humano;
  • A técnica de irradiação deve ser adequada ao tipo de alimento e aos objetivos desejados;
  • A dose de radiação deve ser controlada e monitorada de acordo com as normas estabelecidas;
  • O alimento irradiado deve ser identificado e rotulado de forma clara e precisa, informando ao consumidor sobre a utilização da técnica e seus efeitos sobre o alimento.

Benefícios e riscos da irradiação de alimentos

A irradiação de alimentos pode trazer diversos benefícios para a indústria alimentícia e para os consumidores. Dentre os principais benefícios estão:

For more information, please click the button below.
  • Aumento da vida útil dos alimentos;
  • Redução da quantidade de microrganismos, como bactérias, fungos e vírus, presentes nos alimentos;
  • Redução do uso de pesticidas e conservantes químicos nos alimentos;
  • Melhoria da segurança alimentar, reduzindo o risco de contaminação por microrganismos patogênicos.

No entanto, a irradiação de alimentos também apresenta riscos que devem ser considerados. Dentre os principais riscos estão:

  • Possibilidade de alteração da qualidade sensorial dos alimentos, como sabor, textura e aroma;
  • Possibilidade de formação de compostos químicos que podem ser prejudiciais à saúde;
  • Possibilidade de redução do valor nutricional dos alimentos.

Conclusão

A irradiação de alimentos é uma técnica regulamentada pela ANVISA no Brasil, que estabelece os requisitos e limites para sua utilização. A técnica apresenta vantagens e desvantagens, e deve ser utilizada de forma adequada e controlada para garantir a segurança alimentar e a proteção da saúde dos consumidores.

FAQs

1. Todos os alimentos podem ser irradiados?

Não, nem todos os alimentos podem ser irradiados. A técnica deve ser adequada ao tipo de alimento e aos objetivos desejados.

2. A irradiação de alimentos é segura para o consumo humano?

Sim, a irradiação de alimentos é segura para o consumo humano, desde que a técnica seja utilizada de forma adequada e controlada.

3. Como identificar um alimento irradiado?

Os alimentos irradiados devem ser identificados e rotulados de forma clara e precisa, informando ao consumidor sobre a utilização da técnica e seus efeitos sobre o alimento.

Related video of no brasil existe regulamento para irradiação de alimentos

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait