Não Se Gerencia O Que Não Se Mede

Reza January 21, 2023
Pin em Carreira

O ditado popular “não se gerencia o que não se mede” é uma frase que tem sido amplamente usada no mundo dos negócios. Ela basicamente significa que é impossível gerenciar algo que não é medido, pois não se pode avaliar se algo está progredindo ou não, identificar problemas e oportunidades de melhoria.

Origem da frase

A origem da frase remonta à década de 1950, quando o físico e engenheiro de qualidade William Edwards Deming começou a trabalhar no Japão. Lá, ele ensinou os japoneses a importância da medição e da análise de dados para melhorar a qualidade dos produtos e processos.

Deming acreditava que sem medição, não há gerenciamento eficaz. Ele defendia que as empresas precisam medir tudo o que é importante para elas, desde o desempenho financeiro até a satisfação do cliente, para que possam tomar decisões informadas.

A importância da medição

A medição é importante porque fornece informações precisas e objetivas sobre como as coisas estão sendo feitas e como elas estão progredindo. Sem medição, as empresas ficam no escuro, sem saber se estão indo na direção certa. Isso pode levar a decisões equivocadas e a desperdício de recursos.

Por exemplo, se uma empresa não medir sua satisfação do cliente, ela pode estar perdendo clientes sem saber o motivo. Se ela não medir seus custos, pode estar gastando mais do que deveria e prejudicando sua rentabilidade. E se ela não medir o desempenho de seus funcionários, pode estar perdendo oportunidades de melhorias e de reconhecimento.

Como medir?

Existem diversas formas de medir, dependendo do que se quer avaliar. Algumas das principais formas de medição são:

For more information, please click the button below.
  • Indicadores de desempenho: São métricas que medem o progresso em relação a metas específicas. Por exemplo, indicadores financeiros como lucro, receita e margem de lucro.
  • Pesquisas de satisfação do cliente: São questionários que buscam avaliar o grau de satisfação dos clientes em relação a produtos e serviços. Podem ser realizadas por telefone, email, formulários online, entre outros.
  • Auditorias: São inspeções sistemáticas para avaliar se as atividades e processos estão sendo realizados de acordo com as normas e regulamentos. Podem ser internas ou externas.
  • Feedback dos funcionários: São opiniões e sugestões dos funcionários sobre a empresa e seus processos. Podem ser coletados por meio de entrevistas, formulários ou reuniões.

Benefícios da medição

A medição traz vários benefícios para as empresas, como:

  • Tomada de decisões informadas: Com informações precisas e objetivas, as empresas podem tomar decisões mais acertadas e evitar decisões errôneas baseadas em suposições.
  • Oportunidades de melhoria: A medição ajuda a identificar potenciais problemas e oportunidades de melhoria. Dessa forma, as empresas podem agir proativamente e fazer mudanças antes que seja tarde demais.
  • Maior eficiência: Com a medição, as empresas podem identificar atividades que estão consumindo mais recursos do que deveriam e encontrar maneiras de torná-las mais eficientes.
  • Melhora na qualidade: A medição ajuda a identificar problemas de qualidade e a encontrar soluções para melhorar a qualidade dos produtos e serviços.

Conclusão

Em resumo, o ditado popular “não se gerencia o que não se mede” é uma frase que resume a importância da medição para o gerenciamento eficaz de empresas. Sem medição, as empresas ficam no escuro, sem saber se estão indo na direção certa. Com medição, elas podem tomar decisões informadas, identificar problemas e oportunidades de melhoria, aumentar a eficiência e melhorar a qualidade dos produtos e serviços.

FAQs

1. Como escolher os indicadores de desempenho?

Os indicadores de desempenho devem ser escolhidos com base nos objetivos da empresa e nas áreas que precisam ser melhoradas. Eles devem ser mensuráveis, relevantes e específicos. Alguns exemplos de indicadores de desempenho comuns incluem lucro, receita, margem de lucro, tempo de ciclo, taxa de defeitos, entre outros.

2. Como garantir que as pesquisas de satisfação do cliente sejam confiáveis?

Para garantir que as pesquisas de satisfação do cliente sejam confiáveis, é importante seguir algumas práticas recomendadas, como:

  • Usar uma amostra representativa dos clientes.
  • Usar um questionário padronizado e testado para garantir que as perguntas sejam claras e objetivas.
  • Garantir a confidencialidade das respostas dos clientes.
  • Analisar os resultados de forma imparcial e objetiva.

3. Como garantir que as auditorias sejam imparciais?

Para garantir que as auditorias sejam imparciais, é importante ter um processo claro e transparente de escolha dos auditores. Eles devem ser selecionados com base em sua experiência e conhecimento, e não por relacionamentos pessoais. Além disso, é importante que os auditores sigam um código de ética e conduta profissional que garanta a imparcialidade e a objetividade.

Related video of não se gerencia o que não se mede

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait