A Filosofia Que Predominou Na Idade Média

Reza July 7, 2021
Mas A Filosofia Que Predominou Na Idade Média Foi A ASKBRAIN

A Idade Média foi um período histórico que durou cerca de mil anos, entre os séculos V e XV, e que foi marcado por profundas mudanças sociais, políticas, religiosas e culturais. Nesse contexto, a filosofia teve um papel muito importante, pois foi através dela que se buscou compreender o mundo e o ser humano.

O que é a filosofia?

A filosofia é uma disciplina que busca compreender a realidade por meio da razão. Ela se dedica a refletir sobre questões fundamentais, como a existência, a verdade, a moral, a justiça, entre outras. A filosofia se baseia em argumentos lógicos e em uma visão crítica e reflexiva sobre o mundo.

A filosofia na Idade Média

Durante a Idade Média, a filosofia teve uma grande importância, pois foi através dela que se buscou compreender a natureza da realidade e do ser humano. No entanto, a filosofia medieval se desenvolveu de uma forma diferente da filosofia clássica grega. Enquanto a filosofia grega se baseava na razão e na observação empírica, a filosofia medieval se baseava na fé e na autoridade da Igreja Católica.

Por isso, a filosofia medieval se desenvolveu sob a influência do cristianismo e da teologia. Os filósofos medievais buscavam compreender a natureza de Deus e a relação entre a fé e a razão. Eles se dedicaram a refletir sobre questões como a existência de Deus, a criação do mundo, a natureza da alma humana, a liberdade e a moral.

A filosofia medieval e a Escolástica

A filosofia medieval se desenvolveu principalmente no âmbito da Escolástica, que foi uma corrente filosófica que se baseava na reconciliação entre a fé e a razão. A Escolástica teve como principal representante Santo Tomás de Aquino, que foi um filósofo e teólogo italiano do século XIII.

Santo Tomás de Aquino defendia que a fé e a razão eram complementares e que ambas eram necessárias para se compreender a natureza da realidade. Ele desenvolveu uma filosofia que se baseava na lógica aristotélica e na teologia cristã. Para Santo Tomás, a razão era capaz de compreender a existência de Deus e a natureza da realidade, mas a fé era necessária para se compreender a revelação divina.

For more information, please click the button below.

Além de Santo Tomás de Aquino, outros filósofos medievais importantes foram Santo Agostinho, Boécio, Pedro Abelardo, Guilherme de Ockham, entre outros. Cada um desses filósofos desenvolveu uma visão particular sobre as questões fundamentais da filosofia.

Conclusão

Em resumo, a filosofia que predominou na Idade Média foi a filosofia medieval, que se desenvolveu sob a influência do cristianismo e da teologia. A filosofia medieval se baseava na reconciliação entre a fé e a razão e teve como principal representante a Escolástica, que se desenvolveu sob a influência de Santo Tomás de Aquino.

FAQs

1. Qual a diferença entre a filosofia grega e a filosofia medieval?

A filosofia grega se baseava na razão e na observação empírica, enquanto a filosofia medieval se baseava na fé e na autoridade da Igreja Católica.

2. Quem foi Santo Tomás de Aquino?

Santo Tomás de Aquino foi um filósofo e teólogo italiano do século XIII e é considerado o principal representante da Escolástica.

3. Quais foram as principais questões abordadas pela filosofia medieval?

A filosofia medieval se dedicou a refletir sobre questões como a existência de Deus, a criação do mundo, a natureza da alma humana, a liberdade e a moral.

Related video of mas a filosofia que predominou na idade média foi a

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait