Linha Do Tempo Do Filme Políticas De Saúde No Brasil

Reza October 1, 2021
Linha do tempo da história da saúde no Brasil Filmes e Livros

O Brasil é um país que passou por diversas mudanças políticas e sociais ao longo dos anos, e isso também se reflete na área da saúde. Desde a época do Império até os dias atuais, houve uma série de políticas públicas e reformas no sistema de saúde brasileiro. O filme Políticas de Saúde no Brasil retrata essa trajetória, e esta linha do tempo tem como objetivo apresentar os principais marcos históricos da saúde pública no país.

Império (1822-1889)

  • 1828: Criação da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, uma das primeiras instituições de saúde pública do país.
  • 1832: Criação do primeiro curso de medicina no Brasil, pela Faculdade de Medicina da Bahia.
  • 1850: Lei de Terras, que estabeleceu a propriedade privada da terra no país e contribuiu para o surgimento de grandes latifúndios e a concentração de riquezas.
  • 1889: Proclamação da República, que marcou o fim da monarquia e o início de uma nova era na política brasileira.

República Velha (1889-1930)

  • 1891: Promulgação da primeira Constituição da República, que estabeleceu a descentralização do poder e a autonomia dos estados.
  • 1904: Campanha de Oswaldo Cruz contra a febre amarela e a varíola, que resultou na criação do Instituto Soroterápico Federal (atual Fiocruz) e na modernização do sistema de saúde pública.
  • 1917: Criação do Departamento Nacional de Saúde Pública, que tinha como missão coordenar as políticas de saúde em todo o país.

Era Vargas (1930-1945)

  • 1930: Golpe de Estado que levou Getúlio Vargas ao poder e marcou o início da chamada “Era Vargas”.
  • 1937: Promulgação da Constituição autoritária, que instituiu o Estado Novo e suspendeu as liberdades democráticas.
  • 1941: Criação do Ministério da Saúde e Educação, que unificou as políticas de saúde e educação em nível federal.

Pós-Guerra (1945-1964)

  • 1946: Promulgação da Constituição democrática, que restabeleceu as liberdades civis e políticas no país.
  • 1953: Criação do Serviço Nacional de Tuberculose, que tinha como objetivo combater a doença que ainda era uma das principais causas de morte no país.
  • 1961: Criação da Previdência Social, que estabeleceu o direito à assistência médica e hospitalar para os trabalhadores brasileiros.

Ditadura Militar (1964-1985)

  • 1964: Golpe de Estado que derrubou o presidente João Goulart e instaurou a ditadura militar no país.
  • 1966: Criação do Instituto Nacional de Previdência Social (INPS), que unificou os sistemas de previdência e saúde.
  • 1973: Criação do Sistema Nacional de Saúde (SNS), que tinha como objetivo garantir o acesso universal à saúde para toda a população.

Redemocratização (1985-1994)

  • 1988: Promulgação da Constituição cidadã, que estabeleceu o direito à saúde como um dever do Estado e um direito de todos os cidadãos.
  • 1990: Criação do Sistema Único de Saúde (SUS), que reorganizou o sistema de saúde pública do país e instituiu o acesso universal, integral e gratuito à saúde.
  • 1993: Criação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que regulamentou o setor de saúde privada no país.

Atualidade (1994-2021)

  • 1996: Criação da Política Nacional de Medicamentos, que estabeleceu diretrizes para a produção, distribuição e uso racional de medicamentos no país.
  • 2011: Criação do Programa Mais Médicos, que tinha como objetivo levar médicos para regiões remotas e carentes do país.
  • 2020: Início da pandemia de COVID-19, que colocou o sistema de saúde brasileiro sob grande pressão e evidenciou as desigualdades sociais e regionais no acesso à saúde.

Conclusão

A saúde pública no Brasil passou por uma série de transformações ao longo da história, desde a época do Império até os dias atuais. A criação do SUS em 1990 foi um marco fundamental na garantia do acesso universal, integral e gratuito à saúde para toda a população brasileira. No entanto, ainda existem desafios a serem enfrentados, como a desigualdade no acesso à saúde entre as diferentes regiões e grupos sociais do país, e a falta de investimentos adequados no setor de saúde. É importante continuar lutando por uma saúde pública de qualidade e por políticas de saúde que atendam às necessidades da população brasileira.

FAQs

1. O que é o SUS?

O Sistema Único de Saúde (SUS) é o sistema público de saúde do Brasil, criado em 1990, que tem como objetivo garantir o acesso universal, integral e gratuito à saúde para toda a população brasileira.

2. Quais são os principais desafios da saúde pública no Brasil?

Entre os principais desafios da saúde pública no Brasil estão a desigualdade no acesso à saúde entre as diferentes regiões e grupos sociais do país, a falta de investimentos adequados no setor de saúde, a falta de profissionais de saúde em algumas áreas do país, a falta de equipamentos e infraestrutura adequados, e a necessidade de ampliar e qualificar os serviços de saúde.

3. Como a pandemia de COVID-19 afetou o sistema de saúde brasileiro?

A pandemia de COVID-19 colocou o sistema de saúde brasileiro sob grande pressão, especialmente nas regiões mais pobres e carentes do país. A falta de leitos, respiradores e equipamentos de proteção individual, aliado à falta de recursos e investimentos adequados no setor de saúde, tornou a situação ainda mais crítica. Além disso, a pandemia evidenciou as desigualdades sociais e regionais no acesso à saúde no Brasil.

For more information, please click the button below.

Related video of linha do tempo do filme políticas de saúde no brasil

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait