Lei Maria Da Penha Redação Nota 1000

Reza November 26, 2022
Redação nota 1000 Nathalia Rebelo

A Lei Maria da Penha é um marco na luta contra a violência doméstica e familiar no Brasil. Ela foi criada em 2006, inspirada na história de Maria da Penha Maia Fernandes, uma farmacêutica que foi vítima de violência doméstica por seu marido durante 23 anos. A lei foi criada para proteger mulheres que sofrem violência doméstica e familiar, e tem como objetivo principal prevenir, punir e erradicar a violência contra a mulher.

Redação Nota 1000

A Lei Maria da Penha é um tema recorrente nas redações do ENEM e de outros vestibulares. Muitos estudantes se preocupam em escrever uma redação que atenda aos critérios de correção e que possa garantir uma nota alta. Para isso, é importante entender o que é esperado de uma redação sobre a Lei Maria da Penha.

Uma redação nota 1000 sobre a Lei Maria da Penha deve apresentar uma análise crítica sobre o tema, com argumentos bem fundamentados e uma proposta de solução para o problema da violência doméstica e familiar. Além disso, a redação deve respeitar as normas da língua portuguesa e apresentar uma estrutura coesa e coerente.

Estrutura da Redação

Uma redação sobre a Lei Maria da Penha deve seguir a estrutura básica de uma redação dissertativa-argumentativa, que é composta por:

  • Introdução
  • Desenvolvimento
  • Conclusão

A introdução deve apresentar o tema da redação e contextualizá-lo, mostrando a importância da Lei Maria da Penha no combate à violência doméstica e familiar. Além disso, a introdução deve apresentar a tese da redação, ou seja, a posição do autor sobre o tema.

O desenvolvimento é a parte mais importante da redação, pois é onde o autor deve apresentar seus argumentos e evidências para defender sua tese. Nessa parte, é importante apresentar dados e estatísticas que mostrem a gravidade do problema da violência doméstica e familiar no Brasil, bem como exemplos de casos reais que ilustrem a importância da Lei Maria da Penha. É importante também apresentar a perspectiva de diferentes grupos envolvidos no tema, como as vítimas, os agressores, os profissionais que atuam na área, entre outros.

For more information, please click the button below.

A conclusão deve retomar a tese apresentada na introdução e reforçá-la com base nos argumentos apresentados no desenvolvimento. Além disso, a conclusão deve apresentar uma proposta de solução para o problema da violência doméstica e familiar, que pode ser uma sugestão de política pública, uma proposta de conscientização da sociedade, entre outras possibilidades.

Argumentos para a Redação

Para escrever uma redação nota 1000 sobre a Lei Maria da Penha, é importante apresentar argumentos bem fundamentados e embasados em dados e estatísticas. Alguns dos principais argumentos que podem ser utilizados são:

  • A violência doméstica e familiar é um problema grave no Brasil, que afeta milhares de mulheres todos os anos.
  • A Lei Maria da Penha é um instrumento importante no combate à violência doméstica e familiar, pois prevê medidas de proteção às vítimas e punição aos agressores.
  • A Lei Maria da Penha é uma referência internacional no combate à violência contra a mulher, e tem sido utilizada como modelo por outros países.
  • Ainda há muito a ser feito para garantir a efetividade da Lei Maria da Penha, como a melhoria da estrutura dos órgãos responsáveis pela aplicação da lei e a conscientização da sociedade sobre a gravidade do problema.

Exemplo de Redação

Para ilustrar como uma redação nota 1000 sobre a Lei Maria da Penha pode ser escrita, apresentamos abaixo um exemplo de redação:

Desde a criação da Lei Maria da Penha, em 2006, a violência doméstica e familiar deixou de ser um tema invisível na sociedade brasileira. A Lei, que leva o nome de uma vítima de violência doméstica que lutou durante anos por justiça, é um marco na luta contra a violência contra a mulher e tem sido utilizada como modelo por outros países. No entanto, ainda há muito a ser feito para garantir a efetividade da Lei e proteger as mulheres que sofrem violência doméstica e familiar.

Os números mostram a gravidade do problema da violência doméstica e familiar no Brasil. Segundo dados do Ministério da Saúde, a cada 2 segundos uma mulher é vítima de agressão física ou verbal no país. Além disso, o número de feminicídios tem aumentado nos últimos anos, o que mostra a urgência de medidas efetivas para combater a violência contra a mulher.

A Lei Maria da Penha é um instrumento importante no combate à violência doméstica e familiar. Ela prevê medidas de proteção às vítimas, como a proibição do agressor de se aproximar da vítima, e a punição aos agressores, que podem ser presos em flagrante ou ter a prisão preventiva decretada. Além disso, a Lei prevê a criação de órgãos especializados para atender as vítimas de violência doméstica e familiar, como os Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.

No entanto, ainda há desafios a serem enfrentados para garantir a efetividade da Lei Maria da Penha. Um dos principais problemas é a falta de estrutura dos órgãos responsáveis pela aplicação da Lei, como os Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. Muitas vezes, as vítimas não conseguem acesso à Justiça devido à falta de estrutura dos Juizados, o que acaba perpetuando a violência doméstica e familiar. Além disso, a conscientização da sociedade sobre a gravidade do problema da violência contra a mulher ainda é insuficiente, o que contribui para a perpetuação da violência.

Para garantir a efetividade da Lei Maria da Penha, é necessário investir na melhoria da estrutura dos órgãos responsáveis pela aplicação da Lei e na conscientização da sociedade sobre a gravidade do problema da violência contra a mulher. É preciso também garantir que as vítimas de violência doméstica e familiar tenham acesso à Justiça e às medidas de proteção previstas na Lei, de forma a garantir sua segurança e proteção.

Conclusão

A Lei Maria da Penha é um marco na luta contra a violência doméstica e familiar no Brasil. Ela tem sido utilizada como modelo por outros países e tem contribuído para a conscientização da sociedade sobre a gravidade do problema da violência contra a mulher. No entanto, ainda há muito a ser feito para garantir a efetividade da Lei e proteger as mulheres que sofrem violência doméstica e familiar. É preciso investir na melhoria da estrutura dos órgãos responsáveis pela aplicação da Lei e na conscientização da sociedade sobre a gravidade do problema, de forma a garantir a proteção e a segurança das vítimas de violência doméstica e familiar.

FAQs

1. O que é a Lei Maria da Penha?

A Lei Maria da Penha é uma lei brasileira, criada em 2006, que tem como objetivo proteger mulheres que sofrem violência doméstica e familiar. Ela prevê medidas de proteção às vítimas e punição aos agressores, e é considerada um marco na luta contra a violência contra a mulher.

2. Como escrever uma redação nota 1000 sobre a Lei Maria da Penha?

Para escrever uma redação nota 1000 sobre a Lei Maria da Penha, é importante apresentar uma análise crítica sobre o tema, com argumentos bem fundamentados e uma proposta de solução para o problema da violência doméstica e familiar. Além disso, a redação deve respeitar as normas da língua portuguesa e apresentar uma estrutura coesa e coerente.

Related video of lei maria da penha redação nota 1000

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait