Freud: Estudos Sobre A Histeria

Reza May 12, 2022
ESCRITOS SOBRE LA HISTERIA SIGMUND FREUD 9788420672083

Introdução

Sigmund Freud, o pai da psicanálise, é um dos nomes mais conhecidos dentro da psicologia e da psiquiatria. Seus estudos e teorias influenciaram não apenas essas áreas, mas também a cultura popular e a sociedade em geral. Um dos trabalhos mais importantes de Freud foi a obra “Estudos sobre a Histeria”, publicada em 1895 em coautoria com Joseph Breuer. Neste artigo, vamos entender o que foi a histeria, como era tratada na época e como os estudos de Freud e Breuer mudaram a forma como a psicologia e a psiquiatria lidam com essa condição hoje.

O que é a histeria?

A histeria é uma condição psicológica que se manifesta através de sintomas físicos que não possuem uma causa orgânica. Na história, a histeria era considerada uma condição exclusivamente feminina e era caracterizada por sintomas como desmaios, tremores, paralisias, convulsões, entre outros. Na época em que Freud e Breuer publicaram seus estudos, a histeria era tratada principalmente com terapias físicas, como massagens, banhos, inalações e eletrochoques. A ideia por trás dessas terapias era de que a histeria era causada por um excesso de energia sexual acumulada no corpo.

Estudos sobre a Histeria

Em “Estudos sobre a Histeria”, Freud e Breuer apresentaram uma nova abordagem para a compreensão e tratamento da histeria. Eles propuseram que os sintomas físicos da condição eram causados por traumas psicológicos passados que haviam sido reprimidos e não processados adequadamente. Para validar essa teoria, Freud e Breuer entrevistaram diversas pacientes com histeria e descobriram que todas elas haviam passado por eventos traumáticos em suas vidas. Esses eventos podiam ser desde um acidente de carruagem até um abuso sexual na infância. A partir desses estudos, Freud e Breuer desenvolveram a técnica da “cura pela fala”, em que os pacientes eram encorajados a falar sobre seus traumas e emoções reprimidas. Essa técnica se tornou a base da psicanálise e teve um grande impacto na forma como a psicologia e a psiquiatria tratam a histeria e outras condições psicológicas até hoje.

Conclusão

Os “Estudos sobre a Histeria” foram um marco na história da psicologia e da psiquiatria. As teorias e técnicas desenvolvidas por Freud e Breuer mudaram a forma como a histeria e outras condições psicológicas são compreendidas e tratadas hoje em dia. A partir desses estudos, foi possível perceber que a histeria e outras condições psicológicas não eram causadas exclusivamente por fatores físicos, mas sim por traumas e emoções reprimidas que precisavam ser processados e tratados adequadamente.

FAQs

1. A histeria ainda é considerada uma condição exclusivamente feminina?

Não. Hoje em dia, sabe-se que a histeria pode afetar pessoas de qualquer gênero e identidade de gênero.

2. A técnica da “cura pela fala” ainda é utilizada na psicanálise?

Sim. A técnica da “cura pela fala” continua sendo uma das principais ferramentas da psicanálise e é utilizada para tratar diversas condições psicológicas.

For more information, please click the button below.

3. Os “Estudos sobre a Histeria” foram bem recebidos na época em que foram publicados?

Não completamente. Os estudos foram bastante controversos na época e muitos médicos e cientistas criticaram as teorias e técnicas propostas por Freud e Breuer. No entanto, ao longo do tempo, as ideias apresentadas nos “Estudos sobre a Histeria” foram ganhando mais aceitação e se tornaram uma parte importante da história da psicologia e da psiquiatria.

Related video of freud estudos sobre a histeria

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait