Esofagite Grau B De Los Angeles

Reza April 2, 2022
Esofagite erosiva Los Angeles Endoscopia Terapêutica

A esofagite grau B de Los Angeles é uma condição médica que afeta o esôfago, o tubo muscular que conecta a garganta ao estômago. Ela ocorre quando o ácido do estômago retorna ao esôfago, causando inflamação e irritação na mucosa esofágica. A esofagite de Los Angeles é classificada em quatro graus, sendo o grau B o segundo mais grave.

Causas

A esofagite grau B de Los Angeles é causada pelo refluxo gastroesofágico (RGE). O refluxo ocorre quando o esfíncter esofágico inferior (EEI), uma válvula muscular que separa o esôfago do estômago, não fecha adequadamente após a passagem do alimento. Isso permite que o ácido estomacal retorne ao esôfago, causando danos à mucosa esofágica.

Algumas das causas do RGE incluem:

  • Obesidade
  • Fumo
  • Alimentos gordurosos e picantes
  • Bebidas alcoólicas e com cafeína
  • Gravidez
  • Hérnia de hiato

Sintomas

Os sintomas da esofagite grau B de Los Angeles podem incluir:

  • Dor no peito
  • Ardor ou queimação no esôfago
  • Dificuldade para engolir
  • Má digestão
  • Náusea
  • Vômito
  • Tosse crônica
  • Rouquidão

Diagnóstico

O diagnóstico da esofagite grau B de Los Angeles é feito por meio de exames, como:

  • Endoscopia: um tubo fino e flexível com uma câmera na ponta é inserido na boca para examinar o esôfago e identificar a inflamação e lesões na mucosa;
  • Manometria esofágica: um cateter fino é inserido pela boca para medir a pressão e o movimento muscular do esôfago;
  • pHmetria esofágica: um cateter é inserido pela boca para medir o pH do esôfago e identificar o refluxo ácido.

Tratamento

O tratamento da esofagite grau B de Los Angeles depende da causa e da gravidade da condição. Algumas opções de tratamento incluem:

For more information, please click the button below.
  • Medicamentos: o médico pode prescrever medicamentos para reduzir a produção de ácido estomacal ou neutralizá-lo, aliviando a inflamação e a irritação no esôfago;
  • Mudanças no estilo de vida: evitar alimentos e bebidas que desencadeiam o refluxo, perder peso, parar de fumar e dormir com a cabeça elevada podem ajudar a reduzir os sintomas;
  • Cirurgia: em casos graves ou persistentes, o médico pode recomendar uma cirurgia para corrigir o EEI e prevenir o refluxo.

Prevenção

Algumas medidas podem ajudar a prevenir a esofagite grau B de Los Angeles, como:

  • Evitar alimentos e bebidas que desencadeiam o refluxo;
  • Manter um peso saudável;
  • Parar de fumar;
  • Dormir com a cabeça elevada;
  • Não comer grandes refeições antes de dormir;
  • Controlar o estresse;
  • Usar roupas folgadas.

Conclusão

A esofagite grau B de Los Angeles é uma condição séria que pode causar inflamação e danos na mucosa esofágica. É importante buscar tratamento médico para aliviar os sintomas e prevenir complicações. Mudanças no estilo de vida, como evitar alimentos e bebidas que desencadeiam o refluxo e manter um peso saudável, podem ajudar a prevenir a condição.

FAQs

O que é esofagite grau B de Los Angeles?

Esofagite grau B de Los Angeles é uma condição médica que afeta o esôfago, o tubo muscular que conecta a garganta ao estômago. Ela ocorre quando o ácido do estômago retorna ao esôfago, causando inflamação e irritação na mucosa esofágica. A esofagite de Los Angeles é classificada em quatro graus, sendo o grau B o segundo mais grave.

Quais são as causas da esofagite grau B de Los Angeles?

A esofagite grau B de Los Angeles é causada pelo refluxo gastroesofágico (RGE). O refluxo ocorre quando o esfíncter esofágico inferior (EEI), uma válvula muscular que separa o esôfago do estômago, não fecha adequadamente após a passagem do alimento. Isso permite que o ácido estomacal retorne ao esôfago, causando danos à mucosa esofágica. Algumas das causas do RGE incluem obesidade, fumo, alimentos gordurosos e picantes, bebidas alcoólicas e com cafeína, gravidez e hérnia de hiato.

Como é feito o diagnóstico da esofagite grau B de Los Angeles?

O diagnóstico da esofagite grau B de Los Angeles é feito por meio de exames, como endoscopia, manometria esofágica e pHmetria esofágica. A endoscopia é um tubo fino e flexível com uma câmera na ponta que é inserido na boca para examinar o esôfago e identificar a inflamação e lesões na mucosa. A manometria esofágica é um cateter fino que é inserido pela boca para medir a pressão e o movimento muscular do esôfago. A pHmetria esofágica é um cateter que é inserido pela boca para medir o pH do esôfago e identificar o refluxo ácido.

Related video of esofagite grau b de los angeles

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait