Entamoeba Histolytica Ciclo De Vida

Reza July 6, 2021
Ciclo de Entamoeba Histolytica Entamoeba histolytica, Medicine, Med

A Entamoeba histolytica é um parasita unicelular que causa a doença amebíase em humanos. Ela é transmitida pela ingestão de água ou alimentos contaminados com cistos infectantes, que passam pelo sistema digestivo e liberam os trofozoítos no intestino grosso. Esses trofozoítos se multiplicam e invadem a mucosa intestinal, causando inflamação e lesões graves. Além disso, eles podem migrar para outros órgãos, como fígado e pulmões, causando complicações graves.

Ciclo de Vida

O ciclo de vida da Entamoeba histolytica começa com a ingestão de cistos infectantes pelos seres humanos. Esses cistos são resistentes ao ácido gástrico e passam pelo estômago até chegar ao intestino delgado, onde ocorre a liberação dos trofozoítos, forma ativa do parasita. Os trofozoítos se movem até o intestino grosso, onde se reproduzem por fissão binária e formam novos trofozoítos.

Os trofozoítos se alimentam de bactérias e restos celulares presentes nas fezes, mas também podem se alimentar de células da mucosa intestinal. Quando ocorre essa invasão, o parasita secreta enzimas que degradam as células do hospedeiro, causando lesões e inflamação. Além disso, os trofozoítos podem se mover para outras partes do corpo, como fígado e pulmões, onde também causam lesões e inflamação.

Os trofozoítos podem se diferenciar em cistos, forma inativa do parasita, quando as condições ambientais não estão favoráveis. Os cistos são eliminados nas fezes do hospedeiro e podem sobreviver no ambiente por semanas ou meses, até serem ingeridos por um novo hospedeiro.

Fatores de Risco

Algumas pessoas têm maior risco de contrair a amebíase, como aquelas que vivem em áreas com más condições sanitárias, onde a água e os alimentos podem estar contaminados com fezes humanas. Além disso, indivíduos com sistema imunológico enfraquecido, como pessoas com HIV/AIDS, transplantados e idosos, têm maior risco de desenvolver complicações graves da doença, como abscessos hepáticos e pulmonares.

Sintomas

Nem todas as pessoas infectadas com Entamoeba histolytica desenvolvem sintomas. Quando os sintomas aparecem, eles geralmente incluem:

For more information, please click the button below.
  • Diarreia
  • Dor abdominal
  • Febre
  • Náusea e vômito
  • Fadiga

Em casos graves, a amebíase pode causar lesões no intestino grosso e em outros órgãos, como fígado e pulmões. Essas lesões podem levar a abscessos e outras complicações graves, como perfuração intestinal e sepse.

Diagnóstico

O diagnóstico da amebíase é feito por meio de exames laboratoriais, como análise de fezes e exames de imagem. A detecção dos cistos ou trofozoítos nas fezes pode confirmar a presença do parasita no organismo. Além disso, exames de imagem, como ultrassom e tomografia, podem ajudar a identificar lesões em outros órgãos, como fígado e pulmões.

Tratamento

O tratamento da amebíase envolve o uso de medicamentos antiparasitários, como metronidazol e tinidazol. Em casos graves, pode ser necessário fazer drenagem dos abscessos em outros órgãos, como fígado e pulmões. Além disso, é importante manter uma boa hidratação e repouso durante o tratamento.

Prevenção

Algumas medidas simples podem ajudar a prevenir a amebíase, como:

  • Lavar as mãos com frequência, principalmente antes das refeições e após usar o banheiro;
  • Consumir apenas água tratada e alimentos bem cozidos e higienizados;
  • Evitar o contato com fezes humanas, especialmente em áreas com más condições sanitárias;
  • Usar preservativo durante as relações sexuais para evitar a transmissão sexual do parasita.

Conclusão

A Entamoeba histolytica é um parasita que causa a doença amebíase em humanos. O ciclo de vida do parasita começa com a ingestão de cistos infectantes, que se transformam em trofozoítos no intestino grosso e podem causar lesões e inflamação em outros órgãos. Algumas pessoas têm maior risco de contrair a doença, como aquelas que vivem em áreas com más condições sanitárias e indivíduos com sistema imunológico enfraquecido. O tratamento envolve o uso de medicamentos antiparasitários e, em casos graves, a drenagem de abscessos. A prevenção da amebíase inclui medidas simples, como lavar as mãos com frequência e consumir apenas água e alimentos seguros.

FAQs

1. A amebíase pode ser transmitida sexualmente?

Sim, a Entamoeba histolytica pode ser transmitida por contato sexual oral-anal com uma pessoa infectada.

2. É possível contrair amebíase ao nadar em água contaminada?

Sim, é possível contrair amebíase ao nadar em água contaminada com fezes humanas contendo cistos infectantes.

3. Quais são as complicações mais graves da amebíase?

As complicações mais graves da amebíase incluem abscessos hepáticos e pulmonares, perfuração intestinal e sepse.

Related video of entamoeba histolytica ciclo de vida

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait