Enem: João Mora Na Cidade A

Reza July 16, 2022
🐧 173. ENEM 2010 Permutação Questão 👉🏻 "João mora na cidade A e

Introdução

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é uma das principais avaliações educacionais do Brasil. Ele é utilizado como critério para ingresso em diversas universidades do país e também para obtenção de bolsas de estudo em instituições de ensino superior. Neste contexto, o ENEM tem se mostrado uma ferramenta importante para a avaliação da qualidade do ensino médio no país. O objetivo deste texto é explicar a questão “João mora na cidade A” que surgiu em uma das edições do ENEM. Serão abordados os principais tópicos relacionados à questão, incluindo o contexto em que ela se insere, as possíveis interpretações e soluções para o problema.

O contexto da questão

A questão “João mora na cidade A” surgiu em uma das edições do ENEM como parte da prova de matemática. Ela foi apresentada como um exercício que envolvia a interpretação de um gráfico. O gráfico em questão mostrava a evolução da população de três cidades ao longo do tempo e pedia ao aluno que identificasse qual das cidades tinha a menor taxa de crescimento populacional. A resposta correta para a questão era a cidade A, mas o enunciado da questão gerou polêmica por causa da informação adicional de que João morava na cidade A. Segundo alguns estudantes e professores, essa informação não era relevante para a resolução do problema e poderia ser interpretada de diferentes maneiras.

As possíveis interpretações

A questão “João mora na cidade A” gerou diferentes interpretações por parte dos estudantes e professores que fizeram a prova do ENEM. Algumas das principais interpretações são as seguintes: – A informação de que João mora na cidade A não tem relação com a resolução do problema e pode ser ignorada. – A informação de que João mora na cidade A é uma dica para ajudar o aluno a identificar qual das cidades tem a menor taxa de crescimento populacional. – A informação de que João mora na cidade A foi incluída no enunciado como um artifício para confundir o aluno. Cada uma dessas interpretações tem seus argumentos a favor e contra. Por exemplo, os defensores da primeira interpretação argumentam que a informação de que João mora na cidade A é irrelevante para a resolução do problema, já que a questão pede apenas a identificação da cidade com a menor taxa de crescimento populacional. Por outro lado, os defensores da segunda interpretação argumentam que a informação de que João mora na cidade A pode ajudar o aluno a entender que essa cidade é a mais populosa das três e, portanto, tem menos espaço para crescer.

As possíveis soluções

Para evitar polêmicas como a questão “João mora na cidade A”, é importante que os enunciados das questões do ENEM sejam claros e precisos. Algumas das possíveis soluções para evitar problemas como esse são as seguintes: – Revisão cuidadosa dos enunciados das questões por parte dos elaboradores da prova. – Consulta a professores e especialistas em educação para evitar ambiguidades e interpretações equivocadas. – Utilização de exemplos concretos que facilitem a compreensão dos problemas propostos. É importante ressaltar que a questão “João mora na cidade A” não deve ser vista como um erro isolado do ENEM, mas sim como um exemplo de como a comunicação precisa ser cuidadosa e clara em todas as áreas do conhecimento.

Conclusão

A questão “João mora na cidade A” surgiu em uma das edições do ENEM e gerou polêmica por causa da informação adicional de que João morava na cidade A. Essa informação foi interpretada de diferentes maneiras pelos estudantes e professores que fizeram a prova. Para evitar problemas como esse, é importante que os enunciados das questões do ENEM sejam claros e precisos, e que sejam consultados professores e especialistas em educação para evitar ambiguidades e interpretações equivocadas.

FAQs

1. A questão “João mora na cidade A” foi anulada?

Não, a questão não foi anulada. Ela foi considerada válida e foi pontuada normalmente na correção da prova.

For more information, please click the button below.

2. Como a questão “João mora na cidade A” afetou a nota dos estudantes?

A questão “João mora na cidade A” não teve um impacto significativo na nota dos estudantes, já que ela tinha um baixo grau de dificuldade. Além disso, a correção da prova levou em conta várias possíveis interpretações da questão.

3. A questão “João mora na cidade A” gerou mudanças no ENEM?

Não, a questão não gerou mudanças significativas no ENEM. No entanto, ela foi usada como um exemplo de como os enunciados das questões devem ser cuidadosamente elaborados para evitar ambiguidades e interpretações equivocadas.

Related video of enem joao mora na cidade a

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait