Em Drosophila Melanogaster, Os Alelos Recessivos

Reza November 4, 2021
Drosophila melanogasterTJD. “ di 2020

Drosophila melanogaster, ou mosca-das-frutas, é um organismo modelo frequentemente usado em pesquisas genéticas. Seu rápido ciclo de vida, facilidade de cultivo em laboratório e grande número de descendentes tornam a drosófila um excelente modelo para estudar a genética.

Alelos recessivos

Em genética, um alelo é uma forma alternativa de um gene que pode ser encontrado em um determinado locus cromossômico. O alelo recessivo é um alelo que não é expresso no fenótipo de um organismo heterozigoto, ou seja, só é expresso quando presente em homozigose.

Em Drosophila melanogaster, existem muitos alelos recessivos que foram identificados e estudados ao longo dos anos. Esses alelos recessivos são importantes para o estudo da genética, pois permitem que os geneticistas identifiquem o papel dos genes em diferentes processos biológicos.

Alelos recessivos em Drosophila melanogaster

Alelos recessivos em Drosophila melanogaster incluem:

  • alelo ebony, que causa pigmentação escura em todo o corpo da mosca;
  • alelo vestigial, que causa asas encolhidas ou ausentes;
  • alelo white, que causa olhos brancos em vez de vermelhos;
  • alelo sepia, que causa pigmentação marrom ao invés de preta.

Herança dos alelos recessivos

A herança dos alelos recessivos em Drosophila melanogaster segue as leis de Mendel. Quando um organismo é homozigoto recessivo para um determinado alelo, significa que ele tem duas cópias do alelo recessivo e não tem nenhuma cópia do alelo dominante. Quando um organismo é heterozigoto para um determinado alelo, significa que ele tem uma cópia do alelo recessivo e uma cópia do alelo dominante.

Quando dois organismos heterozigotos para um alelo recessivo se cruzam, a probabilidade de seus descendentes herdarem o alelo recessivo é de 25%. Isso ocorre porque existe uma probabilidade de 50% de cada organismo heterozigoto transmitir o alelo recessivo para seus descendentes. Se apenas um dos organismos heterozigotos transmitir o alelo recessivo, o descendente será heterozigoto para esse alelo e, portanto, não apresentará o fenótipo recessivo. Se ambos os organismos heterozigotos transmitirem o alelo recessivo, o descendente será homozigoto recessivo para esse alelo e apresentará o fenótipo recessivo.

For more information, please click the button below.

Importância dos alelos recessivos

Os alelos recessivos em Drosophila melanogaster são importantes para o estudo da genética, pois permitem que os geneticistas identifiquem o papel dos genes em diferentes processos biológicos. Além disso, a drosófila é um organismo modelo amplamente utilizado em pesquisas sobre o desenvolvimento embrionário, o sistema nervoso e a biologia do câncer, entre outros tópicos. O estudo dos alelos recessivos em Drosophila melanogaster pode ajudar a elucidar o papel dos genes em tais processos biológicos e, portanto, pode ter implicações importantes para a pesquisa médica e biotecnológica.

Conclusão

Em Drosophila melanogaster, os alelos recessivos são formas alternativas de genes que só são expressos no fenótipo quando presentes em homozigose. Esses alelos recessivos são importantes para o estudo da genética, pois permitem que os geneticistas identifiquem o papel dos genes em diferentes processos biológicos. Além disso, a drosófila é um organismo modelo amplamente utilizado em pesquisas sobre o desenvolvimento embrionário, o sistema nervoso e a biologia do câncer, entre outros tópicos. O estudo dos alelos recessivos em Drosophila melanogaster pode ajudar a elucidar o papel dos genes em tais processos biológicos e, portanto, pode ter implicações importantes para a pesquisa médica e biotecnológica.

FAQs

1. O que é um organismo modelo?

Um organismo modelo é um organismo que é usado em pesquisas científicas para representar um grupo maior de organismos ou para representar um processo biológico específico. Os organismos modelo são frequentemente escolhidos por sua facilidade de cultivo, rápido ciclo de vida e facilidade de manipulação genética.

2. Como os alelos recessivos são importantes para a pesquisa médica?

Os alelos recessivos em Drosophila melanogaster podem ajudar a elucidar o papel dos genes em diferentes processos biológicos, incluindo o desenvolvimento embrionário, o sistema nervoso e a biologia do câncer. A compreensão desses processos pode ter implicações importantes para a pesquisa médica, pois pode ajudar a identificar novos alvos terapêuticos ou a desenvolver novos tratamentos para doenças.

3. Por que a drosófila é um organismo modelo popular?

A drosófila é um organismo modelo popular por vários motivos. Em primeiro lugar, é fácil de cultivar em laboratório e tem um ciclo de vida curto, o que significa que é possível produzir muitas gerações rapidamente. Além disso, a drosófila tem um genoma relativamente pequeno e foi bem caracterizada geneticamente, o que torna mais fácil estudar a função de genes específicos. Finalmente, a drosófila tem muitas semelhanças com os seres humanos em termos de sua biologia celular e molecular, o que a torna uma boa escolha para pesquisas médicas e biotecnológicas.

Related video of em drosophila melanogaster os alelos recessivos

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait