Diferenças Entre Inovação Incremental E Disruptiva

Reza April 13, 2021
💡 Diferença entre Inovação Incremental e Disruptiva YouTube

Inovação é um conceito que está sempre presente no mundo dos negócios, e isso se deve principalmente à necessidade de se manter competitivo em um mercado cada vez mais acirrado. No entanto, existem diferentes tipos de inovação, que podem ser classificadas de acordo com a sua abrangência e impacto. Neste texto, vamos falar sobre as diferenças entre inovação incremental e disruptiva.

O que é inovação incremental?

A inovação incremental é aquela que se concentra em melhorar um produto ou serviço já existente, por meio de pequenas mudanças ou ajustes. É uma abordagem que busca aprimorar o que já funciona, tornando-o mais eficiente ou satisfatório para o cliente. Ela pode ser aplicada em diferentes áreas de uma empresa, desde o desenvolvimento de produtos até a otimização de processos internos.

Um exemplo de inovação incremental pode ser visto na evolução dos telefones celulares. Desde os primeiros modelos, lançados na década de 1980, até os smartphones atuais, houve diversas melhorias incrementais, como a adição de câmeras, telas sensíveis ao toque, acesso à internet, entre outras.

O que é inovação disruptiva?

A inovação disruptiva, por sua vez, é aquela que causa uma ruptura no mercado, transformando a forma como as coisas são feitas e criando novas oportunidades. Ela não se limita a melhorar algo que já existe, mas sim a criar algo totalmente novo e revolucionário. Geralmente, a inovação disruptiva é introduzida por empresas menores e menos estabelecidas, que conseguem identificar necessidades ou demandas ainda não atendidas pelo mercado.

Um exemplo clássico de inovação disruptiva é o surgimento dos carros elétricos. Embora ainda representem uma pequena parcela do mercado automobilístico, eles vêm ganhando espaço nos últimos anos, principalmente por conta da preocupação crescente com o meio ambiente e a busca por fontes de energia mais limpas.

Quais são as principais diferenças entre inovação incremental e disruptiva?

Agora que já entendemos o que cada tipo de inovação representa, podemos destacar algumas das principais diferenças entre elas:

For more information, please click the button below.
  • A inovação incremental é uma evolução gradual do que já existe, enquanto a inovação disruptiva é uma mudança radical que introduz algo novo;
  • A inovação incremental é geralmente aplicada por empresas já estabelecidas, que possuem recursos e capacidade de investimento para melhorar o que já têm, enquanto a inovação disruptiva é mais comum em empresas menores e menos consolidadas, que conseguem identificar oportunidades ainda não exploradas;
  • A inovação incremental pode ser vista como uma forma de se manter competitivo em um mercado já estabelecido, enquanto a inovação disruptiva pode criar novos mercados ou nichos de mercado;
  • A inovação incremental é menos arriscada e mais previsível, já que se baseia em melhorias graduais, enquanto a inovação disruptiva é mais arriscada e imprevisível, já que envolve a criação de algo totalmente novo e ainda não testado pelo mercado.

Qual é a importância de cada tipo de inovação?

Embora a inovação disruptiva seja a que mais chama a atenção, a inovação incremental também é fundamental para a sobrevivência e o sucesso de uma empresa. Isso porque, por mais que a criação de algo totalmente novo seja atraente, é a constante melhoria do que já existe que garante a satisfação do cliente e a manutenção da posição da empresa no mercado.

Além disso, a inovação incremental pode servir como um trampolim para a inovação disruptiva, já que muitas vezes a criação de algo radicalmente novo é resultado de uma série de pequenas melhorias e ajustes ao longo do tempo.

Conclusão

Em resumo, a inovação incremental e disruptiva são duas abordagens diferentes para a busca da inovação nas empresas. Enquanto a primeira se concentra em melhorar o que já existe, a segunda busca criar algo totalmente novo e revolucionário. Ambas são importantes e complementares, e a escolha entre elas depende do contexto, das necessidades e dos recursos de cada empresa.

FAQs

1. Qual é a melhor abordagem para a inovação?

Não existe uma resposta única para essa pergunta, já que a escolha entre inovação incremental e disruptiva depende de diversos fatores, como o mercado em que a empresa atua, os recursos disponíveis, as necessidades do cliente, entre outros. O importante é que a empresa esteja sempre atenta às demandas do mercado e disposta a se adaptar e inovar para se manter competitiva.

2. Como identificar oportunidades de inovação disruptiva?

Identificar oportunidades de inovação disruptiva pode ser um desafio, já que envolve a criação de algo totalmente novo e ainda não testado pelo mercado. Uma estratégia é observar as necessidades e demandas dos clientes e buscar soluções que ainda não existem para atendê-las. Outra opção é estar atento às tendências e mudanças no mercado e antecipar-se a elas, criando algo que ainda não é uma realidade, mas pode se tornar em breve.

3. É possível combinar inovação incremental e disruptiva?

Sim, é possível combinar as duas abordagens de inovação. Na prática, muitas vezes a inovação disruptiva é resultado de uma série de pequenas melhorias e ajustes ao longo do tempo, ou seja, de uma abordagem incremental aplicada de forma consistente e estratégica. Além disso, muitas empresas já estabelecidas podem buscar inovações disruptivas por meio de parcerias ou aquisições de startups ou empresas menores que já possuem expertise nessa área.

Related video of diferenças entre inovação incremental e disruptiva

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait