Criança: A Alma Do Negócio

Reza May 21, 2021
Simone Helen Drumond CRIANÇA A ALMA DO NEGÓCIO PARTE 2

“Criança: A Alma do Negócio” é um documentário produzido em 2008 pelo cineasta Estela Renner, que aborda a relação entre as crianças e o mercado consumidor. O filme mostra como a publicidade e o marketing influenciam o comportamento infantil e como isso impacta na vida das famílias brasileiras.

A Influência da Publicidade na Infância

A publicidade é uma das principais ferramentas do marketing que tem como objetivo persuadir o consumidor a adquirir determinado produto ou serviço. No caso das crianças, a publicidade tem um papel ainda mais importante, pois elas são consideradas um público-alvo extremamente influenciável.

As crianças são bombardeadas diariamente por publicidades que utilizam personagens infantis, cores vibrantes e músicas animadas para atrair a atenção dos pequenos consumidores. Além disso, muitas vezes a publicidade é disfarçada de entretenimento, como é o caso dos desenhos animados e programas infantis que são patrocinados por empresas que vendem produtos para crianças.

Essa influência da publicidade na infância pode levar a um consumo excessivo e desnecessário de produtos, além de contribuir para a formação de hábitos alimentares pouco saudáveis e para a erotização precoce das crianças.

A Importância da Responsabilidade Social das Empresas

Diante desse cenário, é fundamental que as empresas tenham uma postura ética e responsável em relação às crianças e ao mercado infantil. Além de respeitar o Código de Defesa do Consumidor, que proíbe a publicidade enganosa e abusiva, as empresas devem adotar práticas de responsabilidade social que levem em consideração o bem-estar das crianças.

Entre as iniciativas que as empresas podem adotar, destacam-se:

For more information, please click the button below.
  • Produzir e comercializar produtos que sejam adequados à faixa etária das crianças e que respeitem a sua saúde e segurança;
  • Não utilizar personagens infantis em publicidades de produtos que não sejam destinados às crianças;
  • Investir em campanhas educativas que ensinem as crianças a fazerem escolhas conscientes e saudáveis de consumo;
  • Não utilizar a publicidade para incentivar comportamentos que possam prejudicar as crianças, como o consumo excessivo de alimentos ultraprocessados ou a exposição a conteúdos inadequados para a idade;
  • Estabelecer parcerias com organizações não governamentais e com a sociedade civil para desenvolver projetos que beneficiem as crianças e suas famílias.

A Visão das Crianças sobre a Publicidade

No documentário “Criança: A Alma do Negócio”, as crianças são convidadas a falar sobre a publicidade e o consumo. O filme mostra que muitas crianças têm consciência de que a publicidade exagera na propaganda de produtos e que nem sempre as marcas são confiáveis.

Além disso, as crianças demonstram preocupação com o meio ambiente e com as condições de trabalho dos funcionários das empresas. Elas também apontam a importância de se valorizar as marcas nacionais e de se consumir produtos que sejam saudáveis e respeitem a natureza.

Essa visão crítica e consciente demonstrada pelas crianças mostra que é possível educar os pequenos consumidores para que eles façam escolhas responsáveis e que valorizem não apenas o consumo, mas também o bem-estar coletivo.

Conclusão

O documentário “Criança: A Alma do Negócio” é uma obra importante que chama a atenção para a relação entre as crianças e o mercado consumidor. O filme mostra como a publicidade pode influenciar negativamente o comportamento infantil, mas também aponta caminhos para que as empresas possam adotar práticas éticas e responsáveis em relação ao público infantil.

Além disso, o documentário evidencia a importância de se educar as crianças para que elas sejam consumidores conscientes e capazes de fazer escolhas que levem em consideração não apenas o seu próprio interesse, mas também o bem-estar da sociedade e do planeta.

FAQ

Qual é a importância da responsabilidade social das empresas em relação às crianças?

As empresas têm um papel fundamental na formação dos hábitos de consumo das crianças. Por isso, é importante que elas adotem práticas responsáveis que levem em consideração o bem-estar das crianças. Entre as iniciativas que as empresas podem adotar, destacam-se a produção e comercialização de produtos adequados à faixa etária das crianças, a não utilização de personagens infantis em publicidades de produtos que não sejam destinados às crianças e o investimento em campanhas educativas que ensinem as crianças a fazerem escolhas conscientes e saudáveis de consumo.

Como a publicidade pode influenciar negativamente o comportamento infantil?

A publicidade é uma das principais ferramentas do marketing que tem como objetivo persuadir o consumidor a adquirir determinado produto ou serviço. No caso das crianças, a publicidade é ainda mais influente, pois elas são consideradas um público-alvo extremamente influenciável. As crianças são bombardeadas diariamente por publicidades que utilizam personagens infantis, cores vibrantes e músicas animadas para atrair a atenção dos pequenos consumidores. Essa influência da publicidade na infância pode levar a um consumo excessivo e desnecessário de produtos, além de contribuir para a formação de hábitos alimentares pouco saudáveis e para a erotização precoce das crianças.

Como é possível educar as crianças para que elas sejam consumidores conscientes?

É possível educar as crianças para que elas sejam consumidores conscientes por meio de campanhas educativas que ensinem os pequenos consumidores a fazerem escolhas conscientes e saudáveis de consumo. Além disso, é importante incentivar o diálogo e a reflexão sobre o consumo na família e na escola, para que as crianças possam desenvolver uma visão crítica e consciente sobre os produtos e serviços que consomem.

Related video of crianca a alma do negocio

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait