Construiu-Se A Ponte O Sujeito É

Reza May 7, 2022
Em Construiu Se A Ponte O Sujeito é EDUCA

A frase “construiu-se a ponte” é uma construção passiva, em que o sujeito é indeterminado. Isso significa que não sabemos quem construiu a ponte, apenas que ela foi construída.

O que é uma construção passiva?

Uma construção passiva é uma estrutura gramatical em que o objeto da ação se torna o sujeito da frase, enquanto o agente (aquele que realiza a ação) é opcional ou não mencionado.

Por exemplo, na frase “o livro foi lido pelo estudante”, o objeto “livro” se torna o sujeito da frase, enquanto o agente “estudante” é mencionado como opcional.

Por que usar uma construção passiva?

As construções passivas são frequentemente usadas para destacar o objeto ou a ação em si, em vez de quem a realiza. Elas também podem ser úteis quando o agente é desconhecido ou menos importante do que a ação em si.

Por exemplo, a frase “a janela foi quebrada” pode ser mais útil do que “o menino quebrou a janela” se não soubermos ou não quisermos mencionar quem quebrou a janela.

Como identificar o sujeito em uma construção passiva?

Em uma construção passiva, o sujeito geralmente vem logo após o verbo auxiliar “ser” ou “estar”. Na frase “construiu-se a ponte”, o verbo auxiliar é “construiu-se” e o sujeito é “a ponte”.

For more information, please click the button below.

O que é um sujeito indeterminado?

Um sujeito indeterminado é quando o sujeito da frase é desconhecido, não definido ou não importante. Isso geralmente acontece em construções passivas, como “construiu-se a ponte”.

Também existem construções ativas em que o sujeito é indeterminado, como “precisa-se de voluntários para o evento”. Nesse caso, o sujeito é o pronome “se”, que é usado para indicar uma ação geral ou impessoal.

A construção passiva “construiu-se a ponte” é um exemplo de um sujeito indeterminado, em que não sabemos quem construiu a ponte. As construções passivas são úteis quando queremos destacar o objeto ou a ação em si, em vez de quem a realiza.

FAQs

1. Por que algumas pessoas evitam usar construções passivas?

Algumas pessoas evitam usar construções passivas porque elas podem ser menos claras ou diretas do que construções ativas. Além disso, as construções passivas podem ser usadas para ocultar ou desviar a atenção do agente da ação, o que pode ser visto como desonesto ou evasivo em algumas situações.

2. É possível usar um sujeito determinado em uma construção passiva?

Sim, é possível usar um sujeito determinado em uma construção passiva, embora isso possa não ser comum. Por exemplo, em vez de dizer “construiu-se a ponte”, poderíamos dizer “a empresa construiu a ponte”. Nesse caso, o sujeito é “a empresa” e a construção é passiva porque o objeto “ponte” se torna o sujeito da frase.

3. Como evitar o uso excessivo de construções passivas?

Para evitar o uso excessivo de construções passivas, tente pensar no agente da ação e se ele é importante ou relevante para a mensagem que você está tentando transmitir. Se o agente é importante, use uma construção ativa. Se o objeto ou a ação são mais importantes, use uma construção passiva. Além disso, leia e revise seus textos para identificar e reescrever frases passivas para torná-las mais diretas e claras.

Related video of construiu-se a ponte o sujeito é

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait