Constante De Planck Em Stranger Things

Reza February 17, 2022
He didn’t deserve to die 😭 Stranger things characters, Stranger

O que é a constante de Planck?

A constante de Planck, representada por h, é uma constante física fundamental que descreve a relação entre a energia de um fóton e sua frequência. Ela foi descoberta por Max Planck em 1900 enquanto estudava a radiação do corpo negro. A constante de Planck é utilizada em diversas áreas da física, incluindo mecânica quântica, física atômica e física de partículas.

O que é Stranger Things?

Stranger Things é uma série de televisão americana de ficção científica e terror, criada pelos irmãos Duffer. A série se passa na década de 80 e conta a história de um grupo de amigos que vive aventuras sobrenaturais e investiga o desaparecimento de um dos membros do grupo. A série é conhecida por fazer referências a diversos elementos da cultura pop dos anos 80.

O que a constante de Planck tem a ver com Stranger Things?

A relação entre a constante de Planck e Stranger Things está relacionada à explicação científica para o mundo invertido apresentado na série. No mundo invertido, a gravidade é invertida e há diversas criaturas perigosas. A explicação dada na série é que o mundo invertido é uma dimensão paralela, também conhecida como “upside down”. A constante de Planck é utilizada na teoria das cordas, que é uma teoria da física teórica que busca unificar a mecânica quântica e a relatividade geral. De acordo com a teoria das cordas, todas as partículas fundamentais são constituídas por cordas vibrantes. A frequência de vibração dessas cordas determina a massa e outras propriedades das partículas. Na série, é sugerido que o mundo invertido é uma dimensão paralela que é acessada através de um portal. Esse portal foi criado pelos cientistas do laboratório Hawkins, que buscavam uma forma de espionar os russos durante a Guerra Fria. O portal é mantido aberto através de uma grande quantidade de energia, que é fornecida por Eleven, uma personagem com poderes telecinéticos.

Conclusão

A constante de Planck é uma constante física fundamental que é utilizada em diversas áreas da física, incluindo mecânica quântica, física atômica e física de partículas. Em Stranger Things, a constante de Planck é mencionada de forma indireta através da teoria das cordas, que é utilizada para explicar a existência do mundo invertido. A série é conhecida por fazer referências a diversos elementos da cultura pop dos anos 80, e a utilização de elementos científicos na trama é uma das características que a torna tão interessante.

FAQs

O que é a teoria das cordas?

A teoria das cordas é uma teoria da física teórica que busca unificar a mecânica quântica e a relatividade geral. De acordo com a teoria das cordas, todas as partículas fundamentais são constituídas por cordas vibrantes. A frequência de vibração dessas cordas determina a massa e outras propriedades das partículas.

Qual é a relação entre a teoria das cordas e a constante de Planck?

A constante de Planck é utilizada na teoria das cordas para relacionar a energia de um fóton com sua frequência. Na teoria das cordas, a frequência de vibração das cordas determina a massa e outras propriedades das partículas. Por isso, a constante de Planck é uma constante física fundamental que é utilizada na teoria das cordas.

For more information, please click the button below.

O que é o mundo invertido em Stranger Things?

O mundo invertido em Stranger Things é uma dimensão paralela que é acessada através de um portal. Nesse mundo, a gravidade é invertida e há diversas criaturas perigosas. O mundo invertido é mantido aberto através de uma grande quantidade de energia, que é fornecida por Eleven, uma personagem com poderes telecinéticos.

Related video of constante de planck stranger things

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait