Como Pegar Doenças Sexualmente Transmissíveis

Reza January 13, 2022
BIOLOGIA COM A PROFESSORA EDILENE IST INFECÇÕES SEXUALMENTE

As doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) são infecções que podem ser transmitidas por meio do contato sexual, seja vaginal, anal ou oral. Essas infecções são causadas por bactérias, vírus ou parasitas e podem afetar tanto homens quanto mulheres.

Formas de transmissão

Existem diversas formas de transmissão das DSTs, e é importante conhecer as principais para se prevenir. Abaixo, listamos algumas das formas mais comuns:

  • Relação sexual sem proteção: o contato sexual sem o uso de preservativos é a forma mais comum de transmissão das DSTs. Nesse caso, o contato direto entre os órgãos sexuais permite que as bactérias, vírus ou parasitas passem de uma pessoa para outra;
  • Compartilhamento de objetos: alguns objetos, como brinquedos sexuais, podem ser fonte de transmissão das DSTs. Se esses objetos forem compartilhados sem a devida higienização, as bactérias, vírus ou parasitas podem ser transmitidos de uma pessoa para outra;
  • Transmissão da mãe para o bebê: algumas DSTs, como a sífilis e o HIV, podem ser transmitidas da mãe para o bebê durante a gestação, o parto ou a amamentação;
  • Transfusão de sangue: embora seja raro, algumas DSTs podem ser transmitidas por meio da transfusão de sangue contaminado.

Principais doenças sexualmente transmissíveis

Existem diversas DSTs, e cada uma delas apresenta sintomas e tratamentos específicos. Abaixo, listamos algumas das principais doenças sexualmente transmissíveis:

  • Sífilis: causada pela bactéria Treponema pallidum, a sífilis pode causar lesões na pele e nas mucosas, além de afetar diversos órgãos do corpo. Se não tratada, pode evoluir para fases mais graves e causar sérios danos à saúde;
  • Gonorréia: causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae, a gonorréia pode causar dor ao urinar, corrimento e inflamação na região genital. Se não tratada, pode levar a complicações graves, como infertilidade;
  • Clamídia: causada pela bactéria Chlamydia trachomatis, a clamídia pode causar corrimento, dor e inflamação na região genital. Se não tratada, pode levar a complicações graves, como infertilidade;
  • HIV/AIDS: causada pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV), a AIDS é uma doença crônica que afeta o sistema imunológico. Se não tratada, pode levar à morte;
  • HPV: causado pelo papilomavírus humano (HPV), o HPV pode causar verrugas genitais e aumentar o risco de câncer de colo de útero e outros tipos de câncer;
  • Hepatite B e C: causadas pelos vírus da hepatite B e C, essas doenças podem causar lesões no fígado e evoluir para complicações graves, como cirrose e câncer de fígado.

Prevenção

A prevenção das DSTs é fundamental para evitar a transmissão dessas infecções. Abaixo, listamos algumas medidas que podem ajudar a prevenir as DSTs:

  • Uso de preservativos: o uso correto de preservativos masculinos ou femininos durante todas as relações sexuais é a principal medida de prevenção das DSTs;
  • Higienização dos objetos sexuais: caso você utilize brinquedos sexuais, é importante higienizá-los corretamente antes e depois do uso;
  • Realização de exames: fazer exames regularmente pode ajudar a identificar as DSTs precocemente e evitar a transmissão;
  • Vacinação: algumas DSTs, como a hepatite B e o HPV, podem ser prevenidas por meio de vacinação;
  • Evitar o compartilhamento de objetos: evite compartilhar objetos pessoais, como lâminas de barbear e escovas de dente, que possam estar contaminados com bactérias, vírus ou parasitas;
  • Diálogo aberto com o parceiro(a): falar abertamente com o parceiro(a) sobre as DSTs e sobre as medidas de prevenção é fundamental para evitar a transmissão dessas infecções.

Sintomas

Os sintomas das DSTs podem variar de acordo com o tipo de infecção e com o estágio da doença. Alguns sintomas comuns incluem:

  • Coceira, vermelhidão ou feridas na região genital;
  • Secreção vaginal ou peniana anormal;
  • Dor ao urinar ou durante o sexo;
  • Inflamação ou dor na região anal;
  • Febre, dor de cabeça e mal-estar geral.

Tratamento

O tratamento das DSTs varia de acordo com o tipo de infecção e com o estágio da doença. Algumas DSTs podem ser curadas com o uso de antibióticos, enquanto outras são crônicas e exigem tratamento contínuo. É importante procurar ajuda médica ao primeiro sinal de sintomas ou ao suspeitar de uma infecção sexualmente transmissível.

For more information, please click the button below.

As DSTs são infecções que podem ser transmitidas por meio do contato sexual, e a prevenção é fundamental para evitar a transmissão dessas doenças. O uso correto de preservativos, a higienização dos objetos sexuais e a realização de exames regulares são medidas importantes para prevenir as DSTs. Além disso, o diálogo aberto com o parceiro(a) sobre as DSTs e sobre as medidas de prevenção é fundamental para evitar a transmissão dessas infecções.

FAQs

1. Quais são as DSTs mais comuns?

As DSTs mais comuns incluem a sífilis, a gonorréia, a clamídia, o HIV/AIDS, o HPV e as hepatites B e C.

2. Como saber se tenho uma DST?

Os sintomas das DSTs podem variar de acordo com o tipo de infecção e com o estágio da doença. É importante procurar ajuda médica ao primeiro sinal de sintomas ou ao suspeitar de uma infecção sexualmente transmissível. Além disso, é recomendado fazer exames regulares para identificar as DSTs precocemente.

3. As DSTs podem ser curadas?

Algumas DSTs podem ser curadas com o uso de antibióticos, enquanto outras são crônicas e exigem tratamento contínuo. É importante procurar ajuda médica ao primeiro sinal de sintomas ou ao suspeitar de uma infecção sexualmente transmissível.

Related video of como pega doenças sexuamente trasmitiveis

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait