Com Relação A Classificação Periódica Moderna Dos Elementos

Reza July 4, 2022
Classificação da Tabela Periódica Moderna Enciclopédia Global™

A classificação periódica moderna dos elementos é uma tabela que organiza os elementos químicos de acordo com suas propriedades físicas e químicas. Essa tabela é uma ferramenta importante para os químicos entenderem as relações entre os elementos e preverem como eles podem reagir em diferentes situações. Neste artigo, vamos explorar a história da classificação periódica, as características da tabela moderna e como ela é usada.

História da classificação periódica

A ideia de organizar os elementos químicos em uma tabela periódica foi proposta pela primeira vez pelo químico russo Dmitri Mendeleev em 1869. Na época, cerca de 60 elementos eram conhecidos e Mendeleev percebeu que eles poderiam ser organizados em um padrão que refletisse suas propriedades químicas.

Mendeleev organizou os elementos em ordem crescente de massa atômica e deixou espaços vazios na tabela para elementos que ainda não haviam sido descobertos. Ele também agrupou os elementos em colunas verticais chamadas grupos com base em suas propriedades químicas semelhantes. Por exemplo, todos os elementos do grupo IA (ou 1) têm um elétron externo e são altamente reativos.

Outros químicos, como o alemão Julius Lothar Meyer, também estavam trabalhando na organização dos elementos na mesma época, mas foi a tabela de Mendeleev que ganhou aceitação geral. A tabela periódica de Mendeleev foi tão bem-sucedida que ele foi capaz de usá-la para prever as propriedades de elementos que ainda não haviam sido descobertos, como o germânio e o escândio.

Nas décadas seguintes, mais elementos foram descobertos e a tabela periódica foi refinada. Em 1913, o químico inglês Henry Moseley descobriu que o número atômico dos elementos era mais importante do que a massa atômica para determinar suas propriedades químicas. Isso levou a uma nova versão da tabela periódica que organizava os elementos em ordem crescente de número atômico.

A tabela periódica moderna

A tabela periódica moderna é baseada na versão de Moseley, que organiza os elementos em ordem crescente de número atômico. A tabela contém 118 elementos, que são organizados em sete linhas horizontais chamadas períodos e 18 colunas verticais chamadas grupos.

For more information, please click the button below.

Cada elemento é representado por um símbolo químico, que é uma abreviação de seu nome em inglês ou em latim. Os símbolos são compostos por uma ou duas letras maiúsculas, sendo que a primeira letra é sempre maiúscula e a segunda letra, se houver, é sempre minúscula. Por exemplo, H é o símbolo do hidrogênio e He é o símbolo do hélio.

Os elementos na mesma coluna vertical da tabela periódica pertencem ao mesmo grupo e têm propriedades químicas semelhantes. Os grupos são numerados de 1 a 18, com nomes e símbolos específicos para alguns grupos:

  • Grupo 1 (IA): metais alcalinos
  • Grupo 2 (IIA): metais alcalino-terrosos
  • Grupo 17 (VIIA): halogênios
  • Grupo 18 (VIIIA): gases nobres

Os elementos também são classificados como metais, não metais ou metaloides, dependendo de suas propriedades físicas e químicas. Os metais são geralmente sólidos, brilhantes e bons condutores de eletricidade e calor. Os não metais são geralmente gases ou sólidos frágeis e maus condutores de eletricidade e calor. Os metaloides têm propriedades intermediárias entre os metais e os não metais.

Usos da tabela periódica

A tabela periódica é uma ferramenta importante para os químicos que estudam os elementos e suas propriedades. Ela permite que os químicos comparem as propriedades de diferentes elementos e prevejam como eles podem reagir em diferentes situações. Alguns dos usos mais comuns da tabela periódica incluem:

  • Identificar as propriedades dos elementos: a tabela periódica ajuda a identificar as propriedades físicas e químicas dos elementos, como seu ponto de fusão, ponto de ebulição e reatividade química.
  • Prever a reatividade dos elementos: a tabela periódica permite que os químicos prevejam como os elementos podem reagir em diferentes situações com base em suas propriedades químicas.
  • Desenvolver novos materiais: os químicos podem usar a tabela periódica para desenvolver novos materiais com propriedades específicas, combinando diferentes elementos em compostos.
  • Compreender a estrutura dos átomos: a tabela periódica ajuda a entender a estrutura dos átomos e como eles se relacionam com as propriedades dos elementos.

Conclusão

A classificação periódica moderna dos elementos é uma tabela importante que organiza os elementos químicos de acordo com suas propriedades físicas e químicas. A tabela é baseada no número atômico dos elementos e é composta por sete períodos horizontais e 18 grupos verticais. Os elementos na mesma coluna vertical têm propriedades químicas semelhantes e são classificados como metais, não metais ou metaloides. A tabela periódica é uma ferramenta importante para os químicos que estudam os elementos e suas propriedades, permitindo que eles comparem as propriedades de diferentes elementos e prevejam como eles podem reagir em diferentes situações.

FAQs

1. Quantos elementos químicos existem atualmente?

Existem 118 elementos químicos atualmente.

2. O que significa o número atômico de um elemento?

O número atômico de um elemento é o número de prótons em um átomo desse elemento. Ele determina as propriedades químicas do elemento.

3. Como os elementos são representados na tabela periódica?

Os elementos são representados na tabela periódica por um símbolo químico, que é uma abreviação de seu nome em inglês ou em latim.

Related video of com relação a classificação periódica moderna dos elementos

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait