Classifique O Sujeito Das Seguintes Orações

Reza May 16, 2022
Classifique o sujeito das seguintes orações

O sujeito é um termo essencial da oração que indica quem ou o que pratica a ação expressa pelo verbo. Para classificar o sujeito de uma oração, é necessário identificar o verbo e perguntar “quem?” ou “o que?” antes dele. Existem diferentes tipos de sujeito, que podem ser classificados de acordo com a sua relação com o verbo. A seguir, serão apresentados exemplos de diferentes tipos de sujeito e como classificá-los.

Sujeito simples

O sujeito simples é aquele que é formado por apenas um núcleo, ou seja, uma única palavra que exerce a função de sujeito na oração. Para identificar o sujeito simples, basta perguntar “quem?” ou “o que?” antes do verbo. Veja alguns exemplos:

  • O cachorro late. (quem late? o cachorro)
  • A professora ensina. (quem ensina? a professora)
  • O sol nasce. (o que nasce? o sol)

Sujeito composto

O sujeito composto é aquele que é formado por mais de um núcleo, ou seja, duas ou mais palavras que exercem a função de sujeito na oração. Para identificar o sujeito composto, basta perguntar “quem?” ou “o que?” antes do verbo e verificar se há mais de uma resposta. Veja alguns exemplos:

  • João e Maria estudam. (quem estuda? João e Maria)
  • O cachorro e o gato brincam. (quem brinca? o cachorro e o gato)
  • O sol e a lua iluminam. (o que ilumina? o sol e a lua)

Sujeito oculto ou elíptico

O sujeito oculto ou elíptico é aquele que não está expresso na oração, mas pode ser facilmente identificado pelo contexto. Esse tipo de sujeito é comum em frases imperativas, por exemplo, em que o sujeito é subentendido. Veja alguns exemplos:

  • Compre o livro. (subentende-se “você” como sujeito)
  • Estude mais. (subentende-se “você” como sujeito)
  • Comam a pizza. (subentende-se “todos” como sujeito)

Sujeito indeterminado

O sujeito indeterminado é aquele que não pode ser identificado, seja por falta de informação ou por não haver uma referência clara na oração. Esse tipo de sujeito é comum em frases na terceira pessoa do singular, em que o verbo está conjugado no presente do indicativo e não há um pronome ou substantivo que possa ser identificado como sujeito. Veja alguns exemplos:

  • Precisa-se de voluntários.
  • Falou-se muito sobre o assunto.
  • Chegou-se a um consenso.

Nesses casos, não é possível identificar quem precisa de voluntários, quem falou muito sobre o assunto ou quem chegou a um consenso. O sujeito é indeterminado, ou seja, não há informação suficiente para identificá-lo.

For more information, please click the button below.

Sujeito inexistente

O sujeito inexistente é aquele que não existe na oração. Esse tipo de sujeito é comum em frases na terceira pessoa do singular em que o verbo está conjugado no singular e não há um pronome ou substantivo que possa ser identificado como sujeito. Veja alguns exemplos:

  • Choveu muito ontem.
  • Trovejou durante a noite.
  • Anoiteceu cedo.

Nesses casos, não há um sujeito identificável na oração, pois a ação é realizada por um fenômeno natural que não é capaz de exercer a função de sujeito.

Identificar o sujeito é fundamental para compreender a estrutura das orações e para produzir textos claros e coerentes. Existem diferentes tipos de sujeito, que podem ser identificados por meio de perguntas simples antes do verbo. É importante lembrar que o sujeito pode ser simples, composto, oculto, indeterminado ou inexistente, dependendo da relação entre o verbo e os demais termos da oração.

1. Qual é a importância de identificar o sujeito das orações?

Identificar o sujeito é fundamental para compreender a estrutura das orações e para produzir textos claros e coerentes. Quando sabemos quem ou o que está realizando a ação expressa pelo verbo, podemos construir frases mais precisas e concisas, evitando ambiguidades e equívocos. Além disso, a identificação do sujeito permite que possamos concordar corretamente o verbo com o sujeito, evitando erros gramaticais.

2. Como identificar o sujeito oculto ou elíptico?

O sujeito oculto ou elíptico é aquele que não está expresso na oração, mas pode ser facilmente identificado pelo contexto. Esse tipo de sujeito é comum em frases imperativas, por exemplo, em que o sujeito é subentendido. Para identificar o sujeito oculto, é necessário levar em conta o sentido da frase e o contexto em que ela foi produzida.

3. O sujeito inexistente pode ser considerado um tipo de sujeito?

Sim, o sujeito inexistente é considerado um tipo de sujeito, embora ele não seja identificável na oração. Essa categoria de sujeito é comum em frases na terceira pessoa do singular em que o verbo está conjugado no singular e não há um pronome ou substantivo que possa ser identificado como sujeito. Nesses casos, a ação é realizada por um fenômeno natural que não é capaz de exercer a função de sujeito.

Related video of classifique o sujeito das seguintes orações

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait