Cantiga Da Ribeirinha Versão Traduzida

Reza November 2, 2021
Cantiga de Ribeirinha na Literatura Portuguesa Blog do Portal Educação

A Cantiga da Ribeirinha é uma das mais conhecidas cantigas de amigo da lírica trovadoresca galego-portuguesa. Escrita no século XIII, esta cantiga narra os amores de uma jovem ribeirinha e um cavaleiro que passa por lá.

Contexto Histórico

No século XIII, a Península Ibérica estava dividida em vários reinos. O Reino de Portugal era um dos mais recentes e foi fundado em 1143. Nessa época, a cultura galega-portuguesa estava em pleno desenvolvimento e a lírica trovadoresca era muito popular. Os trovadores eram poetas que escreviam sobre o amor cortês, a natureza e a vida na corte. A Cantiga da Ribeirinha é um exemplo desse tipo de poesia.

Letra Original

A letra original da Cantiga da Ribeirinha é escrita em galego-português e é bastante diferente do português atual. Aqui está um trecho da letra original:

“Muito me tarda, mui gram sazón, mui cedo olhei que de vos non vi mia senhor branca, flor de lis, en que meus olhos mui muit’ é mester, mia senhor branca, flor de joi’ e prazer.”

Tradução para o Português Atual

Aqui está a versão traduzida para o português atual:

“Muito me tarda, muito boa estação, muito cedo sonhei que de você não vi minha senhora branca, flor de lis, em que meus olhos muito precisam, minha senhora branca, flor de alegria e prazer.”

For more information, please click the button below.

Interpretação

A Cantiga da Ribeirinha é uma poesia de amor cortês, que descreve a paixão de um cavaleiro por uma jovem ribeirinha. A letra é cheia de simbolismos e metáforas que representam a beleza e a pureza da mulher amada. O cavaleiro deseja estar com a sua amada, mas ela é inacessível e ele não pode tê-la.

Esta cantiga é um exemplo da poesia trovadoresca, que tinha como objetivo cantar o amor e a beleza feminina. A mulher era vista como uma figura idealizada, que deveria ser adorada e respeitada. A paixão do cavaleiro pela ribeirinha é descrita de forma delicada e romântica, sem ser vulgar ou explícita.

Conclusão

A Cantiga da Ribeirinha é um dos exemplos mais conhecidos da lírica trovadoresca galego-portuguesa. Escrita no século XIII, esta cantiga narra os amores de um cavaleiro por uma jovem ribeirinha. A letra é cheia de simbolismos e metáforas que representam a beleza e a pureza da mulher amada. Esta cantiga é um exemplo da poesia trovadoresca, que tinha como objetivo cantar o amor e a beleza feminina.

FAQs

1. Qual é a origem da Cantiga da Ribeirinha?

A Cantiga da Ribeirinha é uma poesia da lírica trovadoresca galego-portuguesa, escrita no século XIII. A lírica trovadoresca era muito popular na Península Ibérica nessa época e tinha como objetivo cantar o amor e a beleza feminina.

2. Qual é o tema principal da Cantiga da Ribeirinha?

O tema principal da Cantiga da Ribeirinha é o amor cortês. A letra descreve a paixão de um cavaleiro por uma jovem ribeirinha, usando simbolismos e metáforas que representam a beleza e a pureza da mulher amada.

3. Qual é a importância da Cantiga da Ribeirinha na cultura portuguesa?

A Cantiga da Ribeirinha é um dos exemplos mais conhecidos da lírica trovadoresca galego-portuguesa e é considerada uma das grandes obras da literatura portuguesa. Esta cantiga representa a cultura e a poesia da época medieval, e é um exemplo da importância que o amor cortês tinha na sociedade da época.

Related video of cantiga da ribeirinha versão traduzida

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait