Biografia De Antonio De Alcântara Machado

Reza April 8, 2022
Brás, Bexiga e Barra FundaUm breve deslumbre popcultpulp
Antonio de Alcântara Machado foi um escritor brasileiro nascido em São Paulo no dia 25 de maio de 1901 e falecido em 14 de abril de 1935. É considerado um dos maiores escritores da literatura modernista brasileira, juntamente com nomes como Mário de Andrade e Oswald de Andrade.

Infância e Juventude

Antonio de Alcântara Machado nasceu em uma família de classe média de São Paulo. Seu pai, o médico José Alcântara Machado, era um grande incentivador da cultura e da literatura. Desde pequeno, Antonio foi incentivado a ler e a escrever, e aos 14 anos já escrevia para jornais estudantis da cidade. Em 1919, Antonio ingressou na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, onde conheceu Mário de Andrade, Oswald de Andrade e outros membros do movimento modernista. Foi nessa época que começou a colaborar com o jornal “Diário Nacional” e a escrever seus primeiros contos.

Carreira Literária

Em 1922, Antonio de Alcântara Machado participou da Semana de Arte Moderna, evento que marcou o início do modernismo no Brasil. Na ocasião, apresentou um manifesto que defendia a renovação da literatura brasileira e a valorização da cultura nacional. A partir daí, sua carreira literária deslanchou. Em 1924, publicou seu primeiro livro, intitulado “Pathé-Baby”, uma coletânea de contos que retratavam a vida urbana de São Paulo. O livro foi muito bem recebido pela crítica e pelo público, consolidando-o como um dos principais escritores do movimento modernista. Ao longo de sua carreira, Antonio de Alcântara Machado publicou diversos livros de contos e crônicas, como “Brás, Bexiga e Barra Funda” (1927), “Laranja da China” (1928) e “Papeis Avulsos” (1931). Seus textos eram marcados pela linguagem coloquial, pela observação aguda da realidade e pela crítica social. Além da literatura, Antonio de Alcântara Machado também se destacou como jornalista e advogado. Trabalhou em diversos jornais e revistas, como “O Estado de S. Paulo”, “Correio Paulistano” e “Revista do Brasil”, e atuou como advogado até o fim de sua vida.

Morte e Legado

Antonio de Alcântara Machado faleceu precocemente aos 33 anos, em decorrência de complicações de uma cirurgia para retirada do apêndice. Sua morte foi uma grande perda para a literatura brasileira, deixando um legado de obras que retratam a vida urbana e a sociedade brasileira da época. Sua obra é considerada uma das mais importantes do movimento modernista brasileiro, sendo estudada até hoje nas escolas e universidades do país. Seu estilo inovador e sua crítica social ainda são referência para muitos escritores da atualidade.

FAQs

1. Quais foram as principais obras de Antonio de Alcântara Machado?

Entre as principais obras de Antonio de Alcântara Machado estão: “Pathé-Baby” (1924), “Brás, Bexiga e Barra Funda” (1927), “Laranja da China” (1928) e “Papeis Avulsos” (1931).

2. Qual foi a importância de Antonio de Alcântara Machado para o modernismo brasileiro?

Antonio de Alcântara Machado foi um dos principais escritores do movimento modernista brasileiro, ao lado de nomes como Mário de Andrade e Oswald de Andrade. Sua obra inovadora e sua crítica social marcaram a literatura brasileira da época e influenciaram muitos escritores da atualidade.

3. Como foi a morte precoce de Antonio de Alcântara Machado?

Antonio de Alcântara Machado faleceu aos 33 anos, em decorrência de complicações de uma cirurgia para retirada do apêndice. Sua morte foi uma grande perda para a literatura brasileira, deixando um legado de obras que retratam a vida urbana e a sociedade brasileira da época.

For more information, please click the button below.

Related video of biografia antonio de alcantara machado

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait