A Vigilância Em Saúde Tem O Objetivo De Monitorar

Reza October 11, 2022
Você sabe quais são as atribuições e contribuições da Vigilância Sanitária?

A vigilância em saúde é uma das principais atividades desenvolvidas pelos órgãos de saúde pública no Brasil. O seu objetivo principal é monitorar e controlar doenças, agravos e situações que possam colocar a saúde da população em risco. Essa atividade tem como finalidade garantir a segurança sanitária da população, prevenir epidemias e surtos e promover a saúde pública.

Definição de Vigilância em Saúde

A vigilância em saúde é um conjunto de ações que tem como objetivo monitorar e controlar doenças, agravos e situações que possam colocar a saúde da população em risco. Essas ações são desenvolvidas pelas equipes de saúde pública, em parceria com outros órgãos, como as secretarias de saúde estaduais e municipais, laboratórios de análises clínicas e hospitais.

Entre as principais atividades desenvolvidas pela vigilância em saúde, estão:

  • Monitoramento de doenças e agravos;
  • Investigação de surtos e epidemias;
  • Notificação de doenças e agravos de notificação compulsória;
  • Monitoramento de vacinação;
  • Controle de vetores e pragas urbanas;
  • Controle de qualidade de alimentos e água para consumo humano;
  • Ações de prevenção e controle de doenças crônicas não transmissíveis;
  • Educação em saúde.

Importância da Vigilância em Saúde

A vigilância em saúde é uma atividade fundamental para garantir a segurança sanitária da população. Ela permite a identificação precoce de surtos e epidemias, o que possibilita a adoção de medidas preventivas para evitar a disseminação de doenças. Além disso, a vigilância em saúde é importante para:

  • Monitorar a qualidade dos serviços de saúde;
  • Identificar fatores de risco para a saúde da população;
  • Promover a saúde pública e prevenir doenças;
  • Gestão de riscos e desastres;
  • Monitorar a segurança alimentar;
  • Garantir a qualidade da água para consumo humano;
  • Monitorar a efetividade das ações de controle de doenças;
  • Estabelecer estratégias de prevenção e controle de doenças;
  • Educar a população sobre medidas de prevenção de doenças.

Como funciona a Vigilância em Saúde

A vigilância em saúde é desenvolvida por equipes de profissionais de saúde pública, que atuam em diferentes níveis de atenção. As equipes de vigilância em saúde são compostas por médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, biomédicos, farmacêuticos, entre outros profissionais.

A vigilância em saúde é desenvolvida em três níveis de atenção:

For more information, please click the button below.

Vigilância em Saúde Local

A vigilância em saúde local é desenvolvida pelas secretarias municipais de saúde, em parceria com as unidades básicas de saúde. As equipes de vigilância em saúde local são responsáveis pelo monitoramento das doenças e agravos na sua área de abrangência, pela investigação de surtos e epidemias e pela notificação de doenças e agravos de notificação obrigatória.

Vigilância em Saúde Estadual

A vigilância em saúde estadual é desenvolvida pelas secretarias estaduais de saúde, em parceria com as secretarias municipais de saúde. As equipes de vigilância em saúde estadual são responsáveis pelo monitoramento das doenças e agravos em todo o estado, pela investigação de surtos e epidemias e pela notificação de doenças e agravos de notificação obrigatória.

Vigilância em Saúde Nacional

A vigilância em saúde nacional é desenvolvida pelo Ministério da Saúde, em parceria com as secretarias estaduais de saúde. As equipes de vigilância em saúde nacional são responsáveis pelo monitoramento das doenças e agravos em todo o país, pela investigação de surtos e epidemias e pela notificação de doenças e agravos de notificação obrigatória.

Conclusão

A vigilância em saúde é uma atividade fundamental para garantir a segurança sanitária da população. Ela permite a identificação precoce de surtos e epidemias, o que possibilita a adoção de medidas preventivas para evitar a disseminação de doenças. Além disso, a vigilância em saúde é importante para monitorar a qualidade dos serviços de saúde, identificar fatores de risco para a saúde da população e promover a saúde pública. As equipes de vigilância em saúde atuam em diferentes níveis de atenção, e contam com profissionais de diversas áreas da saúde, como médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, biomédicos e farmacêuticos.

FAQs

1. Quais são as principais doenças monitoradas pela vigilância em saúde?

A vigilância em saúde monitora diversas doenças, como dengue, zika, chikungunya, febre amarela, sarampo, meningite, entre outras. Além disso, as equipes de vigilância em saúde também monitoram doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes e hipertensão.

2. Como a vigilância em saúde pode ajudar a prevenir surtos e epidemias?

A vigilância em saúde permite a identificação precoce de surtos e epidemias, o que possibilita a adoção de medidas preventivas para evitar a disseminação de doenças. Por exemplo, se uma equipe de vigilância em saúde identifica um surto de dengue em uma determinada região, ela pode adotar medidas para eliminar os focos do mosquito Aedes aegypti, como a realização de mutirões de limpeza e a aplicação de larvicidas.

3. Como a população pode contribuir para a vigilância em saúde?

A população pode contribuir para a vigilância em saúde de diversas formas, como:

  • Notificando casos de doenças e agravos de notificação obrigatória;
  • Colaborando com as equipes de saúde pública durante as ações de combate a vetores e pragas urbanas;
  • Mantendo a higiene pessoal e ambiental;
  • Adotando medidas de prevenção de doenças, como vacinação e uso de repelentes;
  • Denunciando situações que possam colocar a saúde da população em risco, como a venda de alimentos vencidos ou a contaminação da água.

Related video of a vigilância em saude tem o objetivo de monitorar

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait