A Ricina: Substância Tóxica Extraída Da Mamona

Reza June 28, 2022
Maior produtor de mamona no Brasil, Bahia tem investimento na cultivo

A ricina é uma proteína altamente tóxica encontrada nas sementes da mamona (Ricinus communis). A mamona é uma planta nativa da África tropical e pode ser encontrada em muitos países, incluindo o Brasil. A ricina é extraída das sementes da mamona e é considerada uma das toxinas mais letais conhecidas pelo homem.

Como a Ricina Age?

A ricina age bloqueando a síntese de proteínas nas células, impedindo-as de realizar suas funções normais. Isso leva à morte celular e pode causar danos ao fígado, baço e rins. Se ingerida, a ricina pode causar náusea, vômito e diarreia, seguidos de desidratação, choque e eventualmente morte. Se inalada, a ricina pode causar danos aos pulmões e levar à morte por insuficiência respiratória. A ricina também pode ser absorvida através da pele, mas normalmente não é fatal nesses casos.

Como a Ricina é Usada?

A ricina tem sido usada como arma biológica em várias ocasiões. Em 1978, um agente búlgaro usou uma ponta de guarda-chuva com ricina para assassinar o dissidente búlgaro Georgi Markov em Londres. Em 2013, uma carta contendo ricina foi enviada ao senador dos Estados Unidos, Roger Wicker. Em 2018, um homem foi preso nos Estados Unidos por enviar cartas contendo ricina para o presidente Donald Trump e outros funcionários do governo.

A ricina também tem sido estudada como um possível tratamento contra o câncer. Acredita-se que a ricina possa ser direcionada para células cancerígenas específicas, deixando as células saudáveis intocadas. No entanto, a pesquisa nessa área ainda está em estágios iniciais e não há tratamentos baseados em ricina atualmente disponíveis para pacientes com câncer.

Como se Proteger da Ricina?

A ricina é uma substância extremamente perigosa e deve ser tratada com cuidado. Se você suspeitar que foi exposto à ricina, é importante agir rapidamente. Aqui estão algumas medidas que você pode tomar para se proteger:

  • Evite a exposição: Se você sabe que está em uma área onde a ricina pode estar presente, evite entrar em contato com as sementes da mamona ou qualquer produto que possa conter ricina.
  • Lave as mãos: Se você entrar em contato com a ricina, lave as mãos imediatamente com água e sabão. Se a exposição foi através da pele, lave a área afetada com água e sabão.
  • Procure ajuda médica: Se você suspeitar que foi exposto à ricina, procure ajuda médica imediatamente. A ricina é uma substância extremamente perigosa e pode ser fatal em doses muito pequenas.

Conclusão

A ricina é uma substância tóxica extraída das sementes da mamona. É uma das toxinas mais letais conhecidas pelo homem e tem sido usada como arma biológica em várias ocasiões. A ricina também tem sido estudada como um possível tratamento contra o câncer, mas a pesquisa nesta área ainda está em estágios iniciais. É importante tomar medidas para se proteger da ricina, incluindo evitar a exposição, lavar as mãos e procurar ajuda médica imediatamente se você suspeitar que foi exposto à substância.

For more information, please click the button below.

FAQs

1. A ricina é encontrada apenas nas sementes da mamona?

Sim, a ricina é encontrada apenas nas sementes da mamona. No entanto, outros produtos derivados da mamona podem conter traços de ricina e devem ser manuseados com cuidado.

2. A ricina pode ser absorvida através da pele?

Sim, a ricina pode ser absorvida através da pele, mas normalmente não é fatal nesses casos. Se você suspeitar que foi exposto à ricina através da pele, lave a área afetada com água e sabão imediatamente.

3. Existe um antídoto para a ricina?

Não há um antídoto específico para a ricina. A melhor maneira de tratar a exposição à ricina é procurar ajuda médica imediatamente e receber tratamento de suporte para os sintomas.

Related video of a ricina substância tóxica extraída da mamona

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait