A Nação Independente Continuaria Subordinada

Reza January 31, 2023
Quando o governo é honesto, o país tem segurança; mas, quando o governo

A independência de um país é um marco importante em sua história, representando a conquista da autonomia e da soberania. No entanto, mesmo após se tornar independente, um país pode continuar subordinado a outros poderes, seja por questões políticas, econômicas ou culturais. Neste contexto, surge a questão: a nação independente continuaria subordinada?

Subordinação política

Um país independente pode manter relações de subordinação política com outros países ou organizações internacionais. Um exemplo disso são os países que se tornaram independentes após a descolonização, mas continuaram a depender das antigas metrópoles em termos políticos e econômicos. Um caso emblemático é o de Angola, que se tornou independente de Portugal em 1975, mas manteve relações de dependência com o antigo colonizador durante muitos anos. Outro exemplo é o de países latino-americanos que, após se tornarem independentes da Espanha, mantiveram relações de subordinação com os Estados Unidos.

Subordinação econômica

Além da subordinação política, um país independente pode estar subordinado a outros países ou organizações em termos econômicos. Isso pode se dar por meio de acordos comerciais desfavoráveis, exploração de recursos naturais, endividamento externo ou dependência de ajuda internacional. Um exemplo disso é a relação entre os países africanos e as antigas potências coloniais, que mantiveram o controle sobre a exploração de recursos naturais e o comércio com esses países mesmo após a independência. Outro exemplo é o da América Latina, que sofreu com a dependência em relação aos países desenvolvidos e com a crise da dívida externa nos anos 1980.

Subordinação cultural

Por fim, a subordinação cultural também pode ocorrer mesmo após a independência de um país. Isso se dá quando um país é dominado culturalmente por outro, seja por meio da imposição de valores e costumes, da influência da mídia ou da difusão de uma língua estrangeira. Um exemplo disso é o da África, que sofreu com a imposição de valores europeus durante a colonização e ainda luta para preservar suas culturas e tradições. Outro exemplo é o da América Latina, que sofre com a influência cultural dos Estados Unidos e com a imposição da língua inglesa em detrimento do espanhol ou do português.

Conclusão

Em suma, a independência de um país não garante necessariamente sua autonomia e soberania plenas. A subordinação política, econômica e cultural pode persistir mesmo após a conquista da independência, limitando a capacidade de um país de determinar seu próprio destino e de atender às necessidades de sua população. É fundamental, portanto, que os países independentes lutem por relações justas e equilibradas com outros países e organizações internacionais, a fim de garantir sua autonomia e desenvolvimento.

FAQs

1. Qual é a diferença entre independência e soberania?

A independência é o status político de um país que se torna livre de um poder estrangeiro ou de uma entidade que o governa. Já a soberania é a capacidade de um Estado de exercer seu poder sobre seu território e sua população, sem interferência externa.

For more information, please click the button below.

2. Como a subordinação política afeta um país independente?

A subordinação política pode limitar a capacidade de um país independente de tomar decisões autônomas em relação a sua política externa, sua economia e sua cultura. Isso pode levar a relações desiguais com outros países, exploração de recursos naturais e violações dos direitos humanos.

3. Como um país pode se libertar da subordinação econômica?

Um país pode se libertar da subordinação econômica por meio de políticas de desenvolvimento nacional, como a industrialização, a diversificação da economia e a proteção das empresas nacionais. Além disso, é necessário combater a exploração de recursos naturais, renegociar dívidas externas e estabelecer relações comerciais justas e equilibradas com outros países.

Related video of a nação independente continuaria subordinada

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait