A Menina Que Vendia Fósforos

Reza June 16, 2021
Funarte Portal das Artes

A história “A menina que vendia fósforos” é um conto de fadas do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen. O conto foi publicado pela primeira vez em 1845 e conta a história de uma menina pobre que vende fósforos nas ruas em uma noite fria de Natal. A história é uma das mais famosas de Andersen e tem sido traduzida para muitas línguas diferentes.

A história

A história começa descrevendo a noite fria de Natal em que a menina está vendendo fósforos. Ela é descrita como uma menina pequena e magra, que está vestida com roupas finas e não tem sapatos. Ela está descalça e tem os pés congelados.

A menina tenta vender fósforos para as pessoas que passam por ela, mas ninguém para para comprá-los. Ela é ignorada pelas pessoas que passam e fica cada vez mais desesperada. Ela começa a se sentir sozinha e com medo.

Para se aquecer, a menina acende um dos fósforos que está vendendo. Ela é transportada para um mundo mágico, onde vê uma grande mesa cheia de comida deliciosa e quente. Ela tenta comer alguma coisa, mas é imediatamente transportada de volta para a rua fria quando o fósforo queima.

A menina acende mais fósforos para tentar se aquecer e continuar vendo coisas mágicas. Ela vê uma árvore de Natal brilhante, sua avó falecida e um foguete que sobe ao céu. Cada vez que um fósforo queima, a menina é transportada de volta para a rua fria.

Finalmente, a menina acende todos os fósforos que tem e não tem mais nenhum para se aquecer. Ela morre na rua fria, mas é encontrada na manhã seguinte com um sorriso no rosto. Ela foi levada para o céu por sua avó e agora está em um lugar quente e feliz.

For more information, please click the button below.

Temas

A história “A menina que vendia fósforos” tem vários temas diferentes. Um dos principais temas é a pobreza e a desigualdade social. A menina é muito pobre e não tem as mesmas oportunidades que outras crianças mais ricas. Ela é ignorada pelas pessoas que passam por ela e é forçada a vender fósforos para sobreviver.

Outro tema importante é a solidão e o medo. A menina se sente sozinha e com medo na rua fria. Ela não tem ninguém para ajudá-la ou confortá-la. Ela acende os fósforos para tentar se aquecer e para escapar da realidade sombria em que está vivendo.

O tema da morte também é importante na história. A menina morre no final, mas é levada para um lugar quente e feliz. A morte é retratada como algo positivo na história, porque a menina escapa da pobreza e da solidão e é levada para um lugar melhor.

Moral da história

A moral da história “A menina que vendia fósforos” é que devemos ser gratos pelo que temos e ajudar os outros que são menos afortunados do que nós. A história mostra que a pobreza e a desigualdade social são problemas reais que afetam muitas pessoas no mundo. Devemos ser compassivos e ajudar aqueles que precisam de ajuda.

Também devemos apreciar as coisas simples da vida e não tomar nada como garantido. A menina na história é grata por coisas simples, como um pouco de calor e uma refeição quente. Devemos seguir seu exemplo e ser gratos pelo que temos em nossas próprias vidas.

Conclusão

A história “A menina que vendia fósforos” é uma história comovente sobre pobreza, solidão e morte. A história nos lembra que devemos ser gratos pelo que temos e ajudar aqueles que são menos afortunados do que nós. Também nos lembra que devemos apreciar as coisas simples da vida e não tomar nada como garantido.

FAQs

1. A menina na história tinha alguma família ou amigos?

Não é mencionado na história se a menina tem família ou amigos. Ela é descrita como uma menina pequena e magra, que está vestida com roupas finas e não tem sapatos. Ela está descalça e tem os pés congelados. Ela é ignorada pelas pessoas que passam por ela e fica cada vez mais desesperada. Ela começa a se sentir sozinha e com medo.

2. Qual é a origem da história “A menina que vendia fósforos”?

A história “A menina que vendia fósforos” é um conto de fadas do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen. O conto foi publicado pela primeira vez em 1845.

3. Qual é a moral da história “A menina que vendia fósforos”?

A moral da história “A menina que vendia fósforos” é que devemos ser gratos pelo que temos e ajudar os outros que são menos afortunados do que nós. Também devemos apreciar as coisas simples da vida e não tomar nada como garantido.

Related video of a menina que vendia fosforos

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait