A Membrana Plasmática É Constituída Por Uma Bicamada De

Reza January 29, 2022
omeioporinteiro Abril 2014

A membrana plasmática é uma estrutura presente nas células de todos os seres vivos. Ela é responsável pela proteção e delimitação da célula, além de regular a entrada e saída de substâncias. A membrana plasmática é constituída por uma bicamada de fosfolipídios, proteínas e carboidratos.

Fosfolipídios

Os fosfolipídios são moléculas com uma cabeça polar (hidrofílica) e duas caudas apolares (hidrofóbicas). Na bicamada lipídica, as cabeças ficam voltadas para o meio aquoso, enquanto as caudas ficam voltadas para o interior da bicamada. Essa disposição é conhecida como “modelo do mosaico fluido”, pois as moléculas podem se movimentar livremente na bicamada, dando flexibilidade à membrana.

Proteínas

As proteínas são moléculas que podem atravessar toda a bicamada ou ficar apenas em uma das camadas. Elas são responsáveis por diversas funções na membrana, como transporte de substâncias, reconhecimento de outras células e transmissão de sinais. As proteínas que atravessam toda a bicamada são chamadas de proteínas integrais, enquanto as que ficam apenas em uma das camadas são chamadas de proteínas periféricas.

Carboidratos

Os carboidratos são moléculas que se ligam às proteínas ou aos fosfolipídios da membrana, formando as chamadas glicoproteínas e glicolipídios. Essas moléculas são importantes para o reconhecimento de outras células e para a proteção contra agentes patogênicos.

Funções da membrana plasmática

A membrana plasmática possui diversas funções, como:

  • Proteção da célula contra agentes externos;
  • Regulação da entrada e saída de substâncias;
  • Reconhecimento de outras células;
  • Transmissão de sinais;
  • Manutenção da forma da célula.

Transporte de substâncias

A membrana plasmática é permeável a algumas substâncias, como gases e moléculas pequenas, mas é impermeável a outras, como íons e moléculas grandes. Para permitir a entrada ou saída dessas substâncias, a célula utiliza proteínas transportadoras ou canais iônicos.

For more information, please click the button below.

As proteínas transportadoras são específicas para cada substância e podem se ligar a ela na parte externa da membrana, transportando-a para o interior da célula. Já os canais iônicos são proteínas que formam poros na membrana, permitindo a passagem de íons para dentro ou para fora da célula.

Reconhecimento de outras células

Os carboidratos presentes na membrana plasmática são importantes para o reconhecimento de outras células. Cada célula possui um padrão de carboidratos que a identifica como própria e reconhece outras células com padrões diferentes como estranhas. Esse processo é importante para o sistema imunológico, que reconhece células estranhas e as ataca para proteger o organismo.

Transmissão de sinais

As proteínas presentes na membrana plasmática também são responsáveis pela transmissão de sinais entre as células. Por exemplo, as células nervosas possuem proteínas que se ligam a moléculas específicas e transmitem sinais elétricos de uma célula para outra.

Manutenção da forma da célula

A membrana plasmática é importante para a manutenção da forma da célula. Ela é capaz de se deformar e se adaptar a diferentes condições, mantendo a integridade da célula. Além disso, as proteínas presentes na membrana podem se ligar a outras proteínas que são responsáveis pela ancoragem da célula ao tecido onde ela está localizada.

Conclusão

A membrana plasmática é uma estrutura fundamental para a célula, sendo responsável pela proteção, regulação e comunicação com o ambiente externo. Ela é constituída por uma bicamada de fosfolipídios, proteínas e carboidratos, que trabalham em conjunto para desempenhar suas funções. O conhecimento sobre a estrutura e função da membrana plasmática é essencial para o entendimento de diversos processos biológicos.

FAQs

1. O que é o modelo do mosaico fluido?

O modelo do mosaico fluido é uma representação da membrana plasmática como uma bicamada de fosfolipídios, proteínas e carboidratos, em que as moléculas podem se movimentar livremente na bicamada, dando flexibilidade à membrana.

2. Como a membrana plasmática regula a entrada e saída de substâncias?

A membrana plasmática é permeável a algumas substâncias, como gases e moléculas pequenas, mas é impermeável a outras, como íons e moléculas grandes. Para permitir a entrada ou saída dessas substâncias, a célula utiliza proteínas transportadoras ou canais iônicos.

3. Qual a importância dos carboidratos na membrana plasmática?

Os carboidratos presentes na membrana plasmática são importantes para o reconhecimento de outras células. Cada célula possui um padrão de carboidratos que a identifica como própria e reconhece outras células com padrões diferentes como estranhas. Esse processo é importante para o sistema imunológico, que reconhece células estranhas e as ataca para proteger o organismo.

Related video of a membrana plasmática é constituída por uma bicamada de

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait