A Classificação Biológica Proposta Por Whittaker

Reza October 22, 2021
MyBrain Classificação de Whittaker

A classificação biológica é um ramo da biologia que se dedica a organizar e classificar os seres vivos de acordo com suas características comuns. Essa classificação é importante para a compreensão da diversidade da vida e para a identificação e estudo dos organismos. Dentre as várias propostas de classificação, uma das mais utilizadas é a proposta por Whittaker.

Quem foi Whittaker?

Robert Harding Whittaker foi um ecologista e botânico norte-americano que nasceu em 16 de dezembro de 1920 e faleceu em 20 de outubro de 1980. Ele é conhecido por sua contribuição para a ecologia e para a taxonomia vegetal, sendo um dos primeiros a utilizar técnicas de análise multivariada em suas pesquisas. Além disso, ele propôs uma classificação biológica que é amplamente utilizada até hoje.

Como é a classificação proposta por Whittaker?

A classificação proposta por Whittaker é baseada em cinco reinos: Monera, Protista, Fungi, Plantae e Animalia. Cada um desses reinos é dividido em subgrupos, de acordo com as características dos organismos que os compõem. Veja a seguir uma breve descrição de cada um dos reinos:

Monera

O reino Monera é composto por organismos unicelulares, procariontes e que não possuem organelas celulares. Esses organismos são encontrados em ambientes variados, como solos, água e até mesmo dentro de outros seres vivos. São exemplos de organismos desse reino as bactérias e as cianobactérias.

Protista

O reino Protista é composto por organismos unicelulares e eucariontes, ou seja, com núcleo celular e organelas. Esse reino é bastante diverso e inclui organismos fotossintetizantes, como as algas, e organismos heterotróficos, como os protozoários.

Fungi

O reino Fungi é composto por organismos eucariontes, heterotróficos e que se reproduzem por esporos. Eles são encontrados em diversos ambientes e podem ser decompositores, parasitas ou simbiontes. São exemplos de organismos desse reino os fungos e as leveduras.

For more information, please click the button below.

Plantae

O reino Plantae é composto por organismos eucariontes, autotróficos e que se reproduzem por sementes ou por esporos. Eles são encontrados em quase todos os ambientes terrestres e aquáticos e são fundamentais para a manutenção da vida na Terra. São exemplos de organismos desse reino as plantas vasculares e as briófitas.

Animalia

O reino Animalia é composto por organismos eucariontes, heterotróficos e que se reproduzem de forma sexuada. Eles são encontrados em diversos ambientes e apresentam uma grande diversidade de formas e funções. São exemplos de organismos desse reino os animais vertebrados e invertebrados.

Quais as vantagens da classificação proposta por Whittaker?

A classificação proposta por Whittaker apresenta algumas vantagens em relação a outras propostas de classificação. Dentre elas, podemos citar:

  • A divisão dos seres vivos em cinco reinos é mais simples e fácil de entender do que outras propostas que utilizam um número maior de reinos;
  • A inclusão do reino Monera como um grupo separado dos outros reinos reconhece a importância dos organismos procariontes na diversidade da vida;
  • A classificação proposta por Whittaker é amplamente utilizada em todo o mundo, o que facilita a comunicação e o intercâmbio de informações entre os cientistas.

Quais as críticas à classificação proposta por Whittaker?

Apesar das vantagens, a classificação proposta por Whittaker também apresenta algumas críticas. Dentre elas, podemos citar:

  • A inclusão dos fungos no reino Fungi é questionável, já que eles apresentam algumas características em comum com os animais, como a presença de quitina na parede celular;
  • A divisão dos seres vivos em cinco reinos pode ser considerada simplista demais, já que não reflete toda a complexidade da diversidade da vida;
  • A classificação proposta por Whittaker é baseada principalmente em características morfológicas e fisiológicas, o que pode não refletir as relações evolutivas entre os seres vivos.

Como a classificação biológica evoluiu a partir da proposta de Whittaker?

A classificação biológica é uma área em constante evolução e a proposta de Whittaker não é mais utilizada de forma isolada. A partir dos anos 90, com o avanço das técnicas de análise molecular, a classificação biológica passou a ser baseada principalmente em características genéticas e moleculares.

Atualmente, a classificação biológica é baseada em um sistema hierárquico que vai desde o nível de espécie até o de domínio. Os seres vivos são agrupados em categorias taxonômicas que representam sua relação evolutiva e suas características comuns.

Além disso, a classificação biológica também é influenciada por outras áreas da biologia, como a ecologia, a biogeografia e a biologia molecular. Essa interdisciplinaridade é importante para uma compreensão mais completa da diversidade da vida.

Conclusão

A classificação biológica proposta por Whittaker é uma das mais utilizadas e conhecidas na biologia. Ela divide os seres vivos em cinco reinos e é baseada em características morfológicas e fisiológicas. Apesar de apresentar algumas vantagens, como a simplicidade e a ampla utilização, a proposta de Whittaker também é alvo de críticas. Atualmente, a classificação biológica é baseada principalmente em características genéticas e moleculares e é influenciada por outras áreas da biologia, como a ecologia e a biogeografia.

FAQs

1. Quais as principais críticas à classificação proposta por Whittaker?

As principais críticas à classificação proposta por Whittaker são a inclusão dos fungos no reino Fungi, a simplificação da divisão dos seres vivos em cinco reinos e a base da classificação em características morfológicas e fisiológicas.

2. Como a classificação biológica evoluiu a partir da proposta de Whittaker?

A classificação biológica evoluiu a partir da proposta de Whittaker com o avanço das técnicas de análise molecular e a inclusão de outras áreas da biologia, como a ecologia e a biogeografia. Atualmente, a classificação biológica é baseada principalmente em características genéticas e moleculares.

3. Por que a classificação biológica é importante?

A classificação biológica é importante porque permite a organização e a compreensão da diversidade da vida e a identificação e estudo dos organismos. Além disso, ela é fundamental para a conservação da biodiversidade e para o desenvolvimento de novas tecnologias e medicamentos.

Related video of a classificação biológica proposta por whittaker

Reza Herlambang

Eu sou um escritor profissional na área de educação há mais de 5 anos, escrevendo artigos sobre educação e ensino para crianças na escola.

Leave a Comment

Artikel Terkait